sábado, janeiro 10, 2015

Ciao!!! 




Este foi mais um livro que comprei no embalo da festa do consumismo literário a partir do acervo alheio que fiz no sebo. Não me lembro especificamente dos motivos da escolha. Seja qual tenha sido, definitivamente, não tinha nada a ver com o livro, que me surpreendeu totalmente.

O mistério de Damian – Charlotte Lamb – Bianca 215
(Haunted – 1983 – Mills & Boon)
Personagens: Elizabeth Gardiner e Damian Hayes

Após dois anos morando nos Estados Unidos, onde conseguiu sucesso profissional, Elizabeth descobriu que Damian tinha morrido em um acidente de carro. Confusa, decidiu retornar à Inglaterra para rever a família. E aceitou uma ideia da irmã de partir para a França, para visitar uma tia. O problema é que ela tinha vivido na mesma região com Damian e ao chegar, viu um homem com a mesma postura, o mesmo jeito de caminhar... mas que não era Damian. Não adiantava a razão, os amigos e parentes dizerem que ele havia morrido. Ela tinha certeza de que ele estava vivo.

Comentários:

- Este livro me surpreendeu porque não consegui encaixá-lo em nenhum formato: não era uma história de reencontro – porque desde o início é dito que Damian morreu após o carro bater e pegar fogo. Não era uma história de vingança – porque quem tinha sido vítima era ela, não ele. Não era um romance, já que a gente (e boa parte dos personagens) passa boa parte do tempo achando que, apesar dos problemas no relacionamento com Damian, o choque de saber da morte dele traumatizou demais Elizabeth e não consegue enxergar amor romântico (só se for um muito disfuncional, pelos relatos dela). Juro que houve momentos que achei que a autora usaria alguma explicação sobrenatural, do tipo “espírito do ex-amante possessivo baixou no amigo para se vingar da pobre protagonista”, mas não chegou a este ponto.

- Ao retornar ao local onde havia vivido o melhor e o pior da paixão por Damian Hayes, pintor talentoso, de temperamento forte e extremamente ciumento e possessivo, Elizabeth se vê cercada de lembranças dos locais onde eles conviveram. Nessas andanças em busca de aceitar a morte prematura e trágica dele, ela invade o terreno onde ele morava e encontra Yves de Lavalle, melhor amigo de Damian e sobrevivente do acidente que matou o pintor. Yves tinha saído recentemente do hospital, após uma longa recuperação repleta de cirurgias. Alguma coisa em Yves a confunde, porque ele a faz se lembrar de Damian. E ele não perdia uma chance em jogar na cara dela que ela foi uma mentirosa, traidora que abandonou o amigo e, indiretamente, o levou à morte. Agora, de volta, estava lidando com a obsessão por ele e o fantasma da obsessão dele por ela.

- É um quebra-cabeça intrigante, muito difícil de montar, porque a gente acompanha o ponto de vista da protagonista que começa a desconfiar de que esteja ficando maluca, diante de tanta informação conflitante, misturada com as lembranças positivas e nem tão boas assim do relacionamento com Damian, agravada pelo julgamento constante de Yves e Chantal, a esposa dele. E eu não sei se a explicação – quando todo o quebra-cabeças é montado - no último capítulo era coerente em 1983, mas acaba fazendo sentido no contexto da história. Só não sei se valeu a pena para Elizabeth ter remexido no passado, mesmo sob a promessa de um futuro muito melhor e com relacionamento mais sadio...


Bacci!!!

Beta
Reações:

4 comentários :

  1. Eu gosto bastante dos livros da Charlotte Lamb, e fiquei intrigada com essa história. Pretendo ler o mais rápido possível.

    ResponderExcluir
  2. Fiquei muito curiosa e confusa! E agora?? Só lendo mesmo!
    Bju

    ResponderExcluir
  3. Uia!! Vou pegar pra ler, a historia parece bem diferente mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Ah, mas que enredo opressivo e tétrico ! Eu não senti qualquer atração por este romance contando história de uma mulher com seus fantasmas, às voltas com lembranças de um homem ciumento e possessivo, morto dois anos após ela abandoná-lo, por culpa dele mesmo, tanto abandono quanto acidente, mas sendo culpada pelos amigos desse homem que não devem ter mais o que fazer !!! ARGH !

    ResponderExcluir