quinta-feira, fevereiro 17, 2011

Ciao!!!

Mais uma vez, irei abusar do conhecimento profundo do Renan sobre a vasta obra de Diana Palmer. Em janeiro, ele publicou uma lista na comunidade Adoro Romances, no Orkut, dos 11+/11- mocinhos da autora (e com conhecimento de causa, porque ele é o maior Palmerologista/Palmerólogo que eu conheço) e me autorizou a republicar aqui.
Mais recentemente, ele fez mais TRÊS listas, que irei publicar separadamente para que possamos comentar com calma.

AS 11 PIORES VILÃS:

1º - SILVIA WEBB (“A última chance”) – com claros traços de psicopatia e outros desvios mentais, a mulher de Bib Webb se casou com ele após fingir uma gravidez (com conseqüente “aborto natural”) só para ficar com seu dinheiro. Sem dúvida a mais perigosa das vilãs da autora, não estava interessada no mocinho Marc Brannon mas tentou difamar a mocinha, Josie Langley, era amante de um bandido e fez questão de acompanhar a tortura e assassinato de duas testemunhas de um crime que o casal investigava, incluindo uma senhora idosa. Mais tarde, revelou que vira o pai matar o próprio irmão durante uma surra, como se achasse aquilo natural, até que foi presa e abandonada pelo amante.

2º - JULIE MERRILL (“Renegado”, “A tentação do desejo” e “Feridas de amor”) – só o fato de ser a vilã em três livros mostra o quanto a filha do senador Merrill é detestável: entre alguns de seus pecados, estão o fato de ter conspirado para destituir Cash Grier quando ele prendeu seu pai, ter tentado difamar Calhoun Bellanguer, Libby Collins e Blake Kemp, ser responsável pela morte da falecida noiva deste, integrar uma rede criminosa, executar a hipoteca dos irmãos Collins e tentar incendiar a casa deles para prejudicar Libby, com quem competia por Jordan Powell (sem mencionar a ocasião em que a humilhou em pleno fórum e o “noivinho” não fez nada). Ainda bem que a justiça foi feita, no fim das contas.

3º - ROXANE DELUCA (“Doce desejo”) – outra do time das “perigosas”. Filha e cúmplice de um mafioso, sua quadrilha foi a responsável pela morte do irmão de Marcus Carrera, e mais tarde tentou seduzi-lo para eliminá-lo, pelo menos duas vezes. Entre seus crimes, além dos já citados, também se poderia elencar o aborto sofrido por Delia.

4º - JANET COLLINS (“A tentação do desejo”, “Feridas de amor”) – ambiciosa e cruel, envenenou o amante, Arthur Hardy, pai de Violet, falsificou o testamento do marido, Riddle Collins, para ficar com seus bens, e roubou dinheiro das duas famílias.

5º - BELLA JEAN (“Avassalador”) – a irritante e fútil miss qualquer coisa olhava para as pessoas “de cima” e depois de humilhar Tellie tratando-a como uma mera criada ainda fez o favor de “refrescar’ a memória dela sobre a crueldade de J.B., com quem estava saindo, para afastá-la dele. Era a típica personagem que não tinha nada na cabeça, mas era má o suficiente para destilar veneno quando abria a boca.

6º - TESSA (“Heather’s song”) – interessada em seu vizinho Cole Everett (mais especificamente, no dinheiro dele), era capaz de tudo para afastá-lo de Heather Shaw, a ponto de dizer (primeiro a ele, que caiu no golpe por um tempo mas depois descobriu a verdade, e depois a ela) que a moça era filha do pai dele.

7º - MISTY HARRIS (“Coração de pedra”) – além de envolvida na rede regional de narcotráfico, a ex-noiva de Boone Sinclair recorreu a golpes sujos para tentar reavê-lo, inclusive falsificar uma foto onde Keely Welsh, sua rival, aparecia num ménage a trois com o irmão de Boone e outra mulher.

8º - JAQUI JONES (“O homem da lei”) – a corretora de imóveis era uma notória interesseira que dava em cima de homens casados e resolveu se “escorar” em Garon Grier. Além de ter se deliciado com as ocasiões em que Grace Carver foi humilhada, fazia questão de ligar para ela depois dela ter se casado com Garon e atestar que era sua amante e ele se divorciaria dela quando o bebê nascesse.

9º - AUDREY GANNON (“Rosa de papel”) – a socialite estava obcecada por Tate Winthrop e fez de tudo para afastá-lo de Cecily, chegando a revelar que foi ele quem pagou seus estudos, atendendo o telefone dele em seu apartamento para fingir intimidade e até dizendo que eles estavam noivos, com direito a uma cópia falsificada do anel dele. Foi burrice do cara não perceber que ela era uma peste.

10º - JILL SINCLAIR (“Sempre te amei”) – cobra criada e disposta a conquistar Simon Hart, usou de mentiras e subterfúgios para afastar Tina Beck dele, incluindo espalhar que ela tentara o suicídio por causa dele na coluna que escrevia num jornal. Mas nada que uma xícara e um bule fumegante não resolvam!

11º - MIRIAM (“Rendição ao desejo”) – depois de aproveitar uma época de fragilidade de Ethan Hardeman, fingiu estar grávida para se casar com ele, e durante o casamento o traiu com meio mundo. Não obstante, quando ficou grávida de outro, tentou reconquistá-lo, chegando a caluniar Arabella Craig, a quem culpava (!!!) pelo fracasso de seu casamento. Mais tarde, “redimiu-se”, dizendo que virou uma ‘femme fatale’ após uma desilusão amorosa na adolescência, mas não me convenceu.

Pois é, podem comentar à vontade. :)

Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Mas claro que sua primeiríssima vilã de Diana Palmer (que eu nunca li porque nunca senti vontade de ler qualquer livro de sua autoria baseada em suas sinopses) tinha de ser minha xará exatinha: Silvia.


    Se bem que meu nome tem um acento agudo em seu primeiro I: Sílvia.


    Zeus, francamente ! ¬¬ (hihihi ...)

    ResponderExcluir