segunda-feira, junho 06, 2016

Ciao!!!


Nesta semana, o Literatura de Mulherzinha terá posts extraordinários relacionados à 1ª Bienal do Livro de Juiz de Fora. Minha contribuição para ajudar quem quiser prestigiar o evento - afinal de contas, nunca houve algo neste porte, então temos que aproveitar de alguma maneira.

O primeiro tem informações gerais sobre o evento, para que vocês possam se planejar.

#INGRESSO:
Já expliquei antes, mas não custa repetir: a entrada é gratuita, mas é necessária a retirada do ingresso. Isso será feito na entrada do evento. Mas se você já quiser adiantar: faça pela internet! Basta apenas uma vez, siga o passo a passo, faça o cadastro e você receberá a confirmação do atendimento e os ingressos por e-mail ou poderá imprimir direto do site. O melhor: fará uma vez só e receberá as entradas para todos os dias do evento. :D

#LOCAL DO EVENTO:
Os seis dias de programação serão no Centro de Convenções do Independência Trade Hotel, na
Av. Presidente Itamar Franco, 3.800, Bairro Cascatinha. Pra quem é da cidade, moleza.

Para quem é da região, as referências são: ao lado do Shopping Independência, em frente ao local conhecido como Curva do Lacet, próximo do Hospital Ascomcer e no caminho para a entrada do campus da UFJF pelo Bairro Dom Bosco.

Linhas de ônibus partindo de diferentes regiões fazem o transporte até o Independência Trade Hotel: 190 - Zona Sul - UFJF – CAS; 517 – Estádio; 525 – UFJF; 539 - Santos Dumont; 544 - Recanto dos Brugger; 545 – UFJF; 548 - Adolpho Vireque; 549 - Nova Germânia; 560 - Independência Shopping; 590 - Zona Sul – UFJF; 755 - Zona Norte/UFJF. O estacionamento do hotel cobrará preço único, R$10, a todos os visitantes da Bienal.

Se estiver planejando vir de excursão, fica a dica de entrar em contato com o hotel para obter informações sobre estacionamentos e outras dicas.

E se for excursão de escola, lembrem-se de agendar a visita para ter atendimento personalizado!

# QUEM ESTARÁ NO EVENTO:

Como o objetivo dos organizadores é fazer o maior evento de literatura da Zona da Mata de MG, estarão na área os expositores, imprensa, organizadores, criaturas fanáticas por livros (EU! EU! EU!), escritores, professores, palestrantes, editores, donos de livrarias.


Está achando pouco? A expectativa é de reunir uma média de 60 mil pessoas em seis dias de evento em 2.600 m² totalmente dedicada a promover a leitura.

Deu fome? Os trucks e bikes Annunciatta, Los Dos, Jay Jay, Tibu Temakeria, Sou Gudi, Bike Alma, Mania de Churros e Bike Doce Amore estarão presentes durante todo o horário de funcionamento da Bienal. Além desses, o Restaurante Lacet preparou um cardápio infantil especialmente para a Bienal e funcionará normalmente durante o evento.

Além da programação oficial (veja os eventos previstos para o auditório), alguns dos expositores terão agenda própria. Conversei com alguns deles para saber as metas para o evento:

- Livraria Arco-Íris:



Além do stand da livraria, irá com uma programação intensa destacando autores publicados pela Franco Editora. O público terá a chance dos bate-papos e autógrafos e também as oficinas para adultos e professores, sobre educação financeira, ecologia, esporte, importância da ilustração nos livros infantis. A presença dos autores Flávia Cipriani, Fernanda Costa, Alcina Cardoso, Iris Borges, Cláudia Miranda, Alvaro Modernell, Neli Aquino, Fernando Franco e Marta Gusmão, entre outros, também está confirmada.


Alguns destaques: no dia 16, às 17h, haverá um encontro com jovens sobre "O mangá - sua origem e no dias de hoje", com Alberto. Nos dia 17, haverá oficinas de origami com Ana Maria de Andrade para crianças às 10h, 10h45, 14h e 15h e para professores às 18h30. A autora Efigênia Viana fará encontro com crianças e conversará sobre o livro "Uma gatinha chamada Sofia" nos dias 16 e 19 às 10h.

- Livraria Palavras & Ideias:


O forte da livraria é o acervo do público infantil e infanto-juvenil (mas também vende livros escolares) e posso recomendar por experiência própria: tem livro para todas as idades. Quando estou presenteando criança é uma das minhas opções para escolher algo adequado - até agora não tive reclamações dos pais e mães dos pimpolhos :D

(Sem contar os que eu compro para as crianças mas queria para mim - como um pop-up de uma casa de bonecas, um dos mais lindos que vi e outros que tem dos Vingadores que vem o livro, bonecos dos personagens e um cenário desenhado para incentivar a criança a criar histórias próprias que deixaria a Beta aos 10 anos entretida por horas. Por que não tinha essas coisas quando eu era criança, caramba?!)

- Livraria Ca d'Ori:

Além do estande com os livros disponíveis, se você é uma Nanete, corre porque Nana Pauvolih virá para autografar o mais recente lançamento: "Redenção pelo amor". Ah, sim, é o local onde você vai também bater um papo com a Gisele Souza, autora da série "Inspiração".

Programação da Ca d'Ori

16/08:
- 19h: Nana Pauvolih, autora da série Redenção, lançada pela Editora Rocco

18/08:
- 13h: Gisele Souza, autora da série "Inspiração", Editora Charme
- 20h: Neide Marinho, autora de "Folias de Reis - Múltiplos Territórios", da Editora Appris

- Editora DSOP:


A Editora DSOP traz o escritor Luiz Ruffato, vencedor do 57º Prêmio Jabuti, o mais importante prêmio literário do Brasil, na categoria de livro infantil com a obra “A História Verdadeira do Sapo Luiz” (R$ 39,90 – 40 páginas). No estande da Editora DSOP, os participantes poderão participar de contação de histórias, oficinas e tarde de autógrafo com o autor.

Confira a programação da Editora DSOP durante o evento:

Terça-feira, dia 14
13h: Contação de História com Laura Delgado: A História Verdadeira do Sapo Luiz (Lounge)
14h: Tarde de autógrafos com Luiz Ruffato (estande)
15h: Bate-papo / Mesa com Luiz Ruffato

Quinta-feira, dia 16
10h: Oficina A Lição das Árvores – Autoconhecimeno e Relacionamentos, com a pisicopedagoga Silvana Alves (Lounge)

Sexta-feira, dia 18
10h: Palestra Interativa “Era uma vez…O Dinheiro – Como os contos de fadas podem melhorar sua relação com o dinheiro”, baseada no livro “Eu mereço ter dinheiro!”, de Reinaldo Domingos, com Ana Santhos (Auditório Principal)

#RECOMENDAÇÕES:

(São as que valem para qualquer evento)

- Estar informado sobre quais eventos e stands prefere visitar.

- Roupas e sapatos confortáveis.

- Lanchinho (sim, de tanto #MadreHooligan repetir: "Você vai comer?" incluí isso no planejamento. Porque me conheço, vou empolgar e esquecer de lanchar).

- Paciência, solidariedade e educação com todas as e todos os coleguinhas. Sim, amamos os autores e autoras. Sim, será uma enorme oportunidade de encontrar pessoas que ainda não estiveram aqui para você, eu e todo mundo que vai estar lá junto. Portanto para que se estressar e estressar os outros se podemos curtir a experiência?

- Listinha de livros que quer comprar (por conta da crise financeira e de responsabilidades assumidas previamente, talvez não possa comprar muito, mas não significa que se não esbarrar com algum preço especial, não dê um jeitinho).

- Fotos, fotos e fotos. Quem compartilhar nas redes sociais poderá usar a hashtag #JFtemBienal. Assim todo mundo se acha e será possível trocar dicas.

- Você não mora aqui mas quer saber o que estará rolando? Visite o Literatura de Mulherzinha. Minha meta é ir todos os dias ao evento e falar sobre o que encontrei e com quem conversei.
Como saber quando terá post? O que aparecer nas redes sociais do blog (instagram e facebook vão sofrer comigo, pobrezinhos) com a hashtag #LdMnaBienalJF pode clicar porque sou eu inventando moda na Bienal XD

Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Muita organização nessa bienal, que dá muito gosto de ver. Uma peninha eu não ter ficado sabendo há tempo para talvez planejar uma visitinha às terras mineiras dessas redondezas. Oh, é mesmo: perdão mas eu achei muito divertido e muito hilário você ter de colocar um lembrete para beber e comer em sua pauta de programação dessa bienal ! Tudo tem de estar muito bom mesmo para alguém esquecer-se de beber e comer !!!

    ResponderExcluir