quarta-feira, abril 26, 2017

Ciao!!!




Este é um puro Julia James, com teor mais leve, mas tão bom quanto os outros. Praticamente um conto de fadas ao modo da autora.

A outra história deste livro é A Serviço da Paixão, Susan Stephens

Descoberta do Desejo – Julia James – Harlequin Jessica 2 Histórias 280 (Sentimento & Atração)
(A Cinderella for the Greek – 2016 – Mills & Boon Modern Romance)
Personagens: Ellen Mountford e Max Vasilikos

Ellen estava disposta a lutar enquanto fosse possível para manter Haughton, contra o desejo da madrasta e da filha dela que queriam vender para ficar com o dinheiro. E encontraram no milionário Max Vasilikos o candidato perfeito. Ele tinha outros planos para o imóvel no interior da Inglaterra até ver e se apaixonar pelo lugar e perceber que seria ideal para ele morar. Só teria que fazer Ellen entender que havia um mundo muito maior para explorar e deixar Haughton para ele.

Comentários:

- Jovem tem a vida mudada depois que o pai se casa pela segunda vez e a madastra e a enteada resolvem infernizá-la. Parece familiar? Sim, Julia James resolveu escrever uma versão moderna de Cinderella. O clima de conto de fadas explica o fato do protagonista não ser um ogro 100% tapado capaz de atitudes atrozes – Sim, estou me referindo a Beijo Fatal. Porque em outros livros da autora, sabemos que o protagonista masculino é capaz de ser cego, omisso, cruel e depois ter que rastejar para conseguir ser perdoado. O amor o redime – em alguns casos nem sei se isso seria possível na vida real, mas como é ficção, ok, deixa rolar.

- Aqui, não. Max queria Haughton e, ao conhecer o imóvel, entendeu que não poderia viver em outro lugar. Ali seria a casa da família dele, algo que escondeu de si mesmo que queria, desde que deixou a vida miserável na Grécia sem olhar para trás. Ao ser informado de que a compra poderia emperrar por causa de Ellen, decidiu entendê-la e mostrar que o mundo era muito maior além dos jardins da propriedade. Sim, ele é grego. Sim, ele é rico. Sim, ele teve sentimentos e empatia por Ellen (e desejo também, ainda mais ao descobrir que ela não era como ele achava).

- Ellen trabalhava como professora em uma escola local, se dedicava ao trabalho voluntário com crianças carentes e tinha como meta lutar pela posse de Haughton, a casa onde crescera. Sendo dona de 1/3 da propriedade, poderia atrasar o máximo que pudesse o interesse da madrasta e da filha dela em se livrar do imóvel, pegar o dinheiro e ir esbanjar em algum lugar do mundo. A imagem que tinha de si mesma era péssima, após anos sendo lembrada de que a Chloe era a bela enquanto ela era “um elefante” por ser alta e corpulenta.

- É uma história sobre a jovem redescobrir a si mesma após anos ouvindo como era inadequada e sendo motivo de chacota e vendo tudo que pertenceu à sua família desmanchando sob a ganância das duas. Graças ao apoio de Max, ela percebe tudo que deixou de ver sobre si mesma e passa a se compreender de forma mais saudável como pessoa. Mas ter uma visão mais plena de si mesma a levaria a abrir mão de Haughton? Ou descobrir todas as verdades sobre os bastidores da família levaria Max a rever os planos?

- Em uma história romântica, sexy, simples, a gente entende como às vezes deixamos que os outros comandem e interfiram demais na nossa vida. E o quanto a gente pode ficar melhor quando assume as rédeas.


Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Ah, eu adorei esse nome dela e eu adorei esse nome dele, assim como eu odiei essa madrasta traste e essa meia-irmã traste, não tendo muita simpatia por esse grego intrometido em seu início. Como assim ele teria de fazê-la ver que esse mundo era muito maior que sua propriedade ?! ERA CASA DELA, INFERNO !!! UMA CASA QUE ELA NÃO QUERIA VENDER !!! Eu tenho raiva fatal desse tipo de atitude alheia para com outros !!!

    Um príncipe não muito encantado vindo de terras gregas para ela, ora essa !!! Ainda bem que ele apaixonou-se pela propriedade e não quis arrasá-la, para torná-la um ninho para sua família. Mas querer obrigar alguém a uma venda indesejada para aquelas duas trastezinhas terem com que espojar-se à toa por aí era demais !!! Ótimo sua autora tê-lo feito olhar novamente pra dona oficial desse lugar para perder-se !!!

    ResponderExcluir