sábado, setembro 10, 2016

Ciao!!!


A vida é repleta de reencontros, né? A Mari foi uma das minhas alunas, quando fui professora bolsista na Facom durante meu Mestrado. Aí agora cá estou eu escrevendo sobre um livro dela!
Para os fãs de romances policiais, fica a dica!

O clube da meia-noite – Marianna Leão – Chiador
(2016)
Personagens: Moradores de Sherwood, Flórida

Sherwood poderia ser uma cidade como outra qualquer, com as disputas entre pessoas que defendem interesses divergentes; com quem paga a conta no meio desta disputa; com os adolescentes em busca de popularidade na escola. Mas os atos de um assassino mais de 20 anos antes deixaram traumas. E agora, com o retorno do filho do homem preso pelos crimes e diante de acidentes e novos fatos relacionados aos crimes de 1989, será muito difícil resistir ao pânico e ao medo.

Comentários:

- Fazer resumo de livro policial é brincar de corda-bamba. Ao mesmo tempo, você quer falar muita coisa, mas sem poder revelar nada. Portanto, fiquem tranquilos. Aqui não vai ter spoiler de nada.

- A dinâmica de cidades do interior permite a observação mais aproximada das interações sociais entre moradores em suas diferentes “personas” - o pai e a mãe de família, o comerciante, o empresário, o político, o/a professor (a), a/o adolescente, a/o esportista, a/o inteligente, a/o popular – e como os atos de um motivam, desencadeiam (re)ações dos outros. Especialmente quando há um mistério/segredo pairando sobre parte deles e como isso afeta as dinâmicas entre todos.

- Sabe quem deitava e rolava garimpando tramas neste contexto? Agatha Christie. A Miss Marple resolvia todos os casos a partir das referências que havia aprendido ao observar seus vizinhos e conhecidos. Sabe quem mostrou que também sabe brincar assim? J.K. Rowling. O Morte Súbita é isso: a análise da personalidade dos moradores de uma cidade a partir de como reagem ao impacto da morte de um deles.

- Não estava com isso em mente quando comecei a ler O Clube da Meia-Noite, mas me dei conta disso à medida que a leitura avançava. Porque a trama principal era que o desaparecimento de três garotas e a morte de uma delas em 1989 ainda determinava futuros, conversas, divergências em Sherwood. As seis famílias fundadoras da cidade, de alguma forma, foram afetadas e, mesmo com a prisão de um culpado, os crimes não foram esquecidos nem superados. A tal ponto de influir na discussão sobre a construção ou não de uma pista de pouso – porque o progresso poderia trazer novos assasinos e perigo para a comunidade. Enquanto isso, na Academia Hernando, a disputa por popularidade entre os adolescentes abre espaço para alguns acidentes e ocorrências estranhas e sem explicações aparentes. Annie sofre uma delas e fica incomodada, mas parece ser a única por fora de algo que movimenta e envolve seus amigos.

- Enquanto isso, David Goldstein retorna à vizinha Riverside porque o avô está morrendo. Ele viveu na Irlanda, mas a distância não trouxe a tranquilidade de que ele não tivesse o mesmo “tilt” que transformou o pai em assassino. E estando tão perto de onde tudo aconteceu, por que não investigar as explicações que sua mãe sempre se recusou a dar?

- Muita coisa acontecendo, muitos interesses em jogo, reviravoltas, drama, lealdade, disputa, competições, frustrações, inveja, segredos ressurgindo dos armários e mistérios que parecem não fazer sentido. Quem tenta descobrir ou topa com alguma pista relevante, se coloca em risco. Em meio a isso, você brinca de detetive tentando desfazer o emaranhado de nós que atam os moradores de Sherwood aos seus piores pesadelos e ao que não conseguem deixar para trás. 

- Marianna teceu uma trama detalhada, detalhista, complexa, que confunde, surpreende e te prende até o final. Posso adiantar que matei metade da charada, mas não ela toda, porque, bem... não vou contar aqui. Você vai ter que ler para descobrir os segredos de Sherwood.


Bacci!!!

Beta
Reações:

18 comentários :

  1. Boa Tarde, Beta, adoro seu blog, acompanho-o de longa data, gosto muito de suas sugestões e procuro lê-las, não encontrei o livro de Marianna Leão aqui no Brasil, só em Portugal. Onde você o comprou? Romance policial é o meu gênero literário ideal, poderia enviar-me esta informação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naines! Tem no site da Cultura:
      http://www.livrariacultura.com.br/p/clube-da-meia-noite-46135202

      Excluir
  2. Nossa eu tive medo pela capa acredita rsrs.
    Sua resenha está show mas eu confesso que não faz o meu estilo então dificilmente eu leria este livro. Quem sabe na próxima. Está dica deixarei passar.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo saber que uma de suas alunas escreveu um livro tão bem desenvolvido! Eu conheço a obra e morro de vontade de ler, depois de uma resenha como essa eu só posso ficar ainda mais ansiosa para essa leitura.

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto muito do gênero, mas a comparação com Morte Súbita me desmotivou um pouco a conhecer essa trama aqui. Apesar de amar o trabalho da Rowling, achei esse livro enfadonho demais e acabei abandonando a leitura dele, então quando você fala q tem alguns pontos, já me desanimou completamente. Mas não vou descartar de vez a dica.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Já tive oportunidade de ler e resenhar esse livrinho também e confesso que sou perdidamente apaixonada pela história e pela autora, ela é um amorzinho, pretendo reler ele ano que vem <3
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Fiquei feliz que ela expos uma rede que te prende do início ao fim e acho que isso é a formula de um bom livro, infelizmente eu não sou muito chegada a esse tipo de gênero, então vou deixar a dica passar. Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Beta.
    Imagino o orgulho que você sentiu da Marianna, hein?!
    Eu adoro romances policiais e vou anotar a dica com certeza! Estou só tentando colocar algumas leituras em dia antes de pensar em comprar um livro novo (senão meu marido me esgana!! kkkkk)
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  8. Oie Beta!
    Ai que legal! Imagino quando deve ter ficado feliz quando teve essa oportunidade. Eu ainda não conhecia o livro, e agora estou bem curiosa para saber mais sobre ele. Muito bom!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Que legal que a autora construiu o enredo bem amarrado. É horrivel quando as coisas ficam soltas. Apesar da indicação positiva, o gênero do livro não faz meu tipo, então, vou passar. Além disso, o catálogo da editora não me atrai, muito não, infelizmente.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá.
    Que legal você ter sido professora dela, deve estar muito orgulhosa dela né?
    Não conhecia o livro, não me dou bem com o gênero, mas ainda não desisti, o enredo é interessante e daria sim uma chance ao livor.
    Adorei a resenha e espero ler o livro.

    ResponderExcluir
  11. Oi. Já tinha visto esse livro em outros blogs, mas nunca me interessei muito por ele. Esse não é meu gênero favorito, ele não faz muito meu estilo de leitura. Por isso, dessa vez vou deixar passar a dica.

    ResponderExcluir
  12. Beta! Que incrível!
    Deve ser gratificante reencontrar alguém assim, degustando do trabalho dela. Confesso que o livro não me agradou muito, eu curto romance policial, mas valeu pela dica.
    Bjks

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Gostei bastante de sua opinião sobre a obra, mesmo não tendo lido nenhum livro das autora citadas (no caso da JK só os livros de mistério que não li). Enfim, fiquei em curiosa para saber se os desaparecimentos tinha ligação e como eles seriam resolvidos, ainda não conhecia a autora, mas desejo sucesso a ela, além disso, é sempre bom conhecer novos autores.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá, quanta reviravolta e novos acontecimentos nesse enredo em? Foi otimo ver sua impressão sobre o livro, pois já cogitava incluí-lo em minhas leituras. Agora fiquei curioso como esses desaparecimentos são resolvidos, confesso que a escrita da autora me encantou.

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Não sou muito acostumada a ler livros desse gênero, então não conhecia ainda esse título, mas me chamou muito a atenção, ainda mais por tantos desaparecimentos estarem relacionados a esse mistério. Adorei a sua dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Adorei sua resenha, não tinha ideia de todos os elementos que você se encontrava na trama até você comentar detalhadamente. Gosto desse tipo. De leitura e com certeza vou procurar saber mais.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  17. Uma resenha ótima que fez com que eu simpatizasse muito com esse livro, apesar de mistério e suspense nunca terem sido meus temas favoritos para leitura. Talvez eu venha a comprar este livro para brincar de tentar resolver seu enigma (em que eu não sou muito boa mesmo, mas não custaria nada tentar pelo menos !). Talvez em um dia calmo, muito inspirado, para não esquecer ou ignorar seus detalhes, compondo sua teia então ...

    ResponderExcluir