segunda-feira, outubro 10, 2016

Ciao!!!


Imagem da capa: Romances in Pink 




*** FELIZ NORADAY!!!! ***

Sim, ainda estou na batalha para cumprir a promessa antiga de reler toda a série MacGregor e dar a cada livro o post que merece no Literatura de Mulherzinha (alguns já estão no Cap. 20). Sim, está levando mais tempo que o previsto, graças a lista eterna de pendências para serem resolvidas e também porque depois que finalmente fechei a série #MadreHooligan a confiscou.
Mas sou brasileira e escorpiana, não desisto nunca, nos intervalos da minha rotina insana, vou colocando em dia!

Jogo de Sedução – Nora Roberts
(Playing the Odds – 1985- Silhouette)
Personagens: Serena MacGregor e Justin Blade

Serena era a melhor crupiê de 21 do navio-cassino Celebration e aquela seria a sua última viagem. Após um ano de liberdade, havia finalmente encontrado o que queria fazer: investir no próprio cassino. Aliás, também encontrou um jogador que a desafiava e não só no jogo de cartas. Justin se sentiu atraído pela beleza, pela inteligência e por tudo que Serena era. Até perceber que o caminho dos dois não havia coincidido “por acaso” e que talvez fosse realmente uma excelente ideia.

Comentários:

- Serena era uma jovem brilhante, independente e determinada que queria descobrir o próprio destino. Tinha a sorte de ter o apoio de uma família que amava e compreendia o desejo de abrir caminho sozinha. Por isso, após se formar com honras, resolveu viajar e arrumou emprego em um navio-cassino, trabalhando como crupiê. Tinha desenvolvido a habilidade de ler as pessoas que jogavam com ela. Sabia reconhecer o perfil de cada uma. Até o dia que um homem lindo de olhos verdes misteriosos resolveu arriscar a sorte na sua mesa.

- Justin foi praticamente jogado dentro daquela viagem, para relaxar depois de construir um império a partir do nada, revertendo a expectativa do garoto mestiço que tinha tudo para dar errado. Agora depois de tanto trabalhar, foi convencido a fazer o cruzeiro antes de consolidar novos empreendimentos e partir para as próximas empreitadas. E foi quando conheceu uma linda mulher que o fez considerar pela primeira vez a possibilidade de um relacionamento. Como não era homem de desistir fácil, fez o possível para se aproximar e saber mais dela.

- Claro que ambos irão se sentir atraídos, confusos, duvidar do que está acontecendo porque, definitivamente, não estava nos planos de nenhum dos dois. Mas algumas coisas não tem explicação, parecem estar escrita. Da mesma forma como não conseguiriam fugir do que sentiam, teriam que enfrentar outros contratempos, inclusive quando o relacionamento se tornar um perigo para eles.

- É o livro que abre as portas para a série, a partir da trama da caçula da segunda geração dos MacGregor. Mas conhecemos Caine e Alan, os irmãos mais velhos. E acima de tudo, encontramos Anna, a brilhante cirurgiã e mãe devotada desta família e o impagável, charmoso, manipulador Daniel MacGregor, o patriarca, que tem olho clínico para “boas cepas” e empenhado em diminuir a preocupação de Anna, óbvio, com estes filhos que não se casam e não netos a ela!

- E reler a série me faz lamentar Nora não dar mais continuidade à série, por questões contratuais. Mas tem tudo que encontramos em outros livros dela: personagens que nos fazem apaixonar, com os quais a gente se importa. Momentos divertidos, momentos de tensão. Aquele clima de família delicioso de se acompanhar, várias vezes quis ser adotada pelos MacGregor, compartilhar os laços de fraternidade e de amor deles – mesmo “sob o risco” de Daniel me colocar na lista casamenteira (na atual conjuntura, depois de Santo Antônio relegar o arquivo com meu nome para a pilha do “ah, tá, talvez algum dia”, confesso que não reclamaria). Quem nunca? Que Daniel esteja por aí, a essa altura, casando os trinetos, já planejando as uniões das próximas gerações com 100% de acerto, enquanto fuma um daqueles charutos que mantém escondido de Anna. 

- Por isso e muito mais, vida longa à nossa Diva!

Série Os MacGregors (The MacGregors)
1. Jogo da Sedução Playingthe Odds (1985) – Serena MacGregor e Justin Blade 
2. Destino Tentador - Tempting Fate (1985) – Caine MacGregor e Diana Blade 
3. Orgulho e Paixão - All the Possibilities (1985) – Alan MacGregor e Shelby Campbell 
4. Encanto da Luz - One Man's Art (1985) – Genvieve Grandeau e Grant Campbell, 
5. Hoje e sempre - For Now, Forever (1987) – Anna Whitfield e Daniel MacGregor 
6. Rebelde – Rebellion (1988) – Serena MacGregor e Brigham Langston
7. Um mundo novo - In From the Cold (1990)
 – Allanna Flynn e Ian MacGregor 
8. Instinto do amor The MacGregor Brides (1997) - Julia, Gwen e Laura 
9. Beijos que conquistam The Winning Hand (1998) – Darcy Wallace e Robert MacGregor Blade 
10. Amor nunca é demais - The MacGregor Grooms (1998) – D.C., Duncan e Ian 
11. Um vizinho perfeito - The Perfect Neighbor
 (1999) – Cybil Campbell e Preston McQuinn

Reações:

Um comentário :

  1. Poxa, seu Blog é "arco-íris aos meus olhos" rs', que maravilha encontrar um alguém tão apaixonado por romances (e leituras, no geral) como eu! Pena que não tenho um terço do dom que vc tem em fazer resenhas, mas já me dou por feliz em ter paixão pela leitura. Li toda a série dos MacGregors (90℅ em ebooks) e é impossível não se apaixonar e nao ter aquela sensação de "quero mais". Daniel é ímpar, e realmente nos faz querer fazer parte do clã... Rsrs. Ainda tenho esperanças de ver novas histórias deles... Rsrs
    Amei seu Blog, parabéns!!

    ResponderExcluir