quarta-feira, junho 22, 2016

Ciao!!!


A 1ª Bienal de Juiz de Fora permitiu ampliar conhecimentos - e a famigerada e praticamente imortal "lista dos desejos literários". Andei meio afastada das livrarias nos últimos meses – motivo óbvio: evitar sofrimento em tempo de orçamento apertado e de contas obrigatórias a serem quitadas (sim, ser adulto responsável leva a escolhas duras, mas necessárias), então estou forçosamente por fora de muitos lançamentos.

Como comentei com a Gisele Souza e com a Verônica e a Jamile, da Editora Charme, que a acompanharam até Juiz de Fora, não me lembrava de ter visto livros da editora por aqui. Por motivo de: apesar da cidade estar a 3h de ônibus do Rio de Janeiro, deve haver uma conexão em Nárnia ou em Jotunheim, que atrasa a chegada de muitos livros para os lados de cá.

(E esta conexão às vezes é feita pelos Correios também, especialmente quando você está esperando demais o carteiro). 

No entanto, duas boas notícias - a Livraria Ca d’Ori será ponto de venda dos livros da Charme, o que amplia as opções das leitoras e leitores de Juiz de Fora e a Bienal trouxe Gisele Souza à cidade para autografar e conversar com leitoras no #Dia5.

Estar em uma Bienal é maravilhoso. Estar no meio do que a gente ama é muito bom. Eu adorei o espaço, ficou uito gostoso, acolhedor. Já conheci leitores novos, depois vou dar uma volta”, disse ela no estande da Ca d’Ori.


A Gisele Souza é uma fofa, muito educada, e se define como uma leitora compulsiva, apaixonada por livros, filmes e séries. Casada e mãe de um menino, começou a publicar e se destacou na Amazon, com a quadrilogia Inspiração.

 

Agora, a série começou a ser publicada em formato físico. Já está nas livrarias (inclusive em JF) Inspiração. Completam a quadrilogia Impulso, Ímpeto e Insinuação, disponíveis por enquanto em e-books. Além disso, a editora também lançou Pecaminoso em formato físico. 

Por isso, a presença em eventos e o contato pessoal com as leitoras são importantes na fase de divulgação do trabalho, como bem explicou Gisele Souza, que já tem programação pós-Bienal do Livro de Juiz de Fora.

O pessoal vem, pega o marcador, quer ler a sinopse, a gente tira uma foto, quer ler a sinopse, a gente tira uma foto e é assim que a gente vai caminhando. Temos evento no mês que vem na Livraria da Travessa, no Rio, com a maioria das autoras da Charme e depois a Bienal de São Paulo”.

Enquanto as próximas histórias estão “no forno”, Gisele aproveitou o bate-papo para ressaltar como que cada leitora é fundamental para o desenvolvimento do trabalho dela.

Quero mandar um beijo para todo mundo, agradecer o apoio, o carinho, é esse caminho que impulsiona a gente e anima a continuar porque não é fácil. Escrever e trabalhar. Porque ser escritor não é só escrever e trabalhar, é todo um contexto, você divulga, se não está interagindo, você não consegue ir para frente e fica estagnado. Então, o carinho dos leitores ajuda a gente a se animar a continuar”, disse a autora que prometeu voltar à Juiz de Fora.


Bacci!!!

Beta 
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário