sábado, janeiro 07, 2017

Ciao!!!




Não sei se alguém que leu toda a série consegue ler este livro sem ter um ataque de fofura a cada conto. Claro que você pode ter ressalvas, se apegar mais a um que a outros. Mas a diversão e os bons sentimentos estão garantidos!

E viveram felizes para sempre – Julia Quinn – Editora Arqueiro (Os Bridgertons 9)
(The Bridgertons: Happily ever after – 2016)
Personagens: Todos os Bridgertons e respectivos amores

Atendendo ao pedido dos leitores (e um desejo dela), o livro reúne os “segundos epílogos” – a história que vem depois da história – escritos por Julia Quinn para cada um dos oito livros da série. Como bônus, há p conto “O florescer de Violet”, que fala sobre a vida da matriarca desta família incrível e apaixonante.

Vou falar um pouquinho de cada um, contendo a tietagem, ok?

- Acha que conseguimos fazer tudo isso de novo?
Ela assentiu.
- Desde que eu tenha você.
- Não – disse ele amorosamente – Desde que eu tenha você.

O duque e eu: Enquanto estão às voltas com uma surpresa das mais inesperadas, Daphne e Simon recebem a visita de Colin e Penélope que estão precisando de ajuda. O motivo pode instigá-lo a algo que nunca teve vontarde: ler as cartas deixadas pelo pai para ele. Quem sabe lá houvesse alguma resposta?

Ele levou um instante para perceber. Não mais do que um ou dois segundos, mas apenas tempo suficiente para que Kate visse sua expressão passar de confusa para desconfiada e depois, indignada.
Foi glorioso. Encantador. Delicioso.

O visconde que me amava: está chegando o dia do tradicional jogo de Pall Mall dos Bridgertons e as movimentações escusas estão em andamento: quem vai ficar com o taco da morte? Quem será capaz de todas as estratégias para não apenas ganhar, mas impedir os rivais de vencer. Prepare-se para rir.

Posy, que tinha sido ignorada a maior parte da vida.
Posy, que passara anos se sentindo culpada por não enfrentar a mãe.
Posy, que ainda era um pouco rechonchuda e nunca seria tão bonita quanto a irmã, mas que sempre teria os olhos mais gentis.
  
Um perfeito cavalheiro: Feliz com Benedict, Sophie gostaria que a meia-irmã, Posy, encontrasse a mesma felicidade. Para isso, era urgente encontrar um marido. Só que ela estava tentando há várias temporadas, sem sucesso. Para Sophie, era apenas um probleminha de ajuste de “alvo” e tudo daria certo.

- Sra. Bridgerton – corrigiu ela.
- Não importa como queira ser chamada – disse ele com um magnifíco sorriso –,você ainda é minha.

Os segredos de Colin Bridgerton: Colin e Penélope estão às voltas com a missão difícil de fazer uma revelação para Eloise, que estava às voltas com o próprio casamento. Além de divergir sobre qual é o melhor momento, eles precisam evitar que outra pessoa fale antes sem que eles expliquem. Risadas garantidas.

- Alguma estrela cadente hoje?
Balançando a cabeça, mesmo que ele não estivesse de frente para mim.
- Não.
- Você precisa de uma?

Para Sir Phillip, com amor: Amanda Crane estava às voltas com vizinhos irritantes e vendo a mãe Eloise já tecendo os fios casamenteiros. Ela não tinha dado conta do quanto a vida mudou e do quanto diferente ainda poderia ficar. Era inevitável, emocionante e triste ficar adulta.  

Ele a amava. Sempre a amara. Era, ou pelo menos deveria ter sido, a coisa mais simples do mundo. ele a amava. Ponto. E teria movido céus e terras se estivesse apenas em seu poder fazê-la feliz.

O conde enfeitiçado: Francesca e Michael se amavam intensamente e tudo só não era perfeito porque ainda não tinham um filho. Era um assunto que pairava, mas não era dito. Até que Francesca encontrou uma forma de enfrentar e lidar com a situação. Michael não reclamou.

- Você nem sabe o que eu ia perguntar.
- Claro que sei. Quando vai aprender que eu sempre sei.
- Isso não é verdade.
- É mais verdade do que não é.
- Você pode ser bastante presunçosa, sabia?
Hyacinth deu de ombros.
- Eu sou sua mãe.

Um beijo inesquecível: Mais de 20 anos depois, Hyacinth não desistiu de encontrar o “tesouro” da família. Agora era questão de honra. Enquanto isso, estava descobrindo como era difícil ser mãe de uma pessoa tão arteira, estrategista quanto ela mesma foi e percebendo como Violet foi uma guerreira.

- Eu amo você, La, la la Lucy.
- Também amo você.

A caminho do altar: Gregory e Lucy são surpreendidos quando nascem gêmeos e eles chegam a nove filhos. E lidar com a escolha de nomes foi o menor dos problemas do casal. Por sorte (?), ele teve o apoio, a implicância e os resmungos de Hyacinth para dar força durante a crise.

- A senhora está realmente feliz, mamãe?
- Claro. – Violet olhou para ele, surpresa – Por que está perguntando uma coisa dessas?

O florescer de Violet: Da implicância na infância, do reencontro na juventude e até a viuvez, Violet passou momentos marcantes ao lado de Edmund Bridgerton. Após a perda precoce do marido, a missão dela se tornou preparar os oito filhos para serem adultos saudáveis e felizes. Anos depois, ela comprova algo que descobriu ao longo deste caminho: que a felicidade nem sempre se manifesta da forma como a gente sonha, mas não significa que ela te abandona totalmente.

Comentários:

Todos os epílogos e o contoreforçam a cumplicidade e a felicidade encontradas por todos os Bridgertons em seus relacionamentos. Mostram que a geração seguinte nem tem muito de onde correr porque herdaram o melhor e o pior (em certos casos) do DNA paterno e materno.


Minha única frustração é que esperava rever o Benedict. Mas ele aparece tão pouco. Ele é coadjuvante na história de Posy encontrando a felicidade, que era a “pendência” do livro Um perfeito cavalheiro. Mas o fato de morar no campo não deveria impedi-lo de estar na história das irmãs e irmãos. Afinal de contas, o que mais acontece é um estar na história dos outros. Menos ele, sninf.

No fim das contas, adorei todos os contos – até o de Eloise, que era o meu livro menos favorito (por culpa dela, não dos outros persoangens). Há contos hilários, seja pela situação em quem estão envolvidos ou pela própria personalidade dos irmãos, desde a tradicional e aguerrida competição de Pall Mall, onde Kate mostra que se tornou meeeeesmo uma Bridgerton até quase qualquer cena com Colin e Hyacinth (pode ter certeza de que haverá tiradas engraçadinhas). Amei ver a felicidade de Francesca e Michael. Foi muito bom rever Simon, Garrett e Phillip (uns mais, outros menos). Dei gargalhadas com Hyacinth pagando a língua e perdi a conta de quantas vezes falei “coitadinho do Gregory” (porque ele é tão romântico, mas um pouco mais destrambelhado que o Benedict).

Mas temos momentos tocantes sobre crescimento, envelhecimento, amor verdadeiro, aceitar os outros com suas qualidades e defeitos, as implicâncias e afeto entre irmãos. Os sonhos realizados, os que não se realizaram, as surpresas. Ou seja, a gente consegue acompanhar as várias fases da vida dos rapazes e garotas Bridgertons, das pessoas que todos passaram a amar, ver as famílias que construíram e saber um pouco mais sobre a história da incrível mãe deles. Como não amar, gente?

Eis a lista completa da série Bridgertons, com o nome de cada casal protagonista.

1. The Duke and I (2000) - O Duque e Eu – Daphne Bridgerton e Simon Basset.
2. The Viscount Who Loved Me (2000) – O Visconde que me amava – Anthony Bridgerton e Kate Sheffield
3. An Offer from a Gentleman (2001) – Um perfeito cavalheiro – Benedict Bridgerton e Sophie Beckett.
4. Romancing Mr. Bridgerton (2002) – Os segredos de Colin Bridgerton – Colin Bridgerton e Penelope Featherington.
5. To Sir Philip, with Love (2003) – Para Sir Philip, com amor - Eloise Bridgerton e Sir Phillip Crane
6. When He Was Wicked (2004) – O conde enfeitiçado – Francesca Bridgerton Stirling e Michael Stirling
7. It's in His Kiss (2005) – Um beijo inesquecível - Hyacinth Bridgerton e Gareth St. Clair
8. On the Way to the Wedding (2006) – A caminho do altar - Lucinda “Lucy” Abernathy e Gregory Bridgerton
9. The Bridgertons: Happily ever afterE viveram felizes para sempre – epílogos para toda a família


Bacci!!!


Beta
Reações:

9 comentários :

  1. os Bridgertons marcaram e muito a mim, cada um foi especial e reencontrá-los para além de seus finais felizes foi mágico!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, não li a série ainda, mas sempre vejo muitos pontos positivos que me fariam acompanhar esta família, seu crescimento e amadurecimento de todos os personagens apresentados por você.

    ResponderExcluir
  3. Olá não conhecia esta serie mais gostei bastante, ela tem um jeitinho do inicio do seculo passado, ao ver as referencias dos anos 2000 e 2001 pensar em escrever cartas. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem.

    Só ouço elogios sobre a série, mas infelizmente ainda não li, mas minhas colegas todas amam e só falam maravilhas, um dia talvez me aventure nestas páginas. O post ficou ótimo.

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Essa autora é muito amorzinho em ter feito outras histórias só para agradar aos leitores. Ela realmente merece todo sucesso que tem e você se mostrou uma fã muito atenta.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. é uma delicia finalizar uma série né? Apesar de dar aquela dorzinha no coração. Ainda nao li essa serie, mas quero muito ler e seu post me deixou muito mais animada espero esse ano ler pelo menos 1 livro.

    ResponderExcluir
  7. Esse livro me parece um grande presente para os fãs, até porque quando a gente termina um livro - ou série - que curte tanto sempre fica com um gostinho de 'e agora?' não é mesmo?
    Só ouço elogios para os livros da Julia, mas ainda não consegui encaixar esses na lista de leituras =/
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  8. Beta, tudo bem?

    Adorei esse post, super completo e informativo! Muito bem escrito.

    Concordo com você a respeito do Felizes para Sempre, é um livro que de fato toca e emociona, por mostrar situações e sentimentos que vão muito além do romance. A gente vê mesmo s alegrias, dificuldades, realizações, frustrações...E no fim das contas, percebe que a felicidade é o sentimento que mais se sobressai. Eu fiquei muito satisfeita com esse desfecho.

    Beijo,
    Leitoras Inquietas

    ResponderExcluir
  9. Essa série me deixa louca de curiosidade, mas no andar da carruagem, só quero ler, quando já tiver toda a coleção...rsrsrs
    Quero saber as minhas conclusões diante de tantas resenhas que já acompanhei.

    Beijos

    Viviana

    ResponderExcluir