domingo, setembro 21, 2014

Ciao!!!



O histórico de setembro tem muita coisa para falar. E quando eu digo, muita coisa, acredite. Até agora estou tentando entender como a autora conseguiu fazer caber tanta coisa em 280 páginas.
Fora que a capa – mais uma vez, pausa para reflexão sobre a qualidade da imagem – me remeteu outro período histórico nada a ver com o da trama. Aliás, pontos para a capa brasileira por ter aproximado o foco do moço - afinal de contas ele é o protagonista do livro - e diminuído as letras. A gente agradece :)

O campeão de Lady Isobel – Carol Townend – Harlequin Históricos 148 (Medieval)
(Lady Isobel’s Champion – 2013 – Mills & Boon Historical Romance)
Personagens: lady Isobel de Turenne e Lucien Vernon, Conde D’Aveyron

Isobel foi prometida em casamento aos 11 anos para Lucien. Nove anos depois, finalmente ela foi chamada para que o acordo fosse cumprido. Só que no caminho deles há algumas complicações um roubo de uma relíquia religiosa, o fato de ela ter segredos para esconder dele e pressentir que ele também guardava as coisas dela. A principal era o motivo de ter demorado tanto em buscá-la no convento para casar. E o fato de que um não era – aliás, estava muito longe de ser – o que o outro esperava também contribuiu para aumentar a confusão. Afinal de contas, quem disse que a jornada rumo ao amor é moleza?

Comentários:

- Então, a Isobel deveria ter apresentado um tutorial para a pobre Dominique. A Isobel foi prometida em casamento aos 11 anos para o Lucien, que tinha 15. E esperou tanto tempo que várias meninas saíram, se casaram, morreram, tiveram filhos e ela continuava esperando pelo noivo. Nove anos depois, finalmente, foi retirada do convento. E a partir daí, nada aconteceu do jeito que ela esperava. O noivo não correspondia ao que ela imaginou, nem se dignou a explicar porque demorou tanto. E pior: queria que ela fosse uma noiva “sim, meu amo e senhor”, quase como os integrantes do grupo de guerreiros que ele comandava. Ah, tá. Senta lá, Lucien.

- Durante um bom tempo, por uma decisão errada, a vida de Lucien acabou não sendo controlada por ele, mas pelas consequências. Agora, finalmente, ele achou que poderia assumir as rédeas do destino, tendo ao lado uma esposa calma, serena e controlada. Ops, mas logo de cara, Isobel mostrou que era tudo menos isso. Diante de uma criatura impulsiva, que se recusa a obedecê-lo, como uma boa esposa faria. Mas os ajustes necessários ao relacionamento dos dois teriam que esperar porque vários outros problemas estão acontecendo e Lucien não pode deixar a situação piorar – e creiam, ela pode ficar pior.

- Isobel foi treinada e educada para ser uma boa esposa. E encontrou dificuldades em cumprir a missão porque o castelo estava longe do ideal para um ser viver nele, quanto mais a esposa do conde. Além disso, boatos davam conta de que o marido que ela esperou por tantos anos para ter vivia apenas na fantasia dela. O homem de carne e osso escondia segredos, não entendia fatos que eram relevantes para ela e queria dar ordens e que fossem obedecidas sem contestação. Se ela também não tivesse alguns segredos guardados, até poderia jogar a culpa de tudo nele. O fato é que de tão semelhantes em suas teimosias, Isobel encontrou em Lucien um campeão à sua altura.

- Meu único senão é que a autora desenvolve duas tramas paralelas às idas e vindas do casal turrão protagonistas. Em uma, achei o final condizente. No entanto, na outra, me perdi sobre o que aconteceu e as motivações dos envolvidos. Poderia ter explicado com mais calma e clareza.

- O livro faz parte de uma série da autora, chamada “Os Cavaleiros de Champagne”, a região no norte da França que ficou famosa por produzir o espumante do mesmo nome (na verdade, se li bem em algum lugar, é o único lugar do mundo onde o espumante pode ser chamado de champagne). Os outros dois protagonistas, Sir Arthur Ferrer e lorde Gawain Steward, Count of Meaux, já foram mencionados neste primeiro livro.

Série “The Knights of Champagne”:
1 - Lady Isobel’s Champion - O campeão de Lady Isobel - lady Isobel de Turenne e Lucien Vernon, Conde D’Aveyron
2 - Unveiling Lady Clare – O segredo dos olhos de Lady Clare – lady Clare e Sir Arthur Ferrer (lançamento de novembro da Harlequin Brasil)
3 - Lord Gawain's Forbidden Mistress A amante de Lorde Gawain – Elise Chantier e lorde Gawain Steward, Count of Meaux (lançamento de abril da Harlequin Brasil)
4 - Lady Rowena's ruin - A desonra de Lady Rowena - lady Rowena e sir Eric de Monfort (lançamento de janeiro).

- Links: Goodreads livro, série e autora; site da autora livro e série.

Bacci!!!

Beta

ps.: Eu fui a única pessoa a olhar para a capa, ignorar aquele "Medieval" escrito ali e pensar nos seriados tipo Spartacus e Roma? (esta foi a confusão que mencionei ter feito lá no início)
Reações:

3 comentários :

  1. Uiii, tô com esse livro aqui pra ler. E lerei, com certeza. Eu já devia ter começado, mas acabei envolvida com outras leituras e essa acabou ficando de lado. Quero ver como esses dois vão se entender..... Ah, e espero que a Harlequin lance a série toda!!!

    ^__^

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  2. Sequer imaginei o que quer que fosse ao olhar para um modelo tão bem trajado com cota de malha nesta capa !!! Eu nunca teria lembrado de "Roma" e "Spartacus" ao olhar para ele !!! Mas eu tenho um exemplar deste romance comigo, reorganizando-me para minha leitura após ter terminado de ler aquele romance travado !!! Eu tenho certeza de que irei adorar esse romance e essa série, principalmente esse romance !!!

    ResponderExcluir
  3. Parece á Roma antiga, más é bonita a capa.

    ResponderExcluir