segunda-feira, abril 04, 2016

Ciao!!!!





E finalmente chegou o “último” livro dos Chatsfields. Já posso antecipar que um mistério não será desfeito. Mas prepara a pipoca para o confronto da herdeira contra o grego “gestor invasor”.

Herdeira Desafiadora – Lynn Raye Harris – Harlequin Paixão 21 (Hotel Chatsfield 4/4)
(Heiress’s Defiance - 2014 – MD Modern Hotel Continuity)
Personagens: Lucilla Chatsfield e Christos Giatrakos

Desde que Christos Giatrakos foi escolhido para reconduzir os Hoteis Chatsfield à glória, Lucilla Chatsfield se sentiu usurpada do cargo que seria seu de direito e por trabalho. No entanto, não deveria surpreender que o pai não confiasse nela. E muito menos assistir sem fazer nada o grego de passado misterioso e fama de implacável mandar e desmandar na vida de todos – inclusive a dela. Como tudo sempre pode ficar pior, surgiu uma inexplicada e incontrolável atração entre eles. Como resolver?

Comentários:

- Vamos voltar a falar do “vilão” da série: Gene Chatsfield foi abandonado pela esposa, ignorou os filhos, tomou decisões ruins sobre a própria empresa... E indicou um gestor grego conhecido pela capacidade de recuperar empresas em dificuldades. Aí o bonito encontrou uma nova esposa e foi ser feliz! E quem levou a culpa pelos problemas das empresas foram os filhos! Isso me irritou na série. Os herdeiros Chatsfields, interessados ou não na rede de hotéis, foram coagidos por Giatrakos para agirem em prol da empresa, sob ameaça de perder o fundo fiduciário. O motivo é que as maluquices dele retratadas na imprensa afetavam o nome da empresa. (Yep, mais um caso onde a credibilidade da imprensa de fofocas e dos paparazzi ganha uma relevância digna de nota). No fim das contas, bem ou mal, a pressão serviu para cada um dos herdeiros se confrontar com o passado ruim, resolver os traumas causados e finalmente serem felizes.

- Mas ainda falta Lucilla, que, junto com Antônio, eram os mais velhos e tentaram diminuir o impacto do caos na cabeça dos mais novos. Só que era pedir muito de dois adolescentes. No fim das contas, todos sofreram. Lucilla foi a filha que ficou, se capacitou para ser a herdeira que assumiria a empresa. E teve que ver o executivo assumir as rédeas de tudo e comandar as vidas de todos. E justamente no embate entre eles, o tempero da atração física complicava tudo.

- No entanto, Lucilla consegue um trunfo contra Christos Giatrakos e o pressiona a sair da empresa. No jogo de gato e rato, ele toma uma atitude impulsiva e viaja com ela (contra a vontade dela) para explicar o que ela não sabia sobre ele. A proximidade se torna um agravante na situação, porque ambos passam a se ver além dos pré-julgamentos do “carrasco grego” e da “herdeira mimada”. Os dois sofreram, foram muito magoados pelas pessoas que mais deveriam cuidar deles. Precisaram construir uma identidade para lutar por espaço e impor respeito no mundo. Ao aprofundar – mesmo sendo forçado a isso – o conhecimento um sobre o outro, os dois se tornam vulneráveis e acabam encontrando a força que precisavam para tomar as decisões que passam a considerar acertadas para a empresa e para eles.

- Moral da história: todos os herdeiros Chatsfield acharão seu rumo e Lucilla não será diferente. No entanto, uma coisa citada por eles em todos os livros não é solucionada na série. E achei que faltou um pedido expresso de desculpa de Gene Chatsfield. Ok, ele “aprendeu a lição” e está feliz com a nova esposa. Aham. A que custo? Os filhos estão felizes com os parceiros e parceiras que encontraram – aos troncos e barrancos – pressionados por Christos a agir como Chatsfields. Porque colocar Christos como “carrasco” para colocar bom senso é fácil. Difícil seria ouvir o estrago que ele causou nos herdeiros. Ele deveria ter conversado com cada um, deixado os filhos mostrarem como foram magoados por ele antes de dividir a culpa pela crise na empresa com eles. Talvez eu esteja querendo na ficção coisas que não ocorrem nem na vida real. De qualquer forma, sinceramente, para mim, o happy end não foi suficiente.

Série Hotel Chatsfield
0.5 – Rumores de Noivado - Engaged at the Chatsfield – Melanie Milburne - Juliet Montague e Marcus Bainbridge (prequel)
1 – O escândalo do sheik  Sheikh’ scandal – Lucy Monroe – Harlequin Paixão 18 (Hotel Chatsfield 1/4) - Aaliyah Amari e sheik Sayed Bin Falah al Zeena, emir de Zeena Sahra
2 – A lição de um playboy – Playboy’s lesson – Melanie Milburne – Harlequin Paixão 18 (Hotel Chatsfield 1/4) – princesa Charlotte de Chavelier, princesa de Preitalle e Lucca Chatsfield
3 – Aposta na paixão  Socialite’s Gamble - Michelle Conder – Harlequin Paixão 19 (Hotel Chatsfield 2/4) – Cara Chatsfield e Aidan Kelly
4  Sombras de um segredo  Billionaire’s Secret – Chantelle Shaw - Harlequin Paixão 19 (Hotel Chatsfield 2/4) – Sophie Ashdown e Nicolo Chatsfield
5 – O preço da tentação Tycoon’s Temptation - Trish Morey – Harlequin Paixão 20 (Hotel Chatsfield 3/4) – Holly Purman e Franco Chatsfield
6 – Sedução entre rivais Rival’s Challenge - Abby Green – Harlequin Paixão 20 (Hotel Chatsfield 3/4) – Orla Kennedy e Antonio Chatsfield
7 – Acordo com um rebelde – Rebel’s Bargain – Annie West - Harlequin Paixão 21 (Hotel Chatsfield 4/4) – Poppy Graham e Orsino Chatsfield
8 – Herdeira desafiadora – Heiress’s Defiance - Lynn Raye Harris – Harlequin Paixão 21 (Hotel Chatsfield 4/4) – Lucilla Chatsfield e Christos Giatrakos
* Estes oito livros foram lançados com o mesmo padrão de capa. No entanto, o Goodreads enumera mais uma história intermediária e outras cinco já lançadas no Paixão e mais duas previstas.


Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Oh, um carrasco grego contra uma herdeira mimada: maravilha !!! Ok: todos seus romances desta série foram lidos e revelados para nós por você, então talvez fosse muito bom se eu relesse suas postagens a respeito para resolver de uma vez por todas se eu tenho mesmo intenção de comprá-los para mim também. Uma forma inteligente e interessante, modéstia às favas, de solucionar minha dúvida desta semana sobre leitura.

    ResponderExcluir