sábado, janeiro 17, 2015

Ciao!!!


Antipatia define: o livro acabou e até agora eu estou olhando torto para o cidadão da capa.

Amarras do Passado – Emilie Rose – Desejo 192 (Bilionários & Bebês)
(The ties that bind – 2012 – Harlequin Desire)
personagens: Anna Aronson e Pierce Hollister

Pierce precisava de uma babá com urgência e, apesar de desconfiar de Anna, foi convencido de que ela era a melhor opção e a contratou a contragosto. Mãe de um garotinho espevitado de quase 2 anos, Anna não entendia como um pai não queria ter contato com o filho. E todas as tentativas esbarravam na desconfiança e má vontade do pai. E como tudo pode piorar, uma inconveniente atração etnre eles com certeza complicaria ainda mais a situação...

Comentários:

- Ah, gente, fala sério, perdi a paciência com o senhor Pierce Hollister pela parte inicial do livro. Um cara disposto a terceirizar o cuidado com o filho e não ter a menor relação com ele não é um tipo muito simpático. Mesmo já imaginando que a autora planejava um tipo de redenção para ele, confesso que comigo não deu certo. Ok, consigo entender os motivos pelo “bloqueio emocional” do cidadão, mas estamos falando de um homem adulto que provavelmente já ouviu falar em terapia em algum momento da vida. E, principalmente, que sabia muito bem o que estava fazendo. Por tabela, a forma como Pierce tratou Anna desde o início (aquela coisa de “aposto que ela quer meu dinheiro bla bla bla”), mas quando foi conveniente para ele omitiu esse detalhe mentalmente, também não ajudou.

- Anna está determinada a criar laços entre pai e filho que não se conheciam e foram viver jutnos para uma questão de emergência. Ela não desiste a cada tentativa rechaçada – e o cara dispensa com convicção. Claro que vamos ter uma virada, claro que vai surgir o conflito por causa da atração sexual entre patrão e empregada e também teremos algumas demonstrações de esperança de sentimento de Pierce por Graham. Mas sinceramente, não me comoveu. Tanto que quando a virada acontece minha reação não foi um “puxa que legal”, mas foi um mecânico “não faz mais que a obrigação” que eu posso garantir a vocês é uma das frases que, pessoalmente, eu mais detesto.


Bacci!!!

Beta
Reações:

2 comentários :

  1. Vixe! hahahahaha
    Acho que o maior erro que cometi foi ir comprando os livros desse selo - Bilionários e Bebês - e deixar para ler depois. Estou com quase todos que foram publicados e só li um. Pensei ser uma "continuação" dos Baby On Board...
    Como diz a Cris Paiva, acho que esse vai para a sacolinha do sebo. :P

    :*

    ResponderExcluir
  2. Uma história interessante, embora eu ficasse muito furiosa contra um pai assim em sua primeira rechaçada, pois isso nunca deveria acontecer, embora houvesse o que explicasse tal reação (que deveria nunca ser praticada por mais que fosse sentida). Eu não sei se será uma aquisição mas tomara que ele tenha ouvido uma resposta à altura em cada uma de suas rechaçadas covardes e egoístas, ora bolas, bolotas !!!

    ResponderExcluir