domingo, fevereiro 07, 2016

Ciao!!!



Conto de fadas? Bela Adormecida? Opa, tô dentro!
No fim das contas, foi uma surpresa por ir de encontro – e conseguir destoar – de todo um imaginário já estabelecido.

Enquanto Bela dormia – Elizabeth Blackwell – Arqueiro
(While Beauty Sleept - 2014)
Personagens: a jornada de Elise

Desde nova, Elise enfrentou batalhas para ficar viva. A varíola levou irmãos e a mãe, mas serviu como motivo para ela se candidatar a uma vaga no castelo, onde se tornou criada. Por ser discreta, subiu nos cargos e passou a trabalhar direto com a rainha Lenore e, mais tarde, com a princesa Rosa. Foi testemunha e, por vezes, uma das protagonistas em uma trama de poder, loucura, inveja, ganância, ambição e morte, mas que se tornou um conto de fadas com direito ao “e viveram felizes para sempre”.

Comentários:

- Ao lado de Jasmine, Aurora/Rosa de Bela Adormecida é a minha princesa favorita. Algo a ver com a música do balé de Tchaikovsky, com o vestido que ficava azul (pelas graças de Primavera) e com o príncipe Felipe, que realmente tem que se esforçar para salvar a princesa. Portanto quando vi um livro que oferecia uma releitura da história, claro que veio para a lista dos desejos. E assim que apareceu aqui em casa, eu li.

- O que posso dizer da experiência? Bem, se tirarmos toda a magia da história (as bruxas, a maldição de morte e o feitiço que transforma a maldição em sono até o primeiro beijo de amor) é exatamente o resultado do trabalho da autora. Ela trouxe a trama da Bela Adormecida para a realidade em um reino do período medieval. Ah, mas não sobra nada interessante, você pode pensar? Mentira: ficaram os seres humanos, capazes das melhores e das piores atitudes. Tudo narrado sob o ponto de vista de uma daquelas pessoas que deveriam permanecer invisíveis: uma jovem, que se tornou criada e virou uma peça importante em um jogo de vida ou morte disputado no castelo.

- Temos um casal que se ama sofrendo por não conseguir ter filhos. Temos uma mulher que ambiciona um poder que não poderia ter e encontra outras formas de exercer o controle das pessoas e situações conforme seus desejos. Temos outra mulher que teve o coração partido pela inveja. Temos uma criada, com um segredo de nascimento que se vê ligada a uma família real e em dúvida entre esta lealdade e o amor. Temos uma princesa mimada e protegida pelo medo dos pais em perdê-la. 

- É uma história que se desenrola ao longo de anos, onde cada gesto terá uma consequência e um desdobramento. Cada atitude pode revelar mais sobre quem cometeu. Imaginei a trabalheira que a autora teve em pegar as referências e encontrar formas de usá-las no livro, que funciona bem como a possível versão real de um conto de fadas.  

- Minha única crítica é o excesso de anúncios de “desgraça a caminho”, ainda mais porque todos conhecem um pouco o conto, a gente já imaginava o que poderia ocorrer, só não sabia como. Por isso, os anúncios de “desgraça a caminho” só servem pra gerar angústia em leitoras desesperadas como eu.

- Vida e morte são a força motriz de muitas histórias e esta aqui não seria diferente. O livro narra uma jornada de beleza, de amor, de amizade, de lealdade, mas de sofrimento, de maldade, de dor e de perda. Vale a pena ler porque sabemos que nem sempre a vida é um conto de fadas. Por que então não podemos enxergar o bom e o ruim da vida através dos padrões dos contos de fadas?


Bacci!!!

Beta
Reações:

2 comentários :

  1. Oi Beta!!!
    Acabei de ler esse livro e sofri bastante junto com Elise, mas amei o final, achei incrível a forma como a autora amarrou toda a história. Adorei a resenha :)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  2. Ora, pareceu-me haver um enredo muitíssimo excelente por trás desse conto de fadas nesse romance de capa belíssima !!! Uma serva em um castelo medieval, vivendo seu drama a parte, além de envolver-se por toda história de Bela Adormecida, meu conto de fadas preferido desde pequenininha !!! Seu príncipe precisou duelar realmente com seu destino para chegar até ela pela floresta de espinhos, combatendo uma bruxa-dragão cruel !

    ResponderExcluir