domingo, outubro 07, 2012

Ciao!!!



É o primeiro livro de uma série histórica, passada na Regência, mas com toques de locais exóticos. Uma leitura muito agradável de uma autora que eu ainda não conhecia.

Vidas em Jogo – Louise Allen – Harlequin Históricos 99 (Perigo & Desejo 1/2)
(Ravished by the rake – 2011 – Mills & Boon Historical Romance)
Personagens: lady Perdita Brooke e Alistair Lyndon

Finalmente era hora de Perdita voltar para a casa, após o exílio na Índia por ter se envolvido em um escândalo. Ela acabou reencontrando Alistair, o vizinho por quem sempre tinha sido apaixonada. Agora, oito anos depois da última vez que se viram, ele estava ainda mais lindo e sedutor... e nem a reconheceu! Quando Alistair percebeu que a vizinha magricela e irritante tinha crescido e se tornado sedutora, achou que seria um atrativo a mais para a viagem. Só que três meses em um navio podem fazer muita diferença...

Comentários:

- Gente, meus respeitos à Lady Perdita Brooke. Mente aguçada, não teme fofoqueiros, valente, corajosa, fez uma atitude impulsiva (oficialmente, porque houve uma extraoficial que apenas ela sabe) e pagou o preço disso. Heroína sem frescura, do jeito que gosto.

- E que vergonha o protagonista, Alastair Lyndon. Ficou atiçando a mocinha porque os boatos diziam que ela não era mais virgem. Então, perfeita para ser AMANTE dele, que pretendia se casar com uma dócil rosa inglesa, educada e submissa. Sem a personalidade forte e vibrante de Dita. Ah, ele nem disfarça isso. E ainda estressa quando ela se recusa (ÓBVIO) e fica espantando os possíveis pretendentes. É mole? #porradafeelings (ando em um surto escorpiano violento).

- Gostei do livro começar na Índia. Foi basicamente o roteiro inverso do primeiro romance que li, Ilusões de Amor (onde a trama começa na Inglaterra e vai até a Índia). Achei que a viagem no navio seria chata (ainda mais porque a história se passa em 1808 – esqueça a riqueza do cruzeiro do Roberto Carlos. As condições descritas aqui – chiquérrimas da época – eram para valentes), mas não foi. A autora conseguiu movimentar a trama mesmo em um cenário restrito. E fez a gente se cativar por outros personagens, que convivem com os protagonistas e acompanham/interferem na história deles. Você se vê torcendo por todos e querendo saber mais sobre eles (o que será possível nos outros livros). Uma parte do livro me deixou triste, entendo que era uma decisão necessária para a trama, mas confesso que não gostei (sim, momento possessiva com personagens alheios).

- Enfim, temos a história de uma mulher que quer ser amada e não sabe se o homem por quem sempre foi apaixonada é capaz disso. Como não vai aceitar menos (no que ela está certíssima), Dita não cede de vez às investidas de Alastair, que insiste, insiste, insiste... Afinal de contas, sabe como são alguns tipos de homens, a ficha só cai quando eles estão REALMENTE ameaçados de perder. (Mas ainda acho que Alastair merecia umas kabongadas porque Dita, desonrada ou não, é muita areia para o caminhãozinho de kinder ovo dele).

- Atenção revisão: é VIAGEM, não VIAJEM. Tá na página 91. Este é um dos erros que berram diante dos meus olhos e dói muito de ver.

- A série Perigo & Desejo foi anunciada com dois livros, ambos já publicados. Mas, na verdade, possui três histórias:
1. Ravished by the rake – 2011 – Vidas em Jogo – lady Perdita Brooke e Alistair Lyndon
2. Seduced by the scoundrel – 2011 - Seduzida pelo Risco – Lady Averil Heydon e Luc d’Aunay
3. Married to a stranger – 2011 – não publicado no Brasil – Sophia Langley e Callum Chatterton (por favor, Harlequin, estou MORRENDO de curiosidade de saber o que acontece com Callum. Publica, vai!!!)

- Linkitos: em Português, temos post no Romances in Pink. Em Inglês, temos informações na página oficial da autora, onde há a página dos livros dela (e uma específica sobre o livro), no Fiction DB, no Fantastic Fiction há página para a autora e para o livro; no Goodreads, além de reviews no Rakehell, Cataromance.

Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :