sábado, fevereiro 07, 2015

Ciao!!!



Que eu tropeço em séries, todo mundo que acompanha o Literatura de Mulherzinha já sabe. Comemoro quando as séries são lançadas de forma identificada. Só que nem sempre consigo ler na ordem correta. Foi o caso com os Bryant. Li o primeiro, o terceiro e estou à caça do segundo livro da trilogia.

Marca da Sedução – Kate Hewitt – Paixão 340 (Os Bryant 3/3)
(His brand of passion – 2013 – Mills & Boon Modern Romance)
Personagens: Zoe Parker e Aaron Bryant

Zoe ficou incomodada com o irmão do noivo no casamento da irmã. Aaron estava mais preocupado em olhar as mensagens que tocavam sem parar. Ela decidiu que ele não estragaria o casamento de Millie e Chase. Para isso, roubou o celular dele, forçando-o a ser muito persuasivo para recuperar. Os dois terminaram em uma noite de paixão intensa. Resultado: meses depois, Aaron é confrontado com o aviso de que vai ser pai. E vai ser difícil lidar com isso em meio ao caos que estava a vida dele.

Comentários:

- Gente que toma decisões precipitadas. Gente que não conversa. Neste livro temos exemplos dos dois casos. Primeiro que Zoe não tinha nada que furtar o celular do Aaron. Se estava incomodando, deveria tê-lo chamado em um canto e perguntado se seria possível desligar. Aaron também deveria ter controlado a necessidade – porque era necessário mesmo olhar as mensagens que chegavam – para momentos de maior descrição durante a cerimônia. Ele era um homem no limite, pressionado para resolver problemas da empresa. A ousadia de Zoe o tirou do sério e foi o estopim para ele ceder à tentação.

- Zoe ficou chocada com a forma como Aaron reagiu à notícia de que seria pai. Uma série de circunstâncias forçam ambos a ficarem juntos, pela necessidade em garantir a Zoe uma gestação adequada. No entanto, não há amor, nem promessas de perfeição. Zoe se ressente de que ele trabalhe demais. Mas nunca questiona a razão e ele também não explica os motivos. Então temos essa relação se desenvolvendo em duas estradas diferentes que não dialogam e tiram conclusões um sobre o outro.

- Há alguns lampejos de possibilidade de felicidade que são estragados pelas desconfianças, inseguranças, traumas, responsabilidades deles. Ou seja, eles ainda vão sofrer e se superar profundamente se quiserem terminar juntos no tal final feliz.

- Temos informações do que se passou brevemente nas histórias dos irmãos. E incluisve o papel que Aaron exerceu na história de Luke e o rompimento de Chase com a família. Eles estão bem e esta é a esperança de que o mais velho dos Bryant também encontre o próprio caminho.

- É o livro que encerra a trilogia Os Bryant – Poderosos & Orgulhosos:
Véu do Paraíso – Paixão 336 – Millie Lang e Chase Bryant
Calor do Momento – Paixão 338 – Aurelie Schmidt e Luke Bryant
Marca da Sedução – Paixão 340 – Zoe Parker e Aaron Bryant


Bacci!!!


Beta

Reações:

Um comentário :

  1. Ora, foi mesmo uma atitude a recriminar, pois ela não tinha mesmo que roubar aquele celular, mas foi uma atitude verossímel que trouxe charme ao enredo. Mas essas heroínas ficam tão cegas assim de desejo e paixão para conseguirem uma noite de sexo fenomenal inesquecível justamente quando estão em período fértil, com homens complicados que não reagirão muito bem ao saber que serão pais ?! Oh, dom !!!

    ResponderExcluir