terça-feira, março 08, 2016

Ciao!!!

No dia das mulheres, Maya Blake, obrigada por escrever uma personagem que prendeu a minha atenção do início ao fim.

*** A outra história do livro é Princesa Selvagem, de Annie West ***

O preço do sucesso – Maya Blake – Harlequin Jessica 2 Histórias 238 (Escândalo & Sucesso)
(The price of success – 2012 – Mills & Boom Modern Romance)
Personagens: Sasha Fleming e Marco de Cervantes

Sasha não teve tempo de lamentar o acidente com o melhor amigo, Rafael, foi empurrada para uma entrevista coletiva que não queria dar e julgada, condenada e arrasada pelo irmão dele. Marco tinha certeza de que a recusa dela ao pedido de casamento fez com que Rafael batesse o carro na corrida. Ele tinha avisado ao irmão que ela era encrenca, por causa do que todos diziam sobre ela. Agora, como engenheiro-chefe da Espiritu, teria que aturá-la como a substituta do irmão nas pistas. Fora delas, ele se encarregaria de mantê-la sob controle para conseguir o título do Mundial de Construtores.

Comentários:

- Quando li a cena do encontro de Marco e Sasha no hospital em Budapeste, todas as acusações que ele despeja sobre ela, sem deixá-la explicar o outro lado, já me preparei para ter em algum momento a cena de alguém com a cara muito quebrada pedindo desculpas. Adoro ver vingadores onipotentes e onipresentes precisando implorar o perdão (e, como vocês já leram por aqui, em muitos casos, eu, escorpiana teimosa, não o daria). Mas vamos deixar Marco de lado. O que interessa aqui é Sasha.

- Sasha é uma piloto de corridas. A autora não cita, mas fica claro que a disputa é na F1, inclusive pelos GPs mencionados (e sim, tem menção a Interlagos. E é em São Paulo que acontece uma revelação importante na reta final da trama). Ela é filha de um piloto campeão que caiu em desgraça por causa de uma suspeita. Correr estava no sangue dela. Ela entendia de carros, sabia o que fazer. Só tinha um problema: era mulher. E por ser mulher que se recusou ao papel “esperado” de uma mulher em uma profissão predominantemente masculina pagou o preço que o mundo machista e sexista se acha no direito de cobrar. Teve um relacionamento com outro piloto e ao rompê-lo foi acusada de usar o sex appeal para subir na carreira. Ninguém a levava a sério por deduzir que uma mulher só estava ali para causar confusão. E esse preconceito é citado várias vezes ao longo da história. Porque assumiram que o relato de um homem, um igual, era verdadeiro e não se dignaram a ouvir o outro lado da história. Tanto que a autora relata a mudança de comportamento da equipe ao perceber o quanto ela entendia e poderia contribuir para o desenvolvimento do carro.

- Foi isso que gostei no livro. A autora não dourou a pílula. Simplesmente narrou o que vemos por aí no nosso dia-a-dia. Quantas vezes uma garota não é menosprezada – inclusive por outras garotas – por decidir fazer algo que não é considerado (por sabe-se Deus quem) para mulheres fazerem. Quantas vezes as pessoas são julgadas pelo que se dizem dela – especialmente as maledicências – do que pelo que se descobrem que elas sejam de verdade. Maya Blake foi perfeita ao mostrar a garota que podia ser tão boa piloto quanto os outros, mas ninguém estava interessado nisso.

- A partir disso, foi acompanhar a jornada de Sasha para entender porque correr era tão importante para ela. Para entender quais eram as prioridades dela. E entender o tamanho do pedido de desculpas que o onipotente da vez teria que fazer. E não me decepcionei.

- Só fiquei com uma curiosidade: em quem a autora se inspirou para criar o “repórter odioso que ela reconheceu ser de um canal de esportes do Brasil” que aparece duas vezes na história. Ainda mais porque pelo teor das perguntas do repórter ele deveria ser inglês (pátria-mãe dos maravilhosos tabloides) ou talvez, alemão (que também tem uns tabloides sem noção).

No site da autora descobri que faz parte de um dueto:

1 - O preço do sucesso – The price of success – Sasha Fleming e Marco de Cervantes
2 – Prêmio da Sedução – His ultimate prize – Jessica 219 - Raven Blass e Rafael de Cervantes


Bacci!!!

Beta
Reações:

3 comentários :

  1. O livro do Rafael chama-se Premio de Sedução jessica 219

    ResponderExcluir
  2. Obrigada!!! Eu pesquisei e não tinha conseguido encontrar :)
    Vou procurar para ler!!!

    ResponderExcluir
  3. Homem, bicho esquisito, toda vez surta ! De onde diabos esse tonto tirou essa idéia de que seu irmão bateu seu carro em uma corrida porque ele foi recusado pela heroína ?! Ela estava ao lado de seu irmão naquele carro para intrometer-se em seu volante ou retirar sua chave de ignição por um acaso ?! Seu irmão bateu seu carro em uma corrida porque ele foi imperito e pronto, fazendo tudo sozinho mesmo !!!

    Um acidente por incapacidade de concentração porque ele foi falho e só !!! Ele sequer faleceu nesse acidente de carro de corrida, ora, essa !!! Por que ficar atormentando à jovem, que era uma motorista piloto de fórmula de corrida melhor que seu irmão acidentado ?! Ô, falta de que fazer ! Eu não tenho queda para corrida de carro, de qualquer espécie, então não serei atraída pelo tema escolhido para seu ambiente também.

    ResponderExcluir