sábado, novembro 19, 2016

Ciao!!!



Todo o “Meu Eu Potteriano” está em festa. O spin-off da série principal chegou aos cinemas nesta semana. Por isso, fui pegar no meu baú o livro que foi ponto de partida para a nova etapa conduzida por J.K. Rowling nas nossas vidas.

Animais Fantásticos & Onde Habitam – Newt Scamander – Rocco
(Fantastic Beasts & where to find them - 2001)

O livro obrigatório em Hogwarts foi escrito pelo magizoologista Newt Scamander, como resultado das suas viagens pelo mundo procurando por criaturas mágicas. Ele classifica os animais conforme a metodologia do Ministério da Magia, que indica a periculosidade para os bruxos e apresenta as especificidades de casa um.

Comentários:

- Nada como o tempo, tempo, tempo, tempo para mudar a percepção da gente, né? Quando os livretos foram lançados – além deste, há um sobre Quadribol, com a capa verde – como forma de reverter o amor das pessoas por tudo relacionado a jornada de Harry Potter para recursos para a caridade, através do Comic Relief, nunca poderia imaginar que renderia um plot para uma cinessérie de cinco filmes.

- Tanto que, na época, meu maior interesse não era o autor, mas os animais fantásticos listados por ele, porque muitos já haviam aparecido na saga e suspeitei que outros poderiam aparecer. Enfim, como nunca consegui imaginar o que J.K. Rowling pretendia, parei de tecer conjecturas e exercitei a paciência em esperar pelas histórias seguintes.

- Outra graça do livro está no fato de ser a reprodução do volume usado por Harry Potter na escola. Com direito às anotações escritas por ele e Rony (geralmente nada relacionadas aos estudos) e também por Hermione (protestando contra os amigos academicamente relapsos). Vão desde menções ao time de Quadribol favorito de Rony, a comentários sobre animais que já tinham visto ou enfrentados e a lembrança do hábito apavorante do Hagrid de gostar sempre dos bichos menos fofos e recomendáveis.

- Sim, cita coisas que ocorrem na saga – se não me engano, as referências englobam os quatro primeiros livros. Se você leu ou viu os filmes, entra no grupo que compartilha as lembranças diante dos comentários deles.

- Apesar de ser uma série que amo, já confessei que sou incapaz de escrever sobre Harry Potter, por isso, você encontra livros que falam sobre ele, mas não os livros dele. Confesso que só me lembrava de que Animais Fantásticos era o livro que os personagens usavam na escola e mesmo quando comentaram que seria adaptado para filme, ainda demorei a absorver a informação até que as notícias ficaram menos “boatos” e mais coesas, como no dia em que vi isso aqui:

  
- Na releitura, o foco foi a biografia do autor. Afinal, a cinessérie (aparentemente) vai abordar a jornada de Newt em busca das criaturas mágicas, ao mesmo tempo, um bruxo das trevas tenta assumir o poder. Pelo trailer, podemos perceber algumas discrepâncias: sendo a principal se/quando Newt chegou a se formar em Hogwarts. Já vi os livros de colorir do filme, mas abro mão porque quero uma versão do roteiro, novelizada ou não, para alegrar meu coraçãozinho de garota que teria ido feliz da vida pra Corvinal que deu um chilique de fangirl enlouquecida quando soube quem seria Newt (meu Sardento favorito), foi às lágrimas numa noite de domingo durante a premiére do trailer final no MTV Movie Awards, em abril.


(O tema de Edwiges! O sotaque britânico! O uso corriqueiro da magia – quem nunca quis ter uma varinha para arrumar a casa está mentindo! O cachecol da Lufa-Lufa! A menção a Dumbledore! Newt aparatando a torto e direito! A maleta, MEODEOS, a maleta!!!)


Ou seja, tudo novo, tudo de novo! OBA!


Bacci!!!

Beta – que um dia terá um cachecol da Corvinal!
Reações:

11 comentários :

  1. Beta, eu amo HP, tatuei as Relíquias da Morte no pulso!
    Ah, sou da Lufa-Lufa, segundo o Pottermore, eu queria ser Grifinória, mas não deu, meu filho é grifinório e minha filha e meu marido grifinórios, torcemos para alguém ser de Corvinal, queríamos as quatro casas! Coisa de doido!
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabiana, também sou caso MUITO perdido em se tratando de Harry Potter. Até queria ser mais, mas infelizmente ainda não deu pra ter o cachecol azul e branco que tanto quero! Bjus!!!

      Excluir
  2. Olá.

    Eu nunca consegui me interessar por HP já tentei pelos filmes, mas nem consigo assistir a metade e já estou entediada. Acho que os livros também não teriam sucesso e não consigo sentir interesse também.
    Mas A spin-off chamou minha atenção hahahah estranho né.
    Adorei o post e acho que vou tentar por aqui, quem sabe vai ser a solução hahahahhahahahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tem série que também não me agrada, não. Mas com HP e agora AFEOH sou caso perdido mesmo. Obrigada pela gentileza e pela visita :)

      Excluir
  3. Eu quero muito ver o filme, mas eu quero ler o livro primeiro. Achei super interessante a sua postagem e ver um pouco mais sobre ssa história incrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Beatriz, este livro não é a versão do roteiro do filme. É o livro que Newt escreveu após viajar pelo mundo. Inclusive ele é citado no filme. Então você pode ver o filme e ampliar a experiência lendo o livro e descobrindo os animais fantásticos catalogados pelo moço da Lufa-Lufa! Obrigada pela gentileza e pela visita :)

      Excluir
  4. Eu sou um fã incondicional do mundo de HP, e desde que soube da adaptação deste livro estou ansioso para ir ver nos cinemas, ainda mais sabendo que serão 5 filmes <3.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mairton, vi o filme no fim de semana e há grandes chances de você gostar. Pra quem já era fã de HP, a sensação é de voltar pra casa, mesmo sendo um novo universo que a JK Rowling criou. Obrigada pela visita :)

      Excluir
  5. Oi Beta, sua linda, tudo bem?
    Meu amor eterno a saga do Harry Potter. Estou louca para ver o filme. A autora foi genial em publicar para os fãs o livro que Harry e seus amigos estudavam na escola.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Falar do Eddie Redmayne significa falar de uma grande atuação garantida, ele se compromete com os seus personagens e sempre deixa uma grande sensação ao espectador. O mesmo aconteceu com esta produção, Animais Fantásticos e Onde Habitam. Interessante, já conhecia a historia, mas vê-lo na tela é diferente.

    ResponderExcluir
  7. Eis um livro que eu adoraria ler, principalmente após ter visto seu filme. Uma história simples muito cativante (embora eu não tenha simpatizado nadinha com sua personagem feminina principal). Esses animais são fantásticos realmente, sendo que eu adoraria conhecer cada um deles pessoalmente !!! Minha tia cobiça aquela maleta também. Eu continuo com meu fetiche de cobiça de desde sempre por uma varinha mágica !!!

    ResponderExcluir