quinta-feira, janeiro 01, 2015

Ciao!!!



Sou suspeita para falar da Lori Foster, porque, até agora, só tenho boas referências dela. Seja escrevendo o romance “tradicional”: garoto encontra garota e rola muito clima entre eles no caminho para o amor; ou criando os mercenários dela, guerreiros contra os bandidos e gentlemen sedutores com as garotas. Ou seja, não tem como errar, né?

Correndo Risco – Lori Foster – Rainhas do Romance 75
(Run the Risk – 2012 – HQN Books)
Personagens: Pepper Yates e Logan Riske

Logan estava disfarçado na missão para localizar a principal testemunha de um assassinato. O rapaz era arredio, vivia bem escondido e não deixando rastros, porque os bandidos também estavam esperando por um lapso dele. Para chegar a Rowdy, Logan se aproximou da irmã dele, Pepper, que vivia como Sue Meeks, a adminstradora de um prédio caindo aos pedaços. Ele não contava com a possibilidade de se envolver com a jovem sem atrativos e com as complicações que isso poderia causar em uma delegacia onde ele não tinha certeza de quem era digno de confiança.

Comentários:

- Lori Foster escrevendo policiais. COMPRE E LEIA.
Fim.

Claro que não vai ser assim este texto, mas se fosse, não estaria mentindo. Apenas sendo raramente sintética, o que levaria todos que costumam visitar o Literatura de Mulherzinha a saber que se eu fui direto ao ponto é porque o trem é bom demais e tem que ler já.

- Este é o primeiro livro de um quarteto chamado “Love Undercover” (Amor Disfarçado). Logan é um policial que está disfarçado de trabalhador da construção civil para localizar a testemunha de um assassinato que ele está investigando. O problema é que Rowdy Yates, a testemunha (e protagonista do terceiro livro da série), é arredio porque também está sendo caçada pelos bandidos e na delegacia de Logan há vários policiais corruptos. Então, na dúvida, para permanecer vivo é melhor ficar escondido. Para fazer Rowdy sair da toca, Logan se aproxima da irmã dele, Pepper, que também vive sob uma identidade falsa, a sem graça, recatada e tímida Sue Meeks. Logan tem certeza de que a jovem é tiranizada pelo irmão e poderia passar as informações que ele precisa para localizar Rowdy e fazer justiça.

- Só que Logan avança o sinal do “disfarce”, seduzindo a garota e, ao mesmo tempo, sendo seduzido por ela. As coisas vão muito mais rápido e longe que ele poderia prever, apesar de, nos momentos mais íntimos, o controle ser de Sue/Pepper. No entanto, um dia (lá para o meio do livro) a bolha estoura. E a partir deste momento, que o disfarce é revelado, temos uma reviravolta. Porque Logan percebe que as suspeitas dele estavam o mais distante possível da verdade. E ao buscar Rowdy, colocou os irmãos em risco. E por isso, se tornou uma corrida contra o tempo para protegê-los dos bandidos, dos policiais corruptos, que poderiam ser qualquer um na delegacia e chegar ao mandante do crime, antes que eles sejam achados. Ah, claro, Logan quer resolver também a situação com Pepper, que vai ficar um pouco complicada quando a verdade – por parte dele – vier à tona.

- Temos a rotina da delegacia, com Logan trabalhando com um parceiro, Reese (o protagonista gostosão do segundo livro da série O segredo de Alice), que era alvo da desconfiança da Tenente Margaret Peterson (que será a protagonista do quarto livro). Há uma cena ótima de um desconfiando do outro publicamente, em meio ao caos. O interessante é que somos apresentados a todos que formarão os casais nos próximos livros e cujas tramas se desenrolam paralelamente a (e interferem no que acontece com) Logan e Pepper. Como eu li o segundo livro antes, já tinha algumas informações prévias, especialmente sobre o desfecho apoteótico, com um gancho descarado para a próxima trama, mas isso não diminuiu a minha diversão.

- E para encerrar, um empate no prêmio “tartaruga com narcolepsia” entre esta blogueira, que tinha o livro em casa e, por causa de sabe-se Deus qual falta de juízo, levou duzentos anos e um dia para ler e a Harlequin Brasil que ainda não completou a série, deixando dois livros pendentes. Com este post eu abro mão da parte que me cabe nesta vergonha alheia. Só falta agora a Harlequin fazer a parte dela, para a gente sair por aí cantando “because I’m happy...” batendo palmas e dançando.

Série Love Undercover
1 – Run the Risk – Correndo Risco – Pepper Yates e Logan Riske
2 – Bare it all – O Segredo de Alice –
Alice Appleton e Reese Bareden
3 – Getting Rowdy – ainda não lançado no Brasil – Avery Mullins e Rowdy Yates
4 – Dash of Peril – ainda não lançado no Brasil –  Tenente Margaret “Margo” Petersen e Dashiel “dash” Riske

* E aconteça o que acontecer, não mudem as capas. Os modelos são lindos. A gente merece ter estes colírios alegrando a vida.

E se quiser saber mais da Lori Foster, confira os outros livros dela no Literatura de Mulherzinha.

Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Ah, eu tenho uma certeza não muito certa de ter estes dois romances comigo, comprados sem querer em um pacote de dueto de sua editora. Mas eu adorei este enredo tanto quanto adorei aquele enredo de sua dupla de série. Um policial muito dedicado - dedicado até demais - fazendo seu trabalho e seguindo suas pistas para resolver um crime que não tinha sido tal e qual ele imaginara, com reviravoltas !!!

    ResponderExcluir