sábado, setembro 17, 2011

Ciao!!!




Série? Com uma aposta igualmente idiota e impossível? Com família (ainda mais uma família irlandesa)?
E ainda aquele selo de “Escolha da Editora” – gostei muito dos dois últimos que li com esta indicação: Na alegria e na tristeza, de Cathy Williams e Amor sem preço, de Sandra Marton. Não foi à toa que ganhou destaque nos posts sobre os lançamentos da Harlequin Brasil de junho e de agosto. Parecia líquido e certo que logo, logo este livro estaria aqui, né? Pois bem, chegou a hora!!!

Ao alcance do coração – Maureen Child – Desejo 151 (Aposta com o coração 1/3)
(The tempting Mrs. Reilly – 2005 – Silhouette Desire)
Personagens: Tina Coretti Reilly e Brian Reilly

Uma aposta decidiria o destino de uma herança deixada por um parente para os trigêmeos Reilly. Nada de divisão em quatro partes (incluindo o irmão mais velho), se seria muito mais legal ficar com toda a bolada. Por isso, a proposta do padre Liam levou Aidan, Brian e Connor a se comprometerem a ficar 90 dias sem fazer sexo. Só que no caminho de Brian surgiu a ex-esposa, Tina, disposta a testar todos os limites da paciência e da resistência dele. Ela não revelou, mas tinha um plano: fazer o ex-marido engravidá-la o quanto antes e estava disposta a todo tipo de estratégia para que ele não tivesse a menor chance... E quem levará a melhor no duelo do orgulho irlandês com a teimosia italiana???

Comentários:

- Temos trigêmeos, de família irlandesa (o que contribuiu para o DNA de cabelos escuros, olhos azuis, fortes e com muitos músculos) e fuzileiros navais (atenção, “marias-batalhão”, seeeeeeeeeeeeeentido!) que receberam uma herança do tio-avô Patrick (que deve ser o nome mais famoso da Irlanda, por causa do santo padroeiro do país). Numa conversa com o irmão mais velho, Liam, tão lindo quanto e padre (ou seja, tira o olho porque ninguém quer ser mula-sem-cabeça), surge a ideia da aposta: 90 dias sem sexo. Quem agüentar fica com todo o dinheiro da herança. Se nenhum conseguir, todo o dinheiro vai para a paróquia de Liam, que está precisando de um telhado novo... Não levou muito tempo, para que os bonitões, acostumados a atrairem mulheres como luz atrai mariposas, passassem a viver uma situação inusitada: ter que correr delas para não correr o risco da tentação ganhar deles.

- E o pior aconteceu: uma grande tentação em forma de mulher apareceu na vida de Brian Reilly justo na época da aposta: Tina Coretti. Ele não sabia, mas ela queria urgentemente levá-lo para a cama/mesa/parede/superfície de sustentação mais próxima porque estava decidida a engravidar e só queria ter um filho de Brian, mesmo tantos anos após o divórcio. Ela não imaginara que o marido estivesse tão pouco disposto a colaborar. Para resultados extremos, medidas extremas são necessárias. E Tina está disposta a tudo para quebrar a resistência de Brian. Ou seja, o bichinho não tem a menor chance, afinal de contas, já viu irlandês fugir da briga? E de certa forma, este reencontro em um momento, digamos, delicado da vida de Brian serve para esclarecer por que, afinal de contas, ele pediu o divórcio de Tina! Só ele sabia o motivo e nunca revelara a ninguém (uma prova da determinação do rapaz – resistir à interferência da família irlandesa é ato de bravura, merecia medalha). Prepare-se para rir e para se divertir com o sofrimento alheio kkkk

- Menção para o padre Liam, irmão mais velho, conselheiro e guia espiritual. As tiradas dele com os trigêmeos – incluindo as provocações e os pequenos empurrões que ele dá nos protagonistas confusos, atarantados e com hormônios ensandecidos (chega ao ponto de pane mental total, deixa de pensar e vira instinto – agora imagina um fuzileiro naval, de família irlandesa puro instinto... Imaginou?). Além disso, Muffin e Peaches despertaram a minha solidariedade com Brian, porque eu sei o que é ser alvo da antipatia canina. Embora, em alguns casos, milagres aconteçam...

Ordem da série
Three-Way Wager (Segundo o Fantastic Fiction) ou The Reilly’s (Segundo o site da autora) ou Aposta com o coração (como foi batizada no Brasil)

1. The Tempting Mrs. Reilly (2005) – Ao alcance do coração – Desejo 151
2. Whatever Reilly Wants... (2005) – Seus desejos, uma ordem – Desejo 153
3. The Last Reilly Standing (2005) – Vencedor do coração – Desejo 155

* E em 2010, toda a série foi relançada em edição única chamada Desiring the Reilly Brothers.

- Série links: A autora tem site official, com lista dos livros publicados e blog.

Bacci!!!

Beta
Reações:

5 comentários :

  1. Minha lista de aquisições ficará enorme!!!!!
    Você escreve muito bem ,assim me deixa curiosa!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Que deícia de resenha. Amo os seus textos, eles conseguem informar e divertir como poucos. Se tivesse esse livro agora, aiaia... seria devorado com certeza.
    Bjkas,

    Monique Martins
    MoniqueMar
    @moniquemar

    ResponderExcluir
  3. Oi Beta!

    Sintonia total... acabei de ler essa trilogia e confesso que amei!

    Resenha já tá pronta... só preciso achar tempo pra postar...

    E sim, com ctz é nota 10!
    Bjos
    Mara

    ResponderExcluir
  4. Oi, Beta!

    Adorei essa trilogia, mas o segundo livro foi o meu predileto! O 3º tava escondidinho, perdido no fundo da gaveta, acredita? Mas vai fazer uma viagem interestadual já, já! kkkkk

    Adoro a Irlanda, principalmente por causa do U2, mas com uns irmãos desses, fica melhor ainda! kkkkk

    Tô na contagem regressiva, é domingo que vem !!!!!

    Beijos,

    ResponderExcluir
  5. Vim ler essa postagem inocentemente e vi:

    "E quem levará a melhor no duelo do orgulho irlandês com a teimosia italiana ??? ..."

    "Temos trigêmeos, de família irlandesa (o que contribui para o DNA de cabelos escuros, olhos azuis, fortes e com muitos músculos) e fuzileiros navais ..."

    "Liam, tão lindo quanto e padre ..."

    "Ou seja, o bichinho não tem a menor chance, afinal de contas, já viu irlandês fugir da briga ? ..."

    "... para esclarecer porque, afinal de contas, ele pediu o divórcio de Tina ! Só ele sabia o motivo e nunca revelara a ninguém (uma prova da determinação do rapaz - resistir à interferência da família irlandesa é ato de bravura, merecia medalha). Prepare-se para rir e para se divertir com o sofrimento alheio ..."

    "Uma menção para o padre Liam, irmão mais velho, conselheiro e guia espiritual. As tiradas dele com os trigêmeos ..."

    "... protagonistas confusos, atarantados e com hormônios ensandecidos (chega ao ponto de pane mental total, deixa de pensar e vira instinto - agora imagina um fuzileiro naval, de família irlandesa puro instinto ... Imaginou ? ..."

    "... solidariedade com Brian, ..."

    Pois é por isso que eu digo que nossa anfitriã é uma terrorista que quer matar-me com um enfarto agudo triplo !!! ^^ Além de efervescer minha curiosidade !!!


    Alvo de antipatia canina, é ? ^^

    Tadinha, anjinho !!! ^^


    Eu torço pela teimosia italiana !!!

    Um filhinho entre eles seria lindo !!!

    ResponderExcluir