domingo, novembro 27, 2016

Ciao!!!



Fato: sou incompatível com esta série. Tive uma dupla ilusão com Thomas e Taylor, mas, por tudo quanto é mais sagrado, minha paciência evaporou nos primeiros capítulos. E nada a trouxe de volta.
Querem um texto sofrido e mal humorado? Boa leitura!

Bela Chama – Jamie McGuire – Verus (Irmãos Maddox)
(Beautiful Burn - 2016)
Personagens: Ellison “Ellie” Edson e Tyler Maddox

Ellie estava em uma rota certeira de autodestruição. A jovem rica vivia uma vida sem propósito, desregrada, à base de muito álcool, drogas e não se importando realmente com nada. Nem com a família, nem com os eventuais parceiros de sexo, nem com ela mesma. Até que os pais resolveram intervir e obrigá-la a se virar para viver. Tyler foi um parceiro de ocasião de Ellie e, por mais que ela avisasse de que era uma “vaca que seria má com ele”, não conseguiu se manter afastado. Será que o bombeiro civil acostumado a enfrentar incêndios florestais conseguiria sair intacto deste relacionamento complicado?

Comentários:


- O sonho acabou. Aquele sonho patético que eu tinha de simpatizar com alguma das protagonistas femininas da série Maddox – porque, vocês bem se lembram, só gosto dos dois rapazes já citados da família de fios desencapados. Ellie me irritou tanto que quase conseguiu uma façanha: me fazer abandonar um livro. Afinal de contas, sabe aquele “Irmãos Maddox” ali na capa? Esquece! Ela é a protagonista do livro. Tyler virou um coadjuvante que tem a ingrata batalha de salvá-la de si mesma.

- Exatamente. Era a chance de ler um livro que não fosse “TravisAbbycêntrico” e aprender mais sobre o outro gêmeo bombeiro civil. Aí me deparo com uma narradora em rota de autodestruição, mas que ao invés de se dar um destino bom ou ruim, fica vivendo na agonia de magoar indiscriminadamente para chamar a atenção para a dor existencial dela. E que não admite que precisa de ajuda. E que fica irritada quando é confrontada com as consequências das suas ações. E que não consegue quebrar o ciclo vicioso que a fez morar no fundo do poço.

- Sim, dependendo da forma como é conduzido, um personagem assim desperta empatia, simpatia e a torcida de quem lê. No entanto, a pobre e infeliz Ellie Edson conseguiu despertar minha raiva. Porque ela é manipuladora, age consciente do que está fazendo, assume o risco do comportamento irresponsável e depois não segura a marimba quando as consequências começam a cobrar a conta. Ela sabe que está cercada de pessoas tão detonadas quanto ela – a começar de Finlay, a irmã mais velha (outra criatura mimada, egoísta e irritante), Sterling (patético e fraco que não consegue enfrentar as causas da própria infelicidade – seja lá quais forem – para sair disso), os pais que achavam que o dinheiro ajudaria a colocar as meninas no molde perfeito e encobriria a pobre família rica desfuncional, Paige (que se deixa usar e usa todos). Como é que alguém vai se divertir lendo um livro assim?

- Me perdoem, mas me senti realmente enganada porque eu queria saber mais do Tyler. Não ficar vendo ele ir atrás da “vaca má” (como ela mesma se define) e embarcando de cabeça, ombros, joelhos e pés, em uma relação que só posso definir como ruim na falta de uma palavra melhor. Em torno de 100 páginas de leitura sofrida e arrastada estava me convencendo de que parecia castigo – na falta de uma brecha para citar como é grande o amor de Travis e Abby, a autora criou uma versão feminina do Travis e fez o pobre do Tyler se apaixonar por ela. Detalhe: ao contrário dos irmãos, que pisam na bola intencionalmente ou não, ele não faz nada para magoá-la (embora lá pelas tantas ele se deu conta de algo que eu reparei ao longo da trama e se sentiu culpado porque não ajudou tanto como achava que poderia – mas reforço que era uma decisão que, nos fins da contas, era dela e que ela não estava preparada). Mas ele vai aprender que ninguém nesta situação de vício é salvo apenas pelo amor dos outros. A pessoa tem que querer comprar a briga, lutar por si mesma e por cada dia de sobriedade. Corre, Bino, é uma cilada!

- Mas como tudo sempre pode ficar mais irritante, não é que aparecem Travis-Abby-e o grande amor que os une? (Ah, caso você AINDA não saiba vai ser mencionado que Travis se envolveu em um incêndio na faculdade onde muitas pessoas morreram, tá? AAAARGH!). Também participam Trent e a mala da Camille. Papai Maddox também participa, demonstrando que sabe mais que seus gêmeos gostaria – e é Ellie quem revela isso a Tyler. Thomas só é citado algumas vezes, uma delas com a insuportável da Liis. Eu sinceramente, por motivos óbvios, esperava ver mais do Taylor (afinal de contas, há pontos convergentes nas histórias dos gêmeos), mas ele parece estar sempre de passagem (especialmente quando começa a história dele com a Falyn) ou se encrencando por tabela nas confusões que andam junto com Ellie.

- Ela vai se redimir, a muito custo e sofrimento e dor dela, de Tyler. Sei que foi escolha dele comprar a briga dela, tentar salvá-la de si mesmo, mas isso era algo que não poderia vir dele, nem do amor que ele sente por ela – e que eu duvidei que ela correspondesse já que ela é uma miscelânea de sentimentos confusos e negativos. Ele merecia alguém que o amasse tão intensamente como os Maddox conseguem ser. 


- Enfim, dei graças a Deus – incluindo uma dancinha da vitória – quando terminei e lamentei não ter comprado O livraria mágica de Paris, que tem cara de ser muito mais agradável que as agruras que Tyler teve que passar para convencer a alma gêmea a amá-lo também.

- De qualquer forma, mantenho a minha palavra de que irei ler o próximo livro, porque algo me diz (não, não li nenhum spoiler e nem preciso recebê-los, grata) que será a minha última leitura da série e da autora. Como disse no Facebook ao compartilhar as notícias no anúncio do lançamento de A Beautiful Funeral, se a autora matar quem estou suspeitando, o Travis tiver envolvido e a culpa sobrar para o Thomas, a série acabou para mim. Já avisei #MadreHooligan, que ama a família dos fios desencapados e das protagonistas insanas, loucas, egoístas e surtadas, que só entra aqui em casa se ela comprar porque eu não farei isso. Tem muito livro mais agradável pra eu ler do que esse samba de toada desgracenta. Vamos esperar 2017 e ver se o improvável milagre acontece. Duvido, mas... vamos esperar.

Segue a lista de livros da série Belo Desastre:
Belo Desastre – Beautiful Disaster (2011) 
Desastre Iminente – Walking Disaster (2013) 
Belo Casamento – Beautiful Wedding (2014)

E a série que a autora jura que fala sobre os irmãos, mas gira em torno do Travis (e da mala da Ellie) Irmãos Maddox.
1. Beautiful Oblivion - Bela Distração – Cami Camlin e Trenton Maddox
2. Beautiful Redemption - Bela Redenção – Liis Lindy e Thomas Maddox
3. Beautiful Sacrifice – Belo Sacrifício – Falyn Fairchild e Taylor Maddox
4. Beautiful Burn – Bela Chama – Ellison “Ellie” Edson e Tyler Maddox
5. A Beautiful Funeral – ainda não lançado em Português.


Bacci!!!


Beta
Reações:

31 comentários :

  1. Oi! Conheci seu blog a partir de um comentário nas resenhas do Skoob e justamente desse livro. Fiquei curiosa e vim parar aqui para conhecer um pouco sobre a sua opinião (bem enfática e sincera por sinal, algo positivo). O mais engraçado sobre a resenha desse livro é que concordei praticamente com tudo que você falou sendo que só li amostra do livro; e bem, já na amostra pode-se perceber que essa personagem é uma chatinha. Minha relação com os livros dessa autora é meio de amor e ódio, ela tem uma escrita bem fluída e outras qualidades, mas tenho a sensação de que a maioria das histórias não são bem aproveitadas. Todo livro que termino dela sempre acho que tem alguma coisa faltando, nem mesmo as protagonistas femininas causam empatia e sim muita raiva. Enfim, espero que ela melhore em seus futuros livros, por que esse nem me deu vontade de ler. Bjs! Sua escrita é ótima, super envolvente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliana! Eu tenho uma relação de quase incompatibilidade com a série - só não é total por causa do Thomas. Persisti porque #MadreHooligan amou a série, então eu também li os livros. Entendo a dose de realismo, mas acho que faltou um pouco de acertar a dose dos ingredientes pra funcionar. Muito obrigada pela visita e pela gentileza do comentário. Espero que você volte outras vezes :)

      Excluir
  2. Oi, Beta!

    Já desisti desses Maddox há muito tempo, mas adorei o "selo Bino de Cilada"! kkkkk Acho que você poderia criar uma categoria com esse nome naqueles seus posts avaliação do final do ano!

    Bjs e saudades!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Andrea! Fez bem em desistir. Talvez dê uma espiada no livro do Thomas. Ele é o melhor dos irmãos Maddox. Menina, achei este selo outro dia e salvei para alguma necessidade, né? E obrigada pela sugestão! Também tô com saudades!

      Excluir
  3. queria ler essa coleção, mais depois dessa resenha fiquei em dúvida, adorei sua opinião!

    Arthur - literandototal.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Arthur! Eu realmente tive problemas com a série, mas há outras leitoras e leitores que adoraram. Muito obrigada pela visita e boas leituras!!!

      Excluir
  4. Gente amei a sua resenha, confesso que até achei graça de você falar mal do livro. ( Não sei pq)
    Eu ganhei o primeiro a algum tempo e só escuto maravilhas sobre, mas ainda não li confesso. Esta é uma serie que não tenho a mínima preça de comecar. Ainda mais de pensar que a autora se perde a partir de certo ponto. Adorei sua crítica sobre o livro soou bem sincera e é disto que gosto.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karine, eu sempre me esforço para buscar os pontos positivos, mesmo quando eu tenho dificuldades com a leitura. No entanto, quando a paciência acaba, sai um texto assim. Sei que a série tem defensores e defensoras apaixonados, com razão, porque encontraram nas histórias algo que os emocionaram. No entanto, eu realmente não me empolguei tanto e seria injusto dizer o contrário.
      Respeite seu tempo e leia se se sentir pronta. E por favor, compartilhe comigo a sua experiência. É sempre bom trocar opiniões! Beijos e obrigada pela gentileza da visita!

      Excluir
  5. Bom, eu sou louca para ler os livros dessa série e dei várias risadas com esse post kkk Cada um tem a sua opinião e ser sincera é sempre o melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Beatriz! Leia a série e eu espero sinceramente que você tenha uma ótima experiência (ah e volte aqui para me contar)! Porque eu fico frustrada quando uma expectativa não é concretizada. Infelizmente a minha relação com a série foi sofrida e foi o que compartilhei. Muito obrigada pela visita e gentileza no comentário!

      Excluir
  6. Olá
    Affz eu nem leio e já não tenho mais paciência pra tanto desastre. Acho q a autora só ta querendo lucrar, pq as resenhas q vi se volumes anteriores são bem negativas. Com certeza não vou ler

    Abraços
    David

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, David! Infelizmente, até agora, foi uma experiência complicada para mim. Muito obrigada pela visita e gentileza do comentário. Desejo a você boas leituras, sempre!

      Excluir
  7. Olá, tudo bem
    Infelizmente dessa vez o livro não despertou meu interesse é um tipo de leitura que já tentei e não consegui de nenhuma maneira, irei até trocar no sebo.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Morgana! É triste quando a gente não se conecta ao livro, né? Mas que você encontre outras boas leituras em sua jornada! Obrigada pela visita!

      Excluir
  8. Oi, Beta.
    Já tinha lido a sua resenha, mas eu confesso que ainda estou animada em ler essa série. Pelo menos não deixo minhas expectativas lá em cima!! rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila! Isso mesmo, não desanime. Busque a sua experiência e depois, por favor, compartilhe comigo! Beijos!

      Excluir
  9. Olá!

    Esse livro não me chamou a atenção, mas tenho uma amiga que adora. De todos modos, não pretendo ler. Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kamila! Realmente não dei sorte com a série. Infelizmente. Obrigada pela gentileza da visita.

      Excluir
  10. Olá,
    Adorei sua resenha bem sincera e mal humorada kkkk
    Ainda não li nenhuma obra de Jamie e nunca fiquei muito animada para isso. Após sua resenha, vejo que não tenho perdido grande coisa e até estou me livrando de uma obra com uma personagem bem chatinha.
    Claro que a leitura varia de leitor para leitor, mas por enquanto pretendo não ler.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oie, Beta!
    Ai menina, eu tenho uma relação de amor e ódio com a série Maddox. Eu até gosto de algumas coisas, mas só de ler um livro com o ponto de vista da protagonista, já me irrita. E estou vendo que vou ter um certo ódio com esse livro.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  12. oi, que pena que você não gostou do livro e que a protagonista foi irritante e mimada. Particularmente não li essa série e não posso opinar, mas é bem triste quando um livro nos decepciona tanto assim

    ResponderExcluir
  13. Olá.
    Não li nenhum livro da autora, mas essa é uma série que eu quero muito ler. Sua resenha não me deixou tããão animada hahahha por conta de alguns personagens que te irritou bastante, mas acho que ainda vale a pena dar uma chance né hahahaha.
    Adorei sua resenha e parabéns pela sinceridade.

    ResponderExcluir
  14. Oiii!

    Eu conheço a série de resenhas, mas nunca tive vontade de ler. As criticas são sempre bem dividas e eu não sei se vou gostar de acompanhar não...Parabéns pela sinceridde!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. OI
    eu só queria dizer que para mim essa série acaba em Desastre Iminente, com Belo Casamento sendo aquele extra fofolete que a gente lê com carinho. Eu honestamente não tenho mais paciência para esse prolongamento da Jamie e só tenho vontade de dizer "amiga, chega!" eu li o do Trent, tentei o do Thomas e decidi esquecer que fiz tal coisa e que eles não existem. Meu mundo tá legal assim, vou mudar não...
    PS: adorei a sua sinceridade! Por mais resenhas sinceras no mundo!

    Talita - Viciados em Leitura

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?
    Não conhecia ainda a série, mas sinceramente não gosto de como a autora esta conduzindo a história vendo apenas sua resenha. Confesso que ela estão fazendo os personagens ficarem fatídicos. Ela devia dar um final logo a série, ou quem sabe uma grande reviravolta.

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem? HAHAHAHAH então, sou fã da série Belo Desastre. Me aventurei apenas em Bela Distração no qual nunca tive muito o que falar mal, e a aparição de Travis e Abby não me incomodou. Ainda estou pra ler Bela Redenção e espero não sofrer esse mal que você sofreu. Sou fã da série, então sou suspeita para falar, mas acho que a autora agora só quer lucrar. Não lerei livro forçada por isso, amei sua opinião porque assim possa ser que filtre melhor minhas leituras. Parabéns!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Olá! Eu tinha vontade de ler essa série, mas agora desanimei total, rachei de rir com esse selo do Bino. Mas se eu encontrar esse livro na biblioteca, vou ler e tirar minhas conclusões.

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Sempre vi comentários muito positivos sobre essa série, então fiquei meio assim quando você falou que foi uma leitura bem chata para você. Mesmo assim, acho que é melhor realizar a leitura e tirar minhas próprias conclusões, vai que me apaixono?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. Oh, senhor, esse irmão tem síndrome de herói épico e príncipe encantado ?! Eu nunca soube de uma heroína com quem eu antipatizasse tanto, sem mais que ler comentários sobre ela vindos de quem leu seu romance. Eu esperaria muito mais desse herói de família de fios desencapados e muito mais dessa heroína com quem ele envolveu-se em seu passado. Tem um "que" enorme de autodestruição de ambos lados nesse romance maldito.

    ResponderExcluir