terça-feira, abril 28, 2015

Ciao!!!





Ah, Rannulf, minha intuição me avisou quando te vi como “participação especial para atiçar leitores sobre a sequência” que era prestar atenção em você...
E intuição escorpiana costuma não errar.

Ligeiramente maliciosos – Mary Balogh – Arqueiro
(Slightly Wicked – 2003)
Personagens: Judith Law e lorde Rannulf Bedwyn

A viagem rumo a uma nova fase da vida só não era mais tediosa porque a mente de Judith vagou criando uma estória que, logo, logo a realidade tratou de superar. A diligência sofreu um acidente e ela foi incumbida de acompanhar o homem que se dispôs a enviar o resgate. Sabendo que não teria outra chance, de ser tão livre, ela se rendeu à atração intensa entre eles. Para “Ralf Bedard”, a atriz Claire Campbell era a sedução em pessoa. Não perdeu a chance de ter intimidade com uma mulher, que fugiu dele... E a reencontrou onde menos esperava: na casa da família onde era tido como o pretendente favorito da debutante da vez.

Comentários:

- Sim, ainda acho Wulf, o conde de Bedwyn, um chato. Mas os irmãos dele são muito mais legais. Por exemplo, Rannulf, aquele que deveria ter seguido carreira na igreja, mas não o fez, viajava para o norte, para passar um tempo na casa da avó, que o beneficiaria na herança. No caminho, ao prometer ajuda a um grupo que viajava em uma diligência que se acidentou, ofereceu “carona” a uma das passageiras, uma jovem ruiva que viajava desacompanhada. Para sua torcida, ela aceitou. Na conversa, ela disse ser Claire Campbell, atriz dos palcos do interior da Inglaterra. Ele se apresentou como Ralf Bedard. Os dois providenciaram socorro aos demais passageiros e foram para outra estalagem, onde se hospedaram como Sr. e Sra. Bedard, recém-casados.

- Judith sabia que estava a caminho da vida como parente pobre abrigada por caridade para ser criada de luxo.  E também esteve ciente ao longo da vida que não era bonita, mas infelizmente despertava malícia nos homens por causa do corpo e dos cabelos da “cor do demônio”. No entanto, pela primeira vez, não sentiu vergonha, mas sim, se sentiu desejada e vontade de retribuir ao olhar e ao que Ralf prometia. Sabendo que estava condenada a uma vida de sombras, poderia ser a última vez que teria liberdade de fazer algo e não hesitou. No entanto, não poderia assumir as consequências de ver a fantasia que criou sobre si mesma ser desfeita e sumiu sem deixar pistas.

- Só que o interior da Inglaterra no período da Regência é uma gema de ovo de codorna ou o destino é muito malvado, o fato é que os dois acabaram se reencontrando e foram confrontados com as verdadeiras identidades. Judith Law, parente pobre, criada da avó, humilhada pela tia e pela prima debutante. Ele, Rannulf Bedwyn, herdeiro da avó e segundo (por enquanto) na linha de um ducado. Um relacionamento impossível, ainda mais porque a avó, Lady Beamish, estava cogitando como noiva para ele Julianne Effingham, a prima de Judith.

- Pra desembolar essa trama, teremos algumas lágrimas, humilhações, debutante mimada dando piti (não dou conta de gente como Julianne sem o sangue escorpiano ferver). Para agravar, o irmão sem noção e irresponsável de Judith, Bramwell Law, que é responsável direto pela falta de recursos da família está lá posando de convidado e se afundando em problemas. E ainda surge um vilão daqueles tipo lobo em pele de cordeiro, que vai te tirar do sério. E Rannulf e Judith se querendo, mas sabendo que não podem e não entendendo direito o que sentem um pelo outro. Amor – ainda não rotulado – precisando sobreviver às provas impostas pela vida. Uma delícia de ler. Diferente do estilo bem-humorado de Julia Quinn. Tão bom quanto.

- E agora vem a história da Freyja. Devo revelar que, desde o primeiro livro, estou esperando muito por ela. Pelo pouco que foi dito até agora e pelo que vimos da personalidade dela, sinto que vem personagem favorita no próximo livro...

Série Os Bedwyns (The Bedwyns Saga):

Slightly Married (2003) – Ligeiramente Casados - Eve Morris e Coronel Aidan Bedwyn
Slightly Wicked (2003) – Ligeiramente Maliciosos - Judith Law e lorde Rannulf Bedwyn
Slightly Scandalous (2003) – Ligeiramente Escandalosos  – Freyja Bedwyn e Joshua Moore.
Slightly Tempted (2003) – Ligeiramente Seduzidos – Lady Morgan Bedwyn e Gervase Ashford
Slightly Sinful (2004) – Ligeiramente Pecaminosos – Rachel York e Alleyne Bedwyn
Slightly Dangerous (2004) – Ligeiramente Perigosos – Wulfric Bedwyn e Christine Derrick.

A série está relacionada outros dois livros, que funcionam como prequel: One night for Love (1999) e A Summer to Remember (2002), onde a família é apresentada e também faz parte da série Suvivors’ Club.

- Links: Goodreads autora, livro e série; site oficial da autora.

Bacci!!!

Beta 
Reações:

Um comentário :

  1. Eu não falei que eu tinha interesse nesse romance somente por entre todas aquelas opções daquela lista de lançamentos ???!!! Eu falei mesmo !!! Pois então, minha intuição tinha razão !!! Que enredo delicioso !!! Eu preciso ter um exemplar de cada romance dessa série para mim, explorando prateleiras de livrarias até encontrar !!! Não tem como recusar esta série mesmo, embora eu não conheça esta autora !!!

    ResponderExcluir