sábado, junho 27, 2015

Ciao!!!


QUE CAPA LINDA!!!!

Ah, Itália!
Nem preciso dizer o quanto eu adoro esse país, né? E quando vi o nome do livro e esta capa, sabia que ele iria imediatamente para a minha lista de leitura.

Mais do que um casamento de conveniência – Lucy Gordon – Harlequin Special 2 Histórias 101 (Amor na Itália)
(Not just a convenient marriage – 2014 – Mills & Boon Modern Romance)
Personagens: Sally Franklin e Damiano Ferrone

Um acidente causado por um cachorro mal comportado fez Damiano e o filho, Pietro, conhecerem os irmãos ingleses Sally e Charlie, que estavam “turistando” por Veneza. Sentindo-se na responsabilidade em compensar o contratempo, Damiano quis acompanhá-los e descobriu que os irmãos não estavam à toa em Veneza e que ele tinha poder para ajudá-los. A contrapartida? O fascínio do filho por Sally, o menino viu nela a chance de finalmente ter uma mãe. E por Pietro, Damiano era capaz de fazer qualquer coisa.

Comentários:

- Não é uma história perfeita. Você consegue adivinhar algumas coisas que ocorrerão (inclusive o que era para ser surpresa). Mas é fofa e bem escrita. Afinal de contas, para a maioria das pessoas (neste caso, não estou incluída por motivos de Florença), Veneza é uma das – se não for A - cidade mais romântica do mundo, que inspira, respira e transpira amor. Então, lá é um cenário para tudo que leve ao happy end.

- Sally foi forçada a deixar a Inglaterra por causa do irmão caçula, Charlie, que ela criou após a morte dos pais. A criatura irresponsável se meteu em encrenca, estava em risco e a colocando em risco por tabela. Ela achou que teria sossego. Aí encontrou Damiano, Pietro e o cachorro Toby. Ela encantou o menino ao tratar bem o cachorro. E chamou a atenção do pai. Como o mundo é um ovo, os problemas encontram Sally e Charlie em Veneza e Damiano, o empresário de hotelaria todo-poderoso, compra a briga e resolve protegê-los.

- Durante a convivência fica óbvio que: a) Pietro quer Sally como mãe e confia instintivamente nela b) Damiano percebe isso e está disposto a atender o desejo do filho c) Sally está se acomodando à rotina da família e tenta não se apaixonar por tudo. À medida que descobre o que envolve o passado da família desfeita, ela percebe a linha de raciocínio do seu charmoso, lindo, poderoso e encantador anfitrião e se verá diante da decisão de um casamento, mas apenas por conveniência.

- Apesar de uma ou outra ponta solta, que a gente perdoa, o livro tem uma energia boa. A gente quer que eles se acertem. É mais que um casal: é um viúvo cuidando do filho. Um pai que ama o menino mais que tudo. E seria capaz de abrir de mão de si mesmo para fazer Pietro feliz. Não tem o viés manipulador. Ele deixa claro que sim há um interesse, mas a gente percebe que o que se passa na cabeça dele pode surpreendê-lo. Sally não é fresca. Aliás, ela é lógica, centrada e forte. A pessoa que sabe dizer o tempo todo a palavra certa, o conselho perfeito, o ombro amigo, baseado na experiência própria e na intuição e sensibilidade. O que ela vai precisar descobrir é se a decisão que solucionaria todos os problemas e a daria uma família – algo que ela também tinha perdido – seria suficiente para ela.

- Mas estamos em Veneza, cidade onde o amor sempre vence. Então fiquem tranquilos porque a jornada pode ter algumas complicações, mas valerá a pena.

Apesar de não estar creditado nem no Goodreads nem no site da autora, este livro faz parte de um dueto. E a Harlequin Brasil teve a sacada genial (OBRIGADA!) de publicar as histórias dos irmãos Ferrone em edição única. Afinal de contas, Mário aparece aqui e será o protagonista da trama seguinte.

Dueto irmãos Ferrone:
* Publicados na Harlequin Special 2 Histórias 101 - Amor na Itália
1 - Mais do que um casamento de conveniênciaNot just a convenient marriage – Sally Franklin e Damiano Ferrone
2 - Outra vez o amorReunited with her Italian ex – Natasha Bates e Mario Ferrone


Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Oh, uma capa linda realmente, mas eu vi capas mais lindas antes (sem querer ser ofensiva). Mas o que ficou lindo mesmo foi aquele bonitão moreno, como todo italiano deveria ser !!! Aquele trecho de mar verde também !!! Meu lugar romântico de Itália nunca seria Veneza, mas toda parte campestre de Toscana !!! Eu amei esse enredo, colocando esse romance em minha lista de compra imediatamente literalmente !!!

    ResponderExcluir