terça-feira, fevereiro 14, 2012

Ciao!

Capa brasileira – Mulheres Românticas.

Capas gringas – Fantastic Fiction.

Happy Valentine’s Day!
Hoje, nos Estados Unidos e na Europa (não sei se em todos os países) é o Dia de São Valentim (o Japão tem uma história à parte). O dia dos namorados – afinal de contas, ele casou jovens apaixonados quando estava proibido (era período de guerra, os homens tinham que estar disponíveis para o Exército, não para a família). Para comemorar, o Literatura de Mulherzinha conta a história de uma garota que não rezou – nem fez promessas – para o santo casamenteiro, mas foi atendida assim mesmo...

Acordo de Amantes – Natalie Anderson – Paixão Sexy 11
(Bedded by arrangement – 2008 – Mills & Boon Modern Heat)
Personagens: Emma Delaney e Jake Rendel

Emma vivia para trabalhar. Tamanha dedicação não escapou aos colegas de trabalho, que a transformavam em um assunto de bastidores. E foi em um momento desses, sob o estresse da observação e avaliação alheia, que Emma reencontrou Jake, seu vizinho, conhecido de infância e paixão de adolescência. Ao perceber a situação, Jake faz uma proposta indecente e irrecusável: para mostrar que todos estão errados, os dois deveriam fingir que tinham um caso. Do fingimento pra realidade, era apenas um passinho...

Comentários:

- Posso abrir um fã-clube para a Natalie Anderson? Não seria gratuito: eu quero saber onde encontro os homens que ela descreve nas histórias. Como se não bastassem o Luca e o Lorenzo, agora entra pro clubinho o Jake. Quem é o Jake? Bem, ele é o enviado dos céus para levar as mocinhas patinhos feios para o caminho da luz branca (que é a soma de todas as cores e mais algumas). Espero que tenha delivery para o Brasil destes homens da Nova Zelândia!
Ok, ainda não entendeu? Vou tentar elaborar.

- Emma sempre fazia o possível para não desagradar ninguém. Por isso, se o pai esperava as melhores notas na escola, ela se matava para consegui-las. Se o pai achava que as aulas de arte não valiam a pena, mesmo amando a disciplina, ela trocava para Economia. Se o pai esperava uma filha bem sucedida, ela se mataria de trabalhar – ainda mais porque queria retribuir a confiança que o chefe, Max, depositou nela. Resultado: era senso comum de que Emma não tinha vida. E sabe como são as pessoas, adoram ter um motivo para falar da vida alheia.

- Foi neste momento de vida que Emma reencontrou Jake em um bar, durante uma happy hour que não justificava o nome para ela. Após perceber que tinha sido usado para queimar as línguas das fofoqueiras de plantão, Jake resolveu ajudar na trama – com um beijo daqueles de justificar fogos de artifício do Réveillon. Como o mundo é uma gema de um ovo, a empresa de Jake é a responsável por uma obra no hotel onde Emma trabalha, portanto, eles irão se reencontrar o tempo todo. E surge a idéia: por que não fingir um caso, para melhorar a imagem certinha e conservadora que Emma tem no trabalho. Lá pelas tantas Jake decide mostrar a ela que relaxar e se soltar um pouco não faria mal. Afinal de contas, ele se lembra da garota sufocada pela enorme pressão de ser perfeita e impecável colocada sobre ela.

- Claro que não vai levar muito tempo para o fingimento evoluir para a fase 2: praticar para fingir melhor. E com direito a chegar às etapas: quero curtir a brincadeira e quero que deixe de ser brincadeira para se tornar verdade. Neste meio tempo, vamos aprendendo mais sobre a personalidade dos protagonistas. Jake não é o namorador inverterado que troca de conquista como quem troca de roupa. Emma não era a vítima indefesa e presa pela pressão alheia. E por esta jornada, temos uma detalhada aula de como um patinho feio pode se tornar mais consciente de seus méritos e aprender um caminho muito feliz (e bota feliz nisso!!!) da auto-estima. E Jake é um baita professor, praticamente PHD em fazer uma garota se sentir especial (praticamente um realizador de fantasias à disposição dela a qualquer hora do dia). Emma teve uma sorte danada, porque já vi outras personagens com histórias semelhantes à dela sofrerem horrores. Com Jake, ela teve a chance de ter tudo que não vivera antes e até alimentar novos sonhos, aparentemente, impossíveis. E Jake não fica imune ao que acontece – e mais uma vez, a autora nos brinda com uma história “gente-como-a-gente” que não só vale a pena ler, como recomendar.

- Ah, claro, o radar de série disparou quando li o motivo pelo qual Emma e Jake se conheceram: as irmãs de ambos eram amigas. Lucy (irmã de Emma) e Sienna (irmã de Jake) não apenas são citadas, como aparecem na história. No entanto, nem no site da Natalie Anderson nem no Fantastic Fiction os livros são listados como série. Duas boas notícias: os três livros já foram lançados em Português e para poupar curiosidade, eis o LdM para ajudar!!!

1) Bedded by arrangement – 2008 – Acordo de Amantes – Paixão Sexy 11 - Emma Delaney e Jake Rendel

2) Mistress under contract – 2008 – Momentos Quentes – Modern Sexy 22 – Lucy Delaney e Daniel Graydon

3) Pleasured by secret millionaire – 2008 – Amante Secreto – Modern Sexy 26 – Sienna Rendel e Rhys Maitland (na contracapa da edição que tenho, erradamente, está o nome Hotly bedded, conveniently wedded, que é de um livro da Kate Hardy)

- Além disso, vale visitar o site oficial e um blog, página do livro, onde constam citações de reviews, que foi batizado como His mistress by arrangement nos Estados Unidos. Se quiserem, também é possível saber como segui-las nas redes sociais. :D

Bacci!!!

Beta
Reações:

5 comentários :

  1. Aiii depois dessa resenha, tive que ler né? rsrsrs

    Amei! Quero um Jake pra mim, tem como?

    Achei as atitudes da Emma bem reais e adorei ela ter contado que ia atrás dele!

    Enfim, ótimo livro!

    Obrigada pela dica

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Beta!

    Apesar de ser uma senhora muito bem casada e não compactuar de seus motivos escusos, se tiver um fã clube da Natalie Anderson tô dentro! kkkkk

    Como já disse várias vezes, a Natalie não me decepciona jamais. Os outros dois livros são o "must", com especial destaque para o "Momentos Quentes" que são quentes, mesmo! Aff... kkkkk

    Sempre vejo um livro dela, compro, não tem o que errar. Se essas capinhas fossem menos ridículas, talvez dessem mais valor ao conteúdo...

    Divirtam-se, meninas! Luca, Lorenzo, Jake, Daniel, Rhys, podem aumentar a lista! kkkkk

    Beijos,

    ResponderExcluir
  3. Adoro esse livro. Não tinha me tocado que faz parte de uma série, vou procurar os outros.
    Tô dentro do fã-clube!

    ResponderExcluir
  4. Adorei tanto esse livro que ele está guardado, não troco e não vendo! Também não havia me tocado que era uma série, agora vou ter que ir à procura dos outros!!!

    ResponderExcluir
  5. Que homem interessante, com uma idéia interessante e um nome interessante. Jakes fazem bem à saúde toda vez que um Jake aparece !

    ResponderExcluir