quarta-feira, fevereiro 08, 2017

Ciao!!!



Capas brasileiras: Nora Roberts Brasil





Posso ser sincera com vocês? Quando vi o resumo, tive uma ideia da história e vi quem era a autora fiquei muito empolgada em ler o livro.
Até perceber que, para ser gentil, Nora escreveu este livro com sono... Muito sono.

Mundo Encantado – Nora Roberts - Coleção Primeiros Sucessos 7
(Treasures lost, treasures found – 1986 – Silhouette Intimate Moments)
Personagens: Kate Hardesty e Ky Silver

Ainda lidando com os sentimentos causados pela morte do pai, Kate encontrou anotações e o projeto que levava à localização de um tesouro na costa da Carolina do Norte. Disposta a fechar essa jornada que ele deixou incompleta, ela aproveitou os planos dele para retornar à ilha de Ocracoke, para achar o tesouro e tentar fechar um capítulo do passado. No entanto, Ky não estava disposto a facilitar as coisas. Ele deixou Kate partir antes, mas agora estava disposto a lutar contra tudo e todos – inclusive ela, para ter um desfecho diferente.

Comentários:

- Caça ao tesouro no fundo do mar! Amantes magoados que se reencontram! Foi o que eu pensei quando peguei este livro pra ler. Aí aconteceram duas coisas: a primeira, eu tive uma semana daquelas, onde você mal tem tempo para qualquer outra coisa. A segunda, o livro não andava. Eu lia, lia, lia e a história estava mais no lenga-lenga da discussão de relacionamento (DR) do casal que na caça ao tesouro no fundo do mar.

- Kate sempre foi dominada pelo pai, sempre se esforçou para fazer o que ele queria, em busca de amor e carinho, mas conseguiu, quando muito, um singelo reconhecimento ao atingir a meta que ele estipulou para ela. E Ky foi o primeiro amor, o homem por quem ela quase quebrou este círculo, até perceber – graças à intervenção paterna – de que ele não estaria à altura do destino dela de ser uma catedrática em Yale.

- Ky se ressentiu muito de ter se apaixonado e de ter sido largado. Ele queria que ela abandonasse tudo e ficasse com ele, em uma vida sem âncoras, vivendo a grande paixão que os unia. Agora ela estava de volta e dependia do melhor mergulhador da ilha – ele – para realizar mais uma vez algo do e para o pai dela. E ele a ajudaria, só que, desta vez, ele não queria ficar para trás de coração partido.  

- Enfim, a caça ao tesouro vira pano de fundo – e bota fundo nisso – do acerto de contas do casal separado por pretensões diferentes. Confesso que, ao longo da história, a arrogância de Ky me irritou profundamente, por menosprezar a escolha dela em não ficar com ele. O jeito como ele a chamava de professora refletia isso. Sim, sei que todos os livros destacam que o amor é maior que tudo, mas, por favor, né, baixa a glicose cor de rosa e para pra pensar. A vida real exige muito mais das pessoas. O Ky de anos antes não tinha o que oferecer a Kate. E a Kate estava convicta de que conseguir o amor do pai era mais importante que os sonhos próprios, então fica difícil competir e quebrar esse “sistema operacional” para avaliar se o mundo é maior que os desejos de outra pessoa para a vida dela.

- E como disse no início, a Nora estava com sono quando escreveu este livro. Para quem conhece outros livros dela de banca e de livraria, sabe do que ela é capaz, isso fica nítido. A história se arrasta, ambos agarrados por tempo demais em suas convicções, teimosias e fraquezas. A caça ao tesouro poderia ter sido tão mais interessante... Por isso, a melhor forma de resumir é: Nora estava com sono e, quando botou o ponto final, deu graças a Deus e foi dormir. Eu coloquei esse naquela lista minúscula de livros dela que não me agradou. E a vida segue! 


Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Zeus, verdade: ou ela tinha uma vida que seu namorado desejava para ela ou ela tinha uma vida que seu pai desejava para ela. Eu estava enraivecendo por ver que seu namorado queria que ela deixasse tudo para trás e não tinha percebido que seu pai era uma âncora também. Uma situação complicada, onde um meio termo pareceu não existir. E o que ela queria de fato ? Um terceiro rumo ? Sequer ela sabia nesse enrosco !

    ResponderExcluir