sexta-feira, abril 15, 2011

Imagem do site LeYa

Imagem do site Paixão por Livros

Ok, não sigo a doutrina espírita, mas este livro virou um caso de “o acaso não existe”, mesmo! No dia do pagamento, como prêmio por não ter surtado ou deixado à solta o Dexter que há em mim, fui à Saraiva me dar livros de presente. Comprei o “Afinal, o que querem as mulheres?” (adorei a série) e trouxe também o “Quem derrubou João Saldanha”. Mas até chegar a apenas dois foi uma luta. Peguei um da Marian Keyes, que acabou ficando pra trás (questões orçamentárias – ou para ser mais clara, não era nem para eu ter comprado os dois que estava levando, imagine chutar o balde e estourar a conta em excesso?) e fiquei um tempão com este “A Vidente” na mão. Até que desisti e voltei para casa...

... onde me esperava uma caixa com livros e uma cartinha da Andrea, dizendo o que tinha achado das histórias que estava me mandando e encerrando com o seguinte P.S.: “Tem surpresa!!!” Quando mexi na caixa e descobri qual livro era a surpresa, nem acreditei!

A vidente – Hannah Howell – Lua de Papel
(If he’s wicked - 2009 - Kensington)
Personagens: Chloe Wherlocke e Conde Julian Kenwood

Chloe não teve escolha: o destino quis que ela fosse parte da arriscada missão de salvar a Julian de se tornar vítima das pessoas que queriam matá-lo e não hesitariam um instante para conseguir isso. Julian achou que tinha chegado ao fundo do poço. Então encontrou Chloe, que se tornou a luz da possível esperança, algo que ele achava que nunca mais fosse sentir em sua vida. Agora que sabia da cruel trama contra si, lutaria com todas as forças contra os seus inimigos pela liberdade e proteção das pessoas queridas, além de recuperar o poder de amar normalmente.

Comentários:

- É Hannah Howell. Podem esperar por – porque vão encontrar – personagens cercadas por famílias enormes, onde se amam, se protegem, se entendem apesar das suas características “incomuns” e prontos para lidarem com as “maçãs podres” e com os inimigos. Espere vilões malvados, dispostos a remover quem se atreve a ficar no caminho deles rumo ao objetivo. Espere coadjuvantes que vão chamar a atenção (ainda mais se você for do tipo curioso compulsivo, como eu kkk). Espere humor (mesmo quando não parecer possível), mistério e romance. Heróis valentes e mocinhas corajosas (cada qual à sua maneira) e muito curiosas (sim, aquele tipo específico de curiosidade que você está pensando).

- A diferença é que, desta vez, não estamos na Escócia e sim na Inglaterra. A trama traz os personagens envolvidos em espionagens, mistério e uma certa dose de misticismo – tempero para a tradicional motivação de inveja e ganância. O herói precisa da redenção e sobreviver aos perigos – é uma longa jornada. O legal é que Julian não é uma daquelas criaturas tapadas nas quais às vezes a gente esbarra por aí. Ele entende onde errou, o que precisa fazer e a aproximação entre ele e Chloe, por mais inacreditável que seja a trama onde estão envolvidos (poucos acreditariam nos Wherlocke em situação parecida), não soa forçada. E, cá entre nós, se eu tivesse o dom de Chloe, não daria conta – sou excessivamente medrosa!

- Ah, só pra constar, eu me apaixonei pelos Wherlockes e Vaughns e seus dons/maldições (como Bened e Modred). Confesso que queria um livro para cada um, para entender melhor como cada um lida com o dom com o qual nasceu. E Lady Marston é uma figura e tanto! Adorei todas as cenas dela kkk

- Não espere encontrar as características marcantes e charmosas da Saga das Terras Altas (pausa - se você colocar no Google "Hannah Howell livros" o LdM é a PRIMEIRA referência!!! *explodindo de orgulho*). É bem diferente, apesar das semelhanças naturais porque compartilham a mesma autora. Ai vai do gosto de cada um. Eu confesso: eu gostei!

- Pra variar , o livro faz parte de uma trilogia – só quero ver como Hannah Howell vai solucionar a vida de todos da família de coelhos (só lendo para entender a piada) em outras 2 histórias: If he’s sinful (A Sensitiva – próximo lançamento) e If he’s wild (ainda sem tradução em Português). E no site da autora, entre as várias atrativas informações da página principal, há o detalhe que "A Vidente" está em 88º lugar entre os 150 best sellers nos EUA.

Bacci!!!

Beta
Reações:

7 comentários :

  1. Esse livro tá me perseguindo, o vejo em todo lugar, é incrível. Será um sinal?...
    Fica feliz Beta, em muitas buscas que eu faço de livros o LdM aparece logo de cara no Google XD

    ResponderExcluir
  2. Adorei... Foi um dos livros que comprei num impulso igual vc descreveu no começo...rs!
    Recomendo...
    Ps.: Lady Marston tbm é minha preferida do livro...!

    ResponderExcluir
  3. Estou lendo agora e adorando, apesar de estar no início ainda.
    Ate agora estou achando um tanto lento, mas tem passagens imperdíveis.
    Bjkas!!!

    Monique Martins
    MoniqueMar
    @moniquemar

    ResponderExcluir
  4. Este livro está em banca atualmente ? Meu namorado disse tê-lo visto em Manaus, mas eu não vi nada em São Paulo. Ele reconheceu nome de Hannah Howell ! ^^

    ResponderExcluir
  5. Adorei o livro. Sou fã de carteirinha da HH e acho que tenho todos os lançados no Brasil. Minha única dúvida - e tormento - é saber quando serão lançados os próximos. No finalzinho de A Vidente vem um trechinho de A Sensitiva só para gente ficar babando. Se alguém souber quando a Lua de Papel irá disponibilizá-lo, por favor, avise. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  6. Beta,

    Foi um prazer poder dar esse presente de aniversário de blog. Você merece e ainda retorna com resenhas ótimas!!!!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. aaa eu quero muito A Vidente – Hannah Howell *--*'

    ResponderExcluir