terça-feira, julho 18, 2017

Ciao!

Quem acompanha o Literatura de Mulherzinha, sabe que eu sou um caso um pouco perdido quando o moço Dan Brown resolve colocar o professor Robert Langdon em outro pique-pega para evitar o fim do mundo como o conhecemos.

Quem acompanha o Facebook do Literatura de Mulherzinha, deve ter me acompanhando surtando alegremente quando o autor anunciou o novo livro dele com o meu personagem favorito: Origem.

Pois bem, e a Editora Arqueiro já colocou na aba de "próximos lançamentos", a capa brasileira e algumas informações sobre a versão brasileira, que tem lançamento previsto para o dia 3 de outubro.


Origem
DE ONDE VIEMOS? PARA ONDE VAMOS?

Robert Langdon, o famoso professor de Simbologia de Harvard, chega ao ultramoderno Museu Guggenheim de Bilbao para assistir a uma apresentação sobre uma grande descoberta que promete “mudar para sempre o papel da ciência”.

O anfitrião da noite é o futurólogo bilionário Edmond Kirsch, de 40 anos, que se tornou conhecido mundialmente por suas previsões audaciosas e invenções de alta tecnologia. Um dos primeiros alunos de Langdon em Harvard, há 20 anos, agora ele está prestes a revelar uma incrível revolução no conhecimento… algo que vai responder a duas perguntas fundamentais da existência humana.

Os convidados ficam hipnotizados pela apresentação, mas Langdon logo percebe que ela será muito mais controversa do que poderia imaginar. De repente, a noite meticulosamente orquestrada se transforma em um caos, e a preciosa descoberta de Kirsch corre o risco de ser perdida para sempre.

Diante de uma ameaça iminente, Langdon tenta uma fuga desesperada de Bilbao ao lado de Ambra Vidal, a elegante diretora do museu que trabalhou na montagem do evento. Juntos seguem para Barcelona à procura de uma senha que ajudará a desvendar o segredo de Edmond Kirsch.

Em meio a fatos históricos ocultos e extremismo religioso, Robert e Ambra precisam escapar de um inimigo atormentado cujo poder de saber tudo parece emanar do Palácio Real da Espanha. Alguém que não hesitará diante de nada para silenciar o futurólogo.

Numa jornada marcada por obras de arte moderna e símbolos enigmáticos, os dois encontram pistas que vão deixá-los cara a cara com a chocante revelação de Kirsch… e com a verdade espantosa que ignoramos durante tanto tempo.

***

Este homem deve estar me espionando. Só pode.
Depois de explodir com meu artista favorito (Leonardo da Vinci); arrumar um pique-pega em Roma e no Vaticano e ir pra cidade que mais amo no mundo (Florença, ponto de partida de Inferno) - ele vai para outro país que amo de paixão - Espanha.

Para quem não conhece ou está perdido, esta é a ordem das obras protagonizadas por Robert Langdon:

1 - Anjos e Demônios - apesar do festival de coisas surreais, é meu #2
2 - Código da Vinci - o que virou best seller
3 - O símbolo perdido - foi o livro de que menos gostei
4 - Inferno - meu favorito por motivos de: Florença
5 - Origem - vamos ver onde entra na lista

E o Dan Brown publicou este booktrailer no Facebook:



Agora vou tentar fugir de quaisquer informações extras para me divertir com o livro em outubro. 

Bacci!!!

Beta

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário