sábado, junho 11, 2011




Graças ao ano passado, este tema deixou de ser “tabuzinho” aqui no Literatura de Mulherzinha. Por alguma razão (provavelmente, deve ser cisma minha), não gostava de livros com personagens sobrenaturais (um ou outro tema até ia: viagem no tempo, bruxaria), mas no geral fugia deste tipo de história. E agora estou me adaptando aos poucos e a escolha deste mês para a Maratona de Banca contribuiu para esse processo continuar em 2011.

*** E eu acho que a Lidy vai aprovar a escolha***

A Maldição da Lua Ronda Thompson  Bianca Romance Místico 868 (Wild Wulfs of London 1)
(The Dark One – 2005 – St. Martin’s Press)
Personagens: Rosalind Rutherford e Armond Wulf

A única forma de fugir dos maus tratos e dos planos do meio-irmão era se envolvendo em um escândalo. Por isso, Rosalind aproveitou o baile para se aproximar do homem que era proibido para todas as moças de família interessadas em bons casamentos: Armond Wulf. Com o estigma da loucura pairando sobre ele e os irmãos, poucos se aproximavam. Mas aquela jovem audaciosa e tímida, o encantou. Por mais que ele fizesse o possível para afastá-la, os caminhos continuavam se cruzando. Afinal de contas, mulheres estavam sendo assassinadas e alguém queria fazer crer que Armond era o culpado. E claro que, em um momento, Armond se sentirá compelido a protegê-la, o que coloca a tentação na porta ao lado...

Comentários:

- Aham. Eu comentei aqui que tenho simpatia por histórias de lobisomens. Acho que rende tramas mais interessantes “eu e a fera dentro de mim”. Com o tempero histórico, ou seja, todas as restrições de comportamento possíveis em 1821 na Inglaterra... No caso, temos um homem lindo, intenso, selvagem sob aquela capa de civilidade, cavaleiro e honrado. Ele sabe que é atração nos ambientes que freqüenta por conta da má fama da família. Para agravar, recentemente, uma mulher tinha sido encontrada morta na propriedade dos Wulf. E sabem como é, basta colocar uma placa de “proibido para damas de boas famílias” que se torna atrativo para todas as moças. E alguma, mais audaciosa (ou desesperada, como Rosalind), tem coragem de brincar com fogo, sair chamuscada (confusa e menos inocente), ainda ameaçada pelo irmão-monstro e ainda mais curiosa do que o passeio com o Conde Wulf lhe proporcionou.

- Temos um herói torturado. Ele reforça que é amaldiçoado, embora o livro não explique de cara o que seria a maldição, a gente já sabe porque a capa entrega XD Teme os efeitos da maldição sobre ele e, à medida que se encanta e se apaixona, por ela também. Sabe que a maldição destruiu os pais dele e não quer o mesmo destino. E temos uma heroína à altura, que se coloca em risco pelos outros, que age para se salvar (que devia ouvir o que Armond disse, teria evitado alguns problemas), que desafia o irmão nojento para escapar de um casamento com um ser asqueroso, que quer seduzir o marido mesmo sem ter esta noção exata do que fazer. E a moça é audaciosa – ajudar no banho do marido é tudo, menos inocente XD

- E os vilões criados por Ronda Thompson me lembraram os piores exemplares criados pela Hannah Howell, aqueles que causam arrepios e calafrios e que te deixam com vontade irresistível de fazer justiça com as próprias mãos. Com todos estes elementos, não tinha como este livro ser ruim, né?

- Como a Lidy cansou de me avisar (e com ajuda da Andrea), é o livro que abre uma série dos Selvagens Wulf de Londres. Olhei a página da autora no Fantastic Fiction e encontrei a seguinte lista

Wild Wulfs of London

- The Dark One - A Maldição da Lua - Bianca 868
- The Untamed One - Feitiço da Lua - Bianca 854
- The Cursed One - O Príncipe e o Lobo - Bianca 864

Vamos ver de quanto tempo precisarei para ler os outros? Oremos!!!

E a nota triste deste post é que fui pesquisar se a autora tinha um site oficial, como sempre faço. Acabei descobrindo que Ronda Thompson morreu há quase quatro anos. Por isso, passar para frente a recomendação dos livros dela para quem, como eu, não conhecia, suponho que seja uma excelente forma de tributo.

Bacci!!!

Beta
Reações:

6 comentários :

  1. Ai... sobrenatural em romance de banca?! >.< Pode até ser muito legal... mas acho que não é o que eu estou buscando nesse momento...

    ResponderExcluir
  2. Oi Beta!

    Essa série é a melhor em relação aos místicos...

    Realmente vale a pena ler!

    Lembro que quando li... usei como trilha sonora uma música da Kelly Clarkson "Before your love"... e que quando olhei a tradução, fikei pasma como casava com a trama da história.

    Uma pena que a edição lançada no Brasil... está muito mutilada...snifff

    Bjos
    Mara

    ResponderExcluir
  3. Oi, Beta!

    Até que enfim um dos irmãos Wulf estréia no LdM!!!!
    Adorei esse livro, principalmente a parte final. Que demonstração de amor a dela, hein? Eu não sei se teria saído correndo...

    Não posso falar mais, senão estraga, mas adooorooo um sobrenatural! kkkkk

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Uma trilogia que faz parte de minha pilha de leitura a fazer tem algum tempo ! ^^ Peninha R.T. haver falecido !

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li mas já ouvi falar muito bem dos Wulf hauahauha =P

    teh mais

    ResponderExcluir
  6. Esse parece ser interessante. E como sempre a mocinha sempre busca o perigo...
    Também tenho uma simpatia por histórias de lobisomens, rs

    ResponderExcluir