terça-feira, novembro 23, 2010


Os irmãos DeBurgh são uma das minhas séries favoritas! Este post é o fim de uma saga que começou há 1 ano e meio, quando eu escrevi para a Deborah Simmons e ela me respondeu!!! Afinal de contas, a Lidy tinha me contado que o livro do Reynold estava a caminho e eu queria ter certeza – sabe como é mineira, notícia boa demais a gente desconfia. E então, em julho deste ano, chegou a boa nova vinda dos States. E em outubro, via Twitter, a Virgínia disse que eu teria um novembro, mês do meu niver, mooooooooooooooooooito feliz: Reynold em Português nas bancas.

E quando esta resenha estava quase pronta, decidi escrever de novo para a Deborah Simmons, para contar que o livro tinha sido lançado em Português pela Harlequin e enviei uma foto da capa. Além de (muito cara de pau!!!) pedir que ela apresentasse o livro aqui no LdM! E, mais uma vez, ela me respondeu, dizendo que estava feliz pelo livro estar à venda no Brasil e escreveu o seguinte para quem visita o LdM! :D

Hello to all my wonderful readers in Brazil! Thank you for your patience in waiting for Reynold's story. When I conceived the idea of a family of knights living in Medieval England, I was thinking about a couple of books, perhaps a trilogy. I never would have dreamed that seventeen years later I would still be writing about the de Burgh brothers.
It had been a long time between visits to Campion for me, so I had fun getting to know the characters again while taking Reynold on his own adventure. I hope you enjoy his story as much as I enjoyed writing it.
And for those, like Roberta, who are impatient for news of the final de Burgh, I can tell you that I am working on Nicholas' book right now. I am really pleased with how the youngest member of the family has turned out. I think he just might be the best of them all. :)
Deb
www.DeborahSimmons.com
www.myspace.com/authordeborahsimmons
www.facebook.com/authordeborahsimmons

E se caso alguém ainda queira saber o que eu achei do livro... kkk

Reynold De Burgh: o Cavaleiro Negro – Deborah Simmons – Rainhas do Romance Histórico 08
(Reynold de Burgh: The Dark Knight – 2009 – Harlequin Historicals)
Personagens: Lady Sabina Saxon e Reynold de Burgh

“Você terá que matar um dragão, salvar uma donzela aflita e a herança dela.” Cansado de ver todos felizes em Campion e se sentir um peixe fora d’água, Reynold decidiu partir em peregrinação. Só não conseguiu sair sem ser visto, como pretendia, porque as irmãs L’Estrange providenciaram uma profecia e um escudeiro, não necessariamente nesta ordem, para acompanhá-lo em sua jornada. E por mais que ele não quisesse acreditar, o seu caminho o levou até Grim’s End, onde uma donzela aflita e outras quatro pessoas queriam se livrar da maldição de um dragão para recuperar o lugar. O estranho e sorumbático cavaleiro poderia ser a resposta às preces de Sabina: colocar fim à provação que estava transformando Grim’s End em uma cidade fantasma. E nada contra se, no meio do caminho, Reynold, e a donzela se encantassem mutuamente...

Comentários:

- Não será justo se você comparar este livro com o do Dunstan ou o do Geoffrey. Ele está mais para o clima do livro do Robin. Herói longe de casa, cercado por pessoas estranhas contando uma história mais estranha ainda: afinal de contas, que dragão seria esse que estava destruindo a vila que nunca foi visto? Onde um lagarto alado enorme conseguiria se esconder durante o dia. No entanto, os cinco sobreviventes estavam convictos de que precisavam ser libertados da maldição. E Sabina apelou ao juramento de cavaleiro de Reynold, que estava de passagem, para que ele resolvesse o problema.

- Reynold estava se sentindo sufocado pelo clima perpétuo e casadoiro de sua casa. Precisava fugir. Ele só não percebeu que o que o sufocava não estava entre as paredes do lar dos De Burgh, estava na cabeça dele. Por isso, os fantasmas de sua infância, da revolta de não ser/se sentir perfeito, de ter sido preterido aos irmãos por uma malinha do sexo feminino isso tudo o acompanhou e, em cada segundo da jornada, apesar de saber que ele teria que resolver sozinho, sempre recorreu às recordações de momentos com os irmãos. Sem contar o apoio moral do jovem escudeiro, Peregrine, capaz de dar bom dia a cavalo e não ter senso de desconfiança alheia, que sonhava com aventuras e fora preparado pelas irmãs L’Estrange especificamente para esta peregrinação – e acaba se revelando muito útil, mesmo em seus momentos de adolescente delirante.

- Então, por que não encarar o livro do Reynold como o conto de fadas da série De Burgh? Temos princesa aflita traumatizada, que guarda segredos, mas quer manter a herança da família; temos um vilarejo aterrorizado por um dragão, que precisava ser morto para libertar a todos e trazer a felicidade e a prosperidade de volta e temos o mais improvável dos príncipes, um homem lindo, que em 99% agia normalmente apesar do problema na perna (você vai notar que o maior problema dele está na cabeça e não na perna). Na busca por paz, Reynold foi forçado a finalmente se enxergar, ao auxiliar os outros. E não espere o “Trema, moça” do Dunstan ou a mente estrategista e charmosa de Geoffrey. Reynold é um lobo como os irmãos. Mas um lobo do jeito dele. Sabina não vai demorar a perceber que o jeito sorumbático e misterioso de Reynold era bastante atraente. E afinal de contas, como bem define Peregrine, “que belo par eles formam, achando que um não merece o outro!”

- Especial atenção quando acontece o encontro dos irmãos. É muito legal a interação entre eles. E ainda mais para quem, como eu, leu a saga desde mil novecentos e lá vai bolinha, perceber como Nicholas – o De Burgh observador e o último solteiro – cresceu e apareceu. Agora temos que esperar para ver o que as irmãs L’Estrange vão vaticinar sobre o futuro dele no livro que encerra a história desta família...

- Se está com curiosidade sobre o livro, outras informações sobre a edição brasileira aqui.

- Série Família de Burgh:
1. O Lobo Domado – Taming the Wolf (1995) – Marion Warenne e Dunstan de Burgh
2. O Anel de Noivado – The de Burgh Bride (1998) – Elene Fitzhugh e Geoffrey de Burgh
3. Coração de Guerreira – Robber Bride (1999) – Bethia Burnel e Simon de Burgh
4. Uma visita inesperada – The Unexpected Guess (1999) – Joy Thorncombe e Fawke de Burgh, conde de Campion
5. Um Lorde para Amar – My Lord de Burgh (2000) – Brighid l’Estrange e Stephen de Burgh
6. A Noviça de Burgh – My Lady de Burgh (2001) – Sybil e Robin de Burgh
7. O Cavaleiro Negro – The Dark Night (2009) – Sabina Sexton e Reynold de Burgh
8. O Último de Burgh – The Last de Burgh (2013) – Emily Montbard e Nicholas de Burgh

Além disso, fica a dica para ler o site da autora; as avaliações no GoodreadsFantastic Fiction autora e livro e os outros livros dela (e várias tietagens explícitas) no Literatura de Mulherzinha.

Bacci!!!

Beta
Reações:

16 comentários :

  1. Ai, eu já vi esse romace!
    Parece ser tudo de bom mesmo...
    Adorei seus comentários... vou procurar ler este o mais rápido possível!

    bjuss

    ResponderExcluir
  2. Beta, pestinha de uma figa !
    Oh, eu não acredito, tracinha faminta !
    Você já leu esse livro !

    ResponderExcluir
  3. Acabei de adquirir o meu de Burgh da vez e estou doidinha para ler. Ufa! Foi uma dificuldade achá-lo numa das bancas aqui perto, mas agora é só abrir e mergulhar mais uma vez neste mundo encantado. Obrigada por elucidar quanto ao Nicholas. Vamos torcer para que não demore tanto para esse livro chegar as nossas mãos. Beijinhos para todas as fãs desta íncrivel saga.
    PS: Deixei para ler seus comentários depois de ler o livro, para ver se concordo.

    ResponderExcluir
  4. Eu quero, amo essa família... estou ansiosa para comprar o meu...
    Adorei sua resenha, pena que você não traduziu a resposta da minha xará... eu que não sou boa em inglês, tive um trabalhão...rss

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  5. Beli,

    Como deu pra notar, sou suspeita pra falar, mas "tudo de bom" é pouco. Vale a pena ler a série inteira e, claro, ter o Reynold!

    Bacci!!!

    Beta

    ResponderExcluir
  6. Ciao, Sil de Polaris!!!

    Tracinha faminta?
    Já me chamaram de muuuuuita coisa na vida, mas tracinha faminta é a primeira vez... kkkkkkkkk

    Não só li como ainda consegui trocar e-mail com a autora. Às vezes, as coisas dão certo XD

    E o que você achou da resenha? E do livro, porque eu vi que você já comprou!!! XD

    ResponderExcluir
  7. Ciao, Gisella!

    Eu acredito que você não irá se arrepender. O livro é muito legal e traz mais detalhes a respeito desta saga que nós amamos de paixão!

    E assim que você ler o seu, volte aqui, comente e troque ideias ;) Estou aguardando a sua opinião.

    Bacci!!!

    ResponderExcluir
  8. Ciao, Debora!

    Não coloquei porque achei que a resenha ficaria simplesmente gigantesca (e já estava enorme kkk)

    A tradução livre do que a Deborah Simmons escreveu:

    "Olá a todas as minhas maravilhosas leitoras no Brasil! Obrigada pela paciência em esperar pela história do Reynold. Quando eu imaginei a ideia de uma família de cavaleiros vivendo na Inglaterra Medieval, estava pensando em dois livros, talvez uma trilogia. Nunca teria sonhado que dezessete anos depois eu ainda estaria escrevendo sobre os irmãos de Burgh.
    Passou um longo tempo entre as minhas visitas a Campion, então eu me diverti ao conhecer novamente os personagens enquanto levava Reynold a sua própria aventura. Espero que vocês aproveitem a sua história tanto quando eu gostei de escrevê-la.
    E para aquelas, como Roberta, que estão impacientes sobre as notícias a respeito do último de Burgh, eu posso contar que estou trabalhando no livro de Nicholas neste momento. E eu estou realmente satisfeita com desenvolvimento do mais novo membro da família. Eu acho que ele pode ser o melhor de todos. :)
    Deb"

    ResponderExcluir
  9. Beta, você sabe se a Deborah já está escrevendo o livro do Nicholas, o caçula dos De Burg e assim, completar a série???

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  10. Ciao, Yale!

    Pelo que ela disse no fim do recadinho, ela está escrevendo neste momento o livro do Nicholas. E disse que ele pode ser o melhor de todos. Vamos esperar e torcer pra chegar rápido!

    Bacci!!!

    ResponderExcluir
  11. Acabei de adquirir o meu de Burgh e que venha os outros kkkk quero ler todos.

    ResponderExcluir
  12. Uau!!!!!

    Isso é que é blogueira de prestígio, a resenha tem apresentação da própria autora!!!

    Que luxo!!!

    Bem, ainda nem sequer chegou o livro no jornaleiro aqui perto de casa, estou roxa prá ler e agora mais ainda!!!! Vou ter que tomar providências drásticas - rsrsrsrs!!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Sim, eu já comprei este livro, mas eu estou lendo outro livro então ainda não comecei a conhecer Reynold.

    Você foi chamada de tracinha faminta por mim porque eu vim para seu blog domingo de madrugada, toda orgulhosa, dizendo que eu já tinha comprado meu exemplar desse livro, para fazer inveja às outras fãs, mas o que encontro em um momento seguinte pouco depois ?! Beta postando resenha de Reynold porque ela tinha esse livro também QUE ELA JÁ TINHA LIDO !!! Já tinha até falado com Tia Deborah Simmons !!! OH, QUE COISA !!! ^^ Super Beta strikes again !!! (hihihi ...) Adorei sua resenha, querida ! Você colocou mais lenha nessa fogueira de minha vontade de ler esse livro !!!

    Um beijo, tracinha faminta !!!

    ResponderExcluir
  14. Oi, Beta! O meu livro chegou ontem, mas como estou na metade de outro, ele está me esperando no criado mudo, estou ansiosa, talvez até pause o outro só pra matar a minha curiosidade. Então provavelmente vamos ter o livro do Nicholas em 2012! Beijos

    ResponderExcluir
  15. Beta, só faço um senão ao livro: ele é casto demais, por sinal o mesmo defeito do livro anterior da Deborah, "Coração ferido". Para uma autora cuja grande característica foi os personagens não terem medo de expressar suas emoções quando amavam, achei essa mudança um tanto esquisita. Espero ver um pouco da antiga Deborah no livro do Nicholas.

    ResponderExcluir
  16. OMG... cada vez que leio uma resenha da série tenho mais certeza que preciso ler tudo logo.
    Vou ter que achar uma brecha na imensa lista de leitura para furar e fila.

    Adorei a resenha, bjs!!

    ResponderExcluir