domingo, dezembro 18, 2016

Ciao!!!



Haja confusão familiar. A autora trata com sensibilidade o fato de que muitas vezes carregamos pesos por decisões e erros que não são (só) nossos. É o que une – e pode separar – os protagonistas desta história.

Romance Secreto – Melanie Milburne – Paixão Audácia 8
(Awakening the Ravensdale Heiress – 2016 – Mills & Boon Modern Romance)
Personagens: Miranda Ravensdale e Leandro Allegretti

Envolvida, por tabela, em mais um escândalo envolvendo os pais, agora com direito a uma meia-irmã por parte de pai deslumbrante como jamais será, Miranda sofre com a perseguição dos paparazzi. Em busca de sossego, aceita viajar com Leandro, amigo de Julius e Jake, os gêmeos irmãos mais velhos dela, para Nice. A desculpa era ajudá-lo a catalogar peças de uma herança de família. Só que não significou a paz, porque ela foi diretamente para outro furacão: os verdadeiros sentimentos que um escondia do outro.

Comentários:

- Que livro bom! Comecei a ler descompromissada (já que ler conforme a cronologia da série subiu no telhado porque comecei pelo livro #3) e quando me vi, não queria parar de jeito nenhum. Miranda e Leandro são personagens complexos como volta e meia a gente vê nos livros, mas raramente como são abordados aqui. As inseguranças, fragilidades de ambos soam extremamente reais. São coisas que poderiam acontecer a qualquer um: sentir-se eternamente inadequado no seio familiar e não conseguir se perdoar por uma culpa que, sendo racional, nem era sua para carregar.

- Miranda era a filha caçula do casal de atores Elisabetta e Richard Ravensdale. Tinha dois irmãos gêmeos, o cientista Julius e o playboy conquistador Jake. Ela era o patinho feio, a nota destoante: não tão inteligente, não tão extrovertida, nada exuberante. E que, após a perda do primeiro amor, abriu mão de voltar a se apaixonar. Assim que foi revelada a existência de Kat, a irmã por parte de pai, o mundo desmoronou. Não apenas porque o fio que segurava o tempestuoso casamento dos pais se rompeu, mas porque ela se tornou alvo da imprensa de escândalos que a rotulou como a “irmã feia”. E a jovem que gostava de uma vida discreta, se viu no meio do furacão, sendo perseguida, incomodada, sem sossego.

- Foi neste caos que Miranda reencontrou Leandro, o amigo de seus irmãos. E ele surgiu com uma proposta interessante: que ela viajasse até a villa da família dele em Nice, na Riviera Francesa, para catalogar e até mesmo restaurar as obras de arte que o pai, recém-falecido, deixou-lhe de herança. Leandro precisava de tudo organizado para vender o acervo e a propriedade. Retornar ao local onde morou até os 8 anos não era fácil, porque trazia as lembranças boas que ficaram apagadas pelo pesadelo que desmanchou a vida da família Alegretti. Um pesadelo que Leandro não conseguia se perdoar por haver causado.

- Temos estas duas pessoas frágeis, vulneráveis, sensíveis e profundamente afetadas por perdas que mudaram para sempre o rumo de suas vidas. Durante a permanência na villa, ambos vão precisar rever os conceitos sobre os quais construíram as vidas, os sonhos e as próprias personalidades. Leandro vai querer romper a bolha onde Miranda se esconde, mas não vai escapar de ser afetado também. Nenhum deles pretendia se apaixonar ou se envolver profundamente, só que nem sempre a vida seguia o rumo que se esperava dela – como eles mesmos já tiveram experiência. E se antes passaram pela dor, talvez fosse a hora do amor modificar os rumos deles.

- Então não vou falar mais que isso. Vocês vão ter que ler para descobrir porque gostei tanto desta história. Enquanto isso, vou procurar os outros livros da série!

Os Escandalosos Ravensdale
1 – Noite de Rebeldia – Holly Perez e Julius Ravensdale – Paixão Audácia 7
2 – Romance Secreto Miranda Ravensdale e Leandro Allegretti – Paixão Audácia 8
3 – Aliança inesperada – Jasmine Connoly e Jake Ravensdale – Paixão Audácia 9
4 – Um amor em família – Kat Winwood e Flynn Carlyon – Paixão Audácia 10


Bacci!!!

Beta
Reações:

2 comentários :

  1. Oh, dois enamorados antigos, em crise de culpa antiga e pesada, destruindo suas famílias em seu passado, como se eles fossem culpados por elas exclusivamente, seria uma carga muito impactante para carregar. Muito bom também ovelhas negras e patinhos feios nunca serem o que suas aparências demonstram ao mundo. Eu adoraria ver essa imprensa marrom engolir suas maldades uma a uma em um final grandioso !!!

    ResponderExcluir
  2. Eu comecei a ler por causa dos seus comentários a respeito da história. Mas confesso que estou tentada a parar. O contexto é bem interessante, o Leandro tem um mistério no ar que dá curiosidade, sem falar que ele é educado e paciente, paciente até demais. O fonte do meu descontentamento até agora é a Miranda. Ela é muito invasiva, massacra ele de perguntas íntimas e uma curiosidade que me incomoda, acho que não fluiu de um jeito sensível e natural, ela só sabe interrogar ele sobre assuntos muito íntimos. Muito me admira que uma garota que cresceu diante dos flashs e sendo ataca com perguntas o tempo todo por jornalista, fique agindo com ele como um paparazzo de quinta. Ela só sabe perguntar coisas do passado dele, ao invés de tentar suavizar mais esse lado introspectivo dele, para daí então começar a ganhar a confiança dele. Diversas vezes eu me vi mandando ela calar a boca. Só pergunta o que não é da conta dela no momento. Eles não são amigos íntimos pra ela se dá esse direito logo no primeiro dia que está junto dele. Não sei, essa personagem teve a personalidade mal construída para um homem como Leandro que precisa se sentir a vontade com alguém, ela tá sendo um constrangimento. E ele, simplesmente um gentleman com ela.

    ResponderExcluir