terça-feira, dezembro 29, 2015

Ciao!!!


O sofrimento das listas de fim de ano continua. E a chatice escorpiana também. De uma forma geral, o que posso antecipar que vocês vão encontrar na lista: autoras conhecidas – algumas de muito tempo e insanidades atrás –, a falta que eu vou sentir do selo Flor da Pele (que será descontinuado em 2016 pela Harlequin) e duas escolhas extremamente chocantes. No sentido de que nunca as imaginei nesta lista porque...
Ops, olha só, quase escapou um spoiler. Vocês vão ter que ler para descobrir o que eu quase disse ali em cima!

Direto ao ponto, eis os 15 melhores livros de banca que li em 2015:






#15: Noiva de ocasião, Liz Fielding

Há dias em que você simplesmente precisa de uma história fofa. Tipo algodão doce. Tipo bichinho de pelúcia que a gente quer apertar e não largar mais. Liz Fielding usa um casamento que deu errado como ponto de partida para uma trama simples e muito gostosa de ler.










#14: Rumores na Corte, Blythe Gifford

Trama histórica com inspiração em fatos reais. Casal que se odeia à primeira vista, mas que é obrigado a se unir – confiando e desconfiando um do outro. Uma história de amor que não surge num estalo, mas é construída em pequenos e grandes momentos.












#13: Stripper, Kelli Ireland 

Despir-se fisicamente é apenas uma parte. O pior – para Cass e para Eric Dalton – é o “desnudamento emocional”. Porque os dois estão em situações extremas, tensas e acostumados a carregar responsabilidade nas costas. Achei que era um livro leve e me enganei. Mas é o melhor da série.









#12: A lição de um playboy, Melanie Milburne (Hotel Chatsfield 1/4)   

Dos livros que li até agora da série Hotel Chatsfield, este é o melhor disparado. Não vou me surpreender se for o melhor da série. Reúne duas pessoas marcadas e condenadas pelos estereótipos: a princesa patinho feio que caiu em desgraça e o playboy bad boy que não respeita nada nem ninguém. Forçados a trabalhar juntos, eles se revelam muito mais que os rótulos.










#11: A decisão de um homem, Abby Green

Moço teimoso, dominador e traumatizado encontra mulher traumatizada e igualmente endurecida pela vida. Já viu que um pode fazer bem para o outro, caso se permitam... Lexie Anderson força Cesar da Silva tratá-la como uma igual envolvida no problema e disposta a solucioná-lo.  









#10: Coração de Pedra, Diana Palmer

Diana Palmer finalmente achou a quantidade certa de cada ingrediente: tem humor, perigo, suspense, drama, sofrimento, as ogrices, os remorsos, o risco de morte, as tramoias de 5ª categoria que dão certo, idas e vindas do romance, ciúme, humilhações, o desespero, a redenção, humor, o amor etc etc etc. Posso dizer que tudo funciona!!!!!
  







#9: Chance, de Vicki Lewis Thompson:

Fazendeiro confuso, moça determinada, casório de parentes à vista, trama de família e aulas de equitação. Faz parte de uma série gigante, peguei o trem andando e irei atrás dos que já foram lançados só porque o moço confuso e a moça determinada tornaram este livro imperdível.











#8: Desafio, Lori Foster

Um homem que se revela tão bonito quanto a aparência e que se entrega ao amor. Uma garota que quer fazer o bem, mas precisava se libertar do passado uma pessoa plena. É uma história de amor, de sedução, de traumas, de maturidade, de apoio, de química sexual, de ciúmes, de sensualidade. Lori estava inspiradíssima e a gente agradece.








#7: Tórrido, Kate Hoffmann

Amo livros com personagens que não ficam de lenga-lenga. Que não rodam em círculos. Que são inteligentes e sem mimimi. E que não dispensam pitada de humor e tensão sexual. Tem relacionamento sendo construído, tem perigo, tem moça inteligente, tem homem bonito e tem citação a pensadores da Escola de Frankfurt. E tem gente que acha que é apenas um livro bobinho...









#6: Casual, Sarah Mayberry

O confronto da roteirista contra o galã da novela. Eles não poderiam prever era o quanto as inseguranças de ambos – aqueles pensamentos e segredos mais íntimos que a gente não conta para ninguém – poderiam atrapalhar. Assim que Grace baixa um pouco a bola e a guarda contra Mac, os dois percebem que possuem muitos interesses em comum, que são inteligentes e articulados, bem humorados e que há sim algo ali pairando.








#5: Cavaleiro da Meia-Noite – Diana Palmer

Não sei se a Diana Palmer mudou a marca da água que bebia, mas, seja lá o que for, deu certo. Quando ela não escreve sobre parva tapetinho de ogro, eu fico tãããão mais feliz com ela!!! Bernardette encara pai, homem que amava, parentes peçonhentas do homem que amava, problemas de saúde e diva lindamente. Ela merece! Gretchen!









#4: Hoje e sempre, Nora Roberts

Agora um velhinho fofo, intrometido e casamenteiro perfeito, Daniel MacGregor jovem, impulsivo, teimoso e apaixonado por Anna desde o primeiro momento. O mais divertido é ver as tramoias dele se esvaindo diante da teimosia/persistência dela. Eles são perfeitos um para o outro, mas seriam necessários alguns ajustes para dar certo.



#3: Vingança Arriscada, Sara Craven

Gente do céu, li um livro da Sara Craven e gostei. Exatamente. Eu que sempre tive um problema com o estilo dela, gostei do livro. Ainda quero que outra pessoa leia e me diga se eu realmente entendi o livro ou delirei alegremente enquanto lia...  








#2: Arrepio, Leslie Kelly

Tem piti de fangirl, tem humor, tem sustos, tem suspense, tem pegada, tem personagens sexies. Tem herói torturado, sexy e confuso. E tem garota inteligente fazendo a diferença. Bom demais. Adorei. Sério. Adorei mesmo!











#1: Fim da inocência, Lynne Graham

Meses depois, a pergunta ainda não quer calar: ESTE LIVRO É DA LYNNE GRAHAM?!
Você, como eu, que conhece a autora do avesso pensa em todo aquele roteirinho de sempre dos livros dela. Aí a Lynne Graham achou um Chapolin Colorado interno e disparou um “não contavam com a minha astúcia” e faz tudo que a gente não espera dela. Não seria justo deixar em primeiro lugar outro livro.




Não perca amanhã: a estreia da lista das melhores heroínas nesta maratona de retrô do ano.
Nos próximos dias: a esperada Piriguetagem Literária 2015!
E não deixe de ler os melhores livros de livraria.

Bacci!!!

Beta
Reações:

5 comentários :

  1. Amiga, sou eu, o Giovani Cavalcante, lembra-se? Passei aqui rapidamente para, além de ser o chato que lhe comunicará um erro lá em cima, na parte do selo Flor da Pele ( erro apenas no ano, já que o ano que se aproxima é 2016 ), desejar-lhe um Ano Novo esplêndido, soberbo e maravilhoso, no qual todos os sonhos seus e de Madre Hooligan se realizem perfeitamente.
    P.S. 1; Fiquei bem feliz que Sara Craven tenha entrado na lista. Morri mil vezes com a primeira posicão. E achei que Norinha não entraria nesta lista, visto que na de livros de livraria, ela não foi consagrada.
    P. S 2 : Não me pergunte quem é Cordélia Portugal. É uma longa história, hehe...

    ResponderExcluir
  2. os livros da Lori Foster são sempre demais, mas Desafio ainda é o preferido, ta la na lista de super queridinho
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Não acredito!!!!!!!!!!!!!!!! Acho que sou eu que estou delirando.kkkkkkk... Sara Craven no seu top melhores leituras?! E o mais chocante: LYNNE GRAHAM?????????!!! Eu devo estar imaginando isso!kkkkkkkkkk... E o mais incrível é que a LG ainda conseguiu o primeiro lugar! Nunca vou esquecer algo assim! Vai ficar para a história!kkkkkkkk...

    Se você ficou mal com o fim da série à flor da Pele, pode imaginar como me senti ao saber do fim da série Special. :( Ainda nem fiz o post de lançamentos de janeiro. Estou deprimida. Triste com essa notícia é pouco. Estou arrasada.

    ResponderExcluir
  4. Oh, sem reclamações ou recriminações para com esta listagem desta vez ! Mas eu alteraria seu ranking para sete desses romances estarem em colocação melhor nesta listagem. Muitos desses romances têm um tempero saboroso e voluptuoso que fazem-nos merecer uma colocação melhor em minha opiniãozinha. Enfim: gosto por gosto ! ^_^

    ResponderExcluir
  5. Amei os comentários, especialmente sobre a Diana Palmer ( a "parva tapetinho de ogro" kkkkkkkkkk é o básico da Palmeirão), vou procurar ler estes que estão na lista... principalmente os da Diana.

    ResponderExcluir