quinta-feira, junho 11, 2015

Ciao!!!

Se eu contei direito (Matemática foi abolida da minha vida quando passei no Vestibular), são TRINTA E SETE lançamentos neste mês. Livro para todo gosto, para todo tipo de leitor e de leitora.
Estas são algumas das sugestões do Grupo Editorial Record para que você tenha boas leituras juninas!!!

A menina que contava histórias
Jodi Picoult

Sage Singer trabalha a noite toda, preparando pães e doces para o dia seguinte e tentando escapar de uma realidade de solidão, lembranças ruins e da sombra da morte de sua mãe. Quando Josef Weber, um idoso
que participa do grupo de luto de Sage, passa a frequentar a padaria, eles começam uma amizade improvável. Apesar de suas diferenças, ambos enxergam um no outro as cicatrizes ocultas que as demais pessoas não veem.
Tudo muda no dia em que Josef confessa um segredo vergonhoso e há muito enterrado — ele foi membro da SS na Alemanha nazista — e pede a Sage um favor impensável: que ela o ajude a morrer. O que ele não sabe é que a avó de Sage é uma sobrevivente do Holocausto... ou será que sabe?
Se Sage concordar em fazer o que Josef pediu, enfrentará não apenas repercussões morais, mas talvez também legais. Com a integridade de seu amigo mais próximo manchada, ela começa a questionar suas
suposições e expectativas sobre a vida e a própria família.

A revolução da lua
Andrea Camilleri
Um tributo à sabedoria e à coragem das mulheres

Na Palermo do século XVII, a ilegalidade trabalhava a todo vapor. Entre as pompas de um rico aparato, arquitetavam-se complôs, tramavam-se atentados e ensanguentavam-se as mãos; leis eram violadas, subornos eram pagos, favores eram distribuídos; roubava-se, depredava-se e prostituía-se sem que o Vice-Rei tomasse conhecimento.
Com a morte repentina do Vice-Rei, em 1677, sua esposa, dona Eleonora de Moura, é designada a substituí-lo. Decidida na defesa das leis e da justiça social, a governante mulher compartilha com a lua a
duração de sua justa "revolução": nos vinte e oito dias que permaneceu no poder, a Vice-Rainha combateu as indignidades do governo sob acusação de cumplicidade com o demônio por fanáticos instigados pelo
bispo da cidade.
Entre realidade histórica e feliz invenção, A Revolução da Lua tem alto nível de vivacidade e humor. E é também uma homenagem à grandeza da mulher, assinada por um dos maiores artesãos da literatura italiana contemporânea.

A sábia de Waterloo
Leona Framcombe
A batalha napoleônica vista pelos olhos de uma coelha
A fazenda de Hougoumont, perto de Waterloo, foi palco de uma luta sangrenta entre ingleses e franceses em 17 de junho de 1815. E acabou sendo crucial no resultado da batalha e no destino da Europa. O que
poucos sabem é que alguns dos coelhos que viviam na propriedade testemunharam a batalha, e alguns até sobreviveram a ela. Entre seus descendentes está William, um coelho branco que vive no presente,
mas que se interessa muito pelo passado e busca na tataravó sua fonte de conhecimento…
A sábia de Waterloo é um livro sem igual, charmoso e profundo sobre a loucura humana e a sabedoria do mundo natural.




As MAIS 5: Sorte no jogo, sorte no amor
Patrícia Barboza
O quinto e último livro da série As MAIS

Todo mundo já deve ter ouvido, pelo menos uma vez na vida, o ditado “Sorte no jogo, azar no amor”. Mas será que ele está certo?
Susana, a S das MAIS e a esportista da turma, narra as aventuras do último trimestre do primeiro ano do ensino médio. A atleta mais badalada do Centro Educacional Machado prova nesta história que os
ditos populares nem sempre são verdadeiros.
Fazer parte de um time de vôlei profissional é a realização de um sonho! Susana vai enfrentar seu grande desafio durante o campeonato carioca da Liga Feminina Juvenil. Ao mesmo tempo em que precisa se dedicar ao máximo nos jogos, ela é obrigada a lidar com a saudade do namorado, que sai em turnê para divulgar seu novo disco.
E nada mais legal que ter as melhores amigas para dar apoio nesse grande jogo que é a vida! Mari, Aninha e Ingrid estarão ao lado de Susana em todos os momentos do livro que encerra a série.
Acontecimentos surpreendentes vão movimentar a vida dessas quatro garotas inseparáveis.

Bandidos
Eric J. Hobsbawm
Um livro considerado o ponto de partida dos estudos contemporâneos sobre a história do banditismo

Em quase todo o mundo há relatos, narrativas orais e escritas, e músicas sobre eles. Encantadores e assustadores, os bandidos são fonte para um forte e contraditório imaginário sobre o poder, a violência e a justiça popular. Os “fora da lei” são a representação de uma recusa individual às forças sociais e à autoridade, mas ainda assim, muitas vezes, encontram na sociedade reconhecimento e proteção.
O banditismo é considerado uma das formas mais primitivas de protesto social organizado.
Mas “de que modo o elemento social do banditismo, que defende os fracos contra os fortes, os pobres contra os ricos, os que buscam justiça contra o governo dos injustos, se enquadra na história política do banditismo, que faz dos bandidos homens poderosos atraídos para o universo do poder?” Esta é a pergunta central do livro, que procura definir quais fatores políticos, econômicos e sociais favorecem que a existência de alguns “fora da lei” se transforme em movimento e, em certos contextos, em verdadeira endemia.

Caçada às cegas
Lee Child
O 4º livro protagonizado por Jack Reacher, vivido nos cinemas por Tom Cruise

Quando a sargento Amy Callan e a tenente Caroline Cook são encontradas mortas em suas próprias casas — dentro de banheiras cheias de tinta verde igual à usada pelo Exército, com seus corpos completamente intactos —, Jack Reacher se torna suspeito. Ele as conhecia — e sabia que ambas haviam pedido baixa após serem vítimas de assédio sexual.
Ex-militar, solitário e sem destino, ele se encaixa perfeitamente no perfil traçado pelo FBI e acaba preso. Mas, quando um terceiro corpo é descoberto, conclui-se que o verdadeiro assassino ainda está à solta.
Mesmo contra a sua vontade, mas persuadido pelo FBI, Reacher toma parte no caso.
O que essas mulheres teriam em comum e por que alguém estaria empenhado em silenciá-las? Conseguirá Reacher resolver o mistério e provar que, não importa a situação, ele sempre se sobressairá como único e absoluto herói?


Contos: Volume 2
Ernest Hemingway

Considerado um dos escritores mais influentes do seu tempo, Ernest Hemingway está representado neste Contos: Volume 2 por algumas de suas histórias prediletas. Nestas páginas, Hemingway retoma o brilhantismo do primeiro volume de seus contos e demonstra, mais uma vez, sua capacidade para criar personagens reais. Escritas com maestria, as histórias deste segundo volume são o perfeito exemplo do talento deste tão aclamado autor.

Em busca de abrigo
Jojo Moyes
O romance de estreia de Jojo Moyes, autora vencedora do prêmio RNA com A casa das marés

Sem contato com sua mãe desde que fugiu de casa quando ainda jovem na zona rural da Irlanda, Kate fez um juramento de que seria sempre amiga de sua filha, Sabine. Mas a vida tem uma maneira engraçada de
se repetir, e Kate vê um abismo crescente entre elas. Com Sabine às vésperas de fazer uma jornada de volta à Irlanda para ver sua avó e resgatar seu passado, Kate se pergunta como elas chegaram a essa
situação e o que ela pode fazer para mãe e filha se reconectarem. 
Para Joy, ver sua neta é a realização de um sonho. Após uma dolorosa separação de sua filha Kate, ela aguarda ansiosamente a chegada de Sabine. Porém, logo após a chegada da neta, a conexão que ela esperava não acontece, diminuindo seu entusiasmo. E quando o impetuoso temperamento de Sabine força Joy a encarar fantasmas do passado, ela percebe que talvez seja a hora de fechar antigas feridas.


Entrelinhas
Tammara Webber
O primeiro livro da série Entrelinhas, da mesma autora de Easy e Breakable

Reid Alexander, um dos jovens atores mais bem pagos da atualidade, está acostumado a conseguir o que quer — e o que ele quer agora é Emma Pierce, a atriz novata que vai fazer par romântico com ele no
próximo filme. Os astros parecem estar se alinhando para realizar o seu desejo, até que ele se vê diante de dois obstáculos inesperados: uma ex-namorada ressentida e um rival que vai disputar o coração da atriz.

Emma Pierce acaba de receber uma oportunidade de ouro após anos atuando em comerciais e filmes para TV. Fazer o papel principal em um filme de grande orçamento, contracenando com o lindo Reid Alexander,
deveria ser a realização de um sonho. Mas o coração dela esconde uma fantasia secreta: ela quer ser uma garota normal.

Leviatempo
Maxime Chattam
Um dos 10 autores de maior sucesso na França, com 500 mil exemplares vendidos por ano

Na Paris da Belle Époque, Guy de Timée é um romancista de sucesso vivendo o drama da página em branco. A fim de encontrar inspiração para escrever um romance noir, ele sai de casa, deixando mulher e filha, e se aloja no sótão de um bordel no coração da cidade. O Boudoir de soi é uma casa respeitável, frequentada pela alta burguesia parisiense, e Guy logo se torna amigo das residentes do local.
Uma noite, uma das jovens prostitutas é encontrada morta ao lado do bordel; horrivelmente curvada, transpirando sangue e com os olhos completamente negros. Auxiliado pela cortesã Faustine e pelo
complexado inspetor Perotti, Guy assume uma violenta e sangrenta investigação que leva a outros assassinatos e corpos encontrados em condições semelhantes.
Seria obra do Diabo? Qual o propósito sombrio desse assassino de mulheres?

Lírio azul, azul lírio (Vol. 3 A Saga dos Corvos)
Maggie Stiefvater
A complexa teia de intrigas, magia e ação torna-se ainda mais enigmática no terceiro volume da série

Blue Sargent encontrou coisas. Pela primeira vez na vida, ela tem amigos em quem pode confiar e um grupo ao qual pertencer. Os garotos corvos a acolheram como se ela fosse um deles. Os infortúnios deles
tornaram-se dela e vice-versa.
O problema de coisas encontradas, porém, é a facilidade com que podem se perder. Amigos podem trair. Mães podem desaparecer. Visões podem iludir. Certezas podem se desfazer.
Em Lírio azul, azul lírio, o leitor vai descobrir para onde Blue, Gansey, Adam, Ronan e Noah serão levados em sua jornada para encontrar o lendário rei galês Glendower.



O santo inquérito
Dias Gomes

O santo inquérito conta a história de Branca Dias, cristã nova e ingênua, filha de Simão Dias e noiva de Augusto Coutinho, que foi vítima de perseguição após cometer um ato que, aos seus olhos, julgava ser de extrema bondade: salvar de um afogamento o padre da cidade.
Esta é uma das grandes peças brasileiras modernas, por suas intenções artísticas e por suas preocupações sociais. 
  
O sol é para todos
Harper Lee
A nova edição revista de um dos maiores clássicos da literatura mundial
Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça.
O sol é para todos, com seu texto “forte, melodramático, sutil, cômico” (The New Yorker) se tornou um clássico para todas as idades e gerações.
Os reis
Julio Cortázar
O impagável livro de estreia de Julio Cortázar na literatura
Os reis, primeira publicação literária de Julio Cortázar, recria o mito grego de Minos, Teseu, Ariadne e Minotauro. Misto de poesia e drama, este livro apresenta chaves para entender o universo cortazariano. Aqui, o autor atualiza a dimensão clássica das perspectivas do rei, do herói, da alma feminina e do monstro, criando a obra-prima que o impulsionou a tornar-se um dos grandes autores de todos os tempos.



Para onde vai o amor?
Carpinejar
Do encantamento à amargura: o amor segundo Carpinejar
Em seu novo livro, Carpinejar apresenta 42 textos sobre amor, desilusão amorosa, casamento, divórcio, saudade e outros sentimentos que compõem os relacionamentos. Com toda sua prosa poética,
indiscutivelmente poderosa, o autor explica o que se passa dentro do coração do leitor: do encantamento à amargura, da paixão ao desencanto, do companheirismo ao cinismo. Está tudo aqui. Um livro sem igual, de um autor de voz única.




Pare de acreditar no governo: Por que os brasileiros não confiam nos políticos e amam o Estado
Bruno Garschagen
De João VI a Dilma como surgiu no país a ideia de que o governo é responsável por tudo
Por qual razão nós brasileiros, apesar de não confiarmos nos políticos, a quem dedicamos insultos dos mais criativos e variados, pedimos que o governo intervenha sempre que surgem problemas? Por que vamos para as ruas protestar contra os políticos e ao mesmo tempo pedir mais Estado – como se este não fosse gerido pelos... políticos? Por que odiamos os políticos e amamos o Estado? Por que chegamos à condição de depender do Estado para quase tudo? 
Bruno Garschagen busca entender como se formou historicamente no Brasil a ideia de que cabe ao governo resolver todos ou a maioria dos problemas sociais, políticos e econômicos. De Dom João VI a Dilma Rousseff, um compromisso inabalável uniu todos os governantes, inclusive aqueles chamados (erradamente, segundo o autor) de liberais ou neoliberais: a preservação do Estado monumental e mesmo o seu crescimento.

Pare de ser boazinha e comece a ser sedutora
Maggie Arana e Julienne Davis

“Pare de ser boazinha e comece a ser sedutora” é um guia inteligente, audacioso e honesto para mulheres de todas as idades. Apresenta uma visão revolucionária das principais causas do tédio na cama. Como
Maggie Arana e Julienne Davis descobriram, pequenas coisas que dizemos e fazemos todos os dias sabotam a química na vida a dois.
Sem jargão psicanalítico, explica por que hábitos como instituir uma noite de namoro na semana ou fazer sexo em lugares diferentes são apenas paliativos: a verdade é que, se você já não quer transar, obrigar-se
a fazê-lo na mesa da cozinha não vai resolver o problema!
Você também vai aprender que discutir é um fator fundamental para aproximar os casais, a importância de manter a individualidade e como a sexualidade não depende de um corpo perfeito, mas da maneira através da qual a mulher se vê e da forma como projeta sua autoestima para o parceiro

Por trás da máscara: Do passe livre aos black blocs, as manifestações que tomaram as ruas do Brasil
Flavio Morgenstern
Um livro fundamental para entender as manifestações de Junho de 2013

Neste notável e corajoso livro de estreia, desde já leitura obrigatória para o entendimento do Brasil, Flavio Morgenstern cumpre o que o título promete: desnuda sem dó, mais do que as “jornadas de junho” de 2013 em si, o espírito da insurreição e o cenário e os interesses que a incubaram. 
Valendo-se de sua consistente cultura política, sólida noção de tempo histórico, leitura (e releitura) arguta do noticiário, memória incorruptível, prosa abundante e humor desconcertante, o autor investiga e destrincha – com técnica original e abordagem inédita – aquela imensa onda de manifestações, tão imediatamente comprada como histórica quanto ainda hoje incompreendida.

  
The Beatles
Hunter Davies
A única biografia autorizada da banda que definiu gerações

No auge da Beatlemania, Hunter Davies foi o único biógrafo autorizado a acompanhar John, Paul, George e Ringo junto aos amigos, colegas e familiares. Do primeiro contato com a música até a relação com o empresário Brian Epstein, as histórias de infância e adolescência dos integrantes da maior banda de todos os tempos são reveladas, assim como o processo criativo de seus álbuns.
Ao longo de 18 meses, Davies reuniu um material íntimo e exclusivo — incluindo um sensacional encarte de fotos —, que se tornou referência a outros autores e admiradores. Repleta de detalhes e entrevistas, esta biografia traz também as histórias completas do Fab Four e uma letra de música escrita por George Harrison descoberta recentemente. O profundo conhecimento de Davies sobre a história do grupo e seu apelo duradouro fazem desta a biografia definitiva dos Beatles, a única produzida com a colaboração e o incentivo dos próprios músicos.

Waterloo
Bernard Cornwell
A história de quatro dias, três exércitos e três batalhas. O confronto que deteve Napoleão

Em seu primeiro trabalho de não ficção, Bernard Cornwell combina suas habilidades narrativas com uma pesquisa histórica meticulosamente construída para apresentar a descrição de cada momento dramático da 
batalha de Waterloo, desde a fuga de Napoleão de Elba até o resultado da matança nos campos de batalha. 
Por meio de trechos de cartas e diários do imperador Napoleão, do duque de Wellington e de soldados e oficiais comuns, Cornwell dá vida à sensação de como foi travar as famosas batalhas. Sua riqueza de detalhes e relatos pormenorizados dos confrontos esclarecem as idas e vindas desses quatro dias. É uma história de decisões-chave e momentos de incrível bravura de ambos os lados, que mantiveram indeterminado o resultado final até o derradeiro embate.

E já estão no Literatura de Mulherzinha: 
 
Amy Harmon
Um livro intenso, com uma história emocionante que vai permanecer no seu coração por um longo tempo

Ambrose Young é lindo — alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de
livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose... até tudo na vida dele mudar.
Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas — perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de
identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido.
Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.


Brittainy C. Cherry
Um amor proibido no melhor estilo de Romeu e Julieta

Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings é enviada pela mãe descompensada para a casa do pai, com quem mal conviveu até então. Devastada, Ashlyn viaja de trem para Edgewood
carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã. Na estação, Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil. A atração é imediata, e, depois de um encontro
romântico, os dois descobrem que compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare, mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. O único problema é que, quando Ashlyn começa o
ano letivo na escola onde o pai é diretor, descobre que Daniel é o Sr. Daniels, seu professor de inglês, com quem não pode de jeito algum ter um relacionamento amoroso. Desorientados, os dois precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, ainda precisam tentar de todas as formas superar problemas do passado e sobreviver a alguns conflitos inesperados e dramáticos que a vida apresenta – e que poderiam separá-los para sempre.

Estes são alguns dos lançamentos de maio. Confira as novidades e notícias no site oficialno
FacebookTwitter e Instagram do Grupo Editorial Record.

Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Cinco desses exemplos de lançamento são de meu gosto. Eu precisarei explorar prateleiras de livrarias para encontrá-los, trazendo literatura variada para meu armário de livro. Incrível como uma coisinha tem poder idêntico ao poder de uma catástrofe pessoal de alterar uma vida drasticamente pelo fato puro e simples de ter acontecido ! Eu estou cobiçando muitos livros e romances este ano ! Haja tempo para ler tanto !

    ResponderExcluir