terça-feira, maio 13, 2014

Ciao!!!





O livro do mês da Maratona Feliz Desaniversário 2014 livro andou numa corda bamba comigo. Muito tênue a vontade que tive de considerar a protagonista insportável, tipo Elizabeth Babcock (a quem eu devo um post decente de porque é minha primeira lembrança de mocinha chata). De qualquer forma, é um bom livro, mas perde quando comparado ao que abriu a série...

Insensatez – Claire Delacroix – Clássicos Históricos 56
(Roarke's Folly – 1995 – Harlequin Books)
Personagens: Adela Toisserand e Roland d’Aalgen

Apesar da possibilidade de jurar servir um senhor, Roland não se animou e preferiu voltar à terra natal para pensar em que rumo dar à vida. E descobriu que tanto a mãe quanto a irmã fizeram dívidas que não poderiam cumprir e, como ele não tinha como pagar à vista, se ofereceu para trabalhar como aprendiz de um tecelão. O problema era que a filha do tecelão, Adela, o atraía e, justamente por isso, era proibida. Adela achava que já era uma mulher marcada por ainda estar solteira e desconfiava de tipos galantes como Roland.  Com a convivência diária, seria difícil não perceber quem ele era de verdade. E se ela poderia mudar de ideia sobre ele.

Comentários:

- Primeiro vamos ajudar a quem, como eu, fica boiando na história. O livro se passa na região de Flandres que pensei ser a Holanda, mas pesquisei e vi que a cidade mencionada Ghent é na Bélgica.

- Apenas no início e em menções vapt-vupt sentimos a ligação deste livro com as duas histórias anteriores. Roland (nos anteriores, Roarke) era o escudeiro de Armand, que se casou com Alexandria. O amor dos dois era visto pelo escudeiro como uma forma de enfraquecimento de Armand e de controle de Alexandria sobre o marido. Completando o quadro de insatisfação, ele tinha a chance de jurar serviço a algum senhor, mas não parecia o ideal. Por isso, decidiu voltar para casa. E encontrou o caos a espera: a mãe se desfez de peças valiosas como forma de pagamento para os tecidos carísimos com os quais presenteou a irmã dele. A criatura estava apaixonada, iria se casar e, que maravilha, também tinha feito dívidas. Afinal de contas, dinheiro cai do céu, né?

- Lógico que não. Então nosso querido Roland resolve fazer uma coisa que os nobres (generalizando) não fazem: trabalhar em funções consideradas indignas dele! E como o local deve ser do tamanho da gema de ovo de uma codorna, ele terminou como aprendiz do pai de Adela, a moça nariz em pé que ele havia tentado impressionar numa feira e sido cruelmente despachado. Agora, para pagar a dívida das mulheres sem noção da família, ele se tornou aprendiz do tecelão, sob a promessa de não perturbar a moça.

- O problema é que Adela e Roland são o casal ioiô que brincam perigosamente com a paciência do leitor, oscilando entre a provocação charmosa e a irritação. Ele quer e não pode porque não deve. Ela não quer porque acha que ele está debochando dela. Aí depois ela quer, mas fica fula da vida quando ele não quer o que ela quer. Houve momentos em que ela me fez lembrar de Elizabeth Babcock. E isso não é bom. Só não perdi as estribeiras com ambos porque na hora certa há umas tiradas espirituosas que salvavam o livro de cair na lista das minhas antipatias. Pode ser que isso não funcione com outras pessoas. Alguém, infelizmente não vou lembrar agora quem, comentou comigo que o casal era chato. Não achei, mas foi por pouco... Enfim, completa a série, mas Romance da Rosa continua sendo meu favorito.

- A série está no Fantastic Fiction:

Rose Trilogy

1. Romance of the Rose (1993) – O Romance da Rosa – Clássicos Históricos 07
2. The Sorceress (1994) – A Feiticeira – Clássicos Históricos Especial 04
3. Roarke's Folly (1994) – Insensatez – Clássicos Históricos 56

A autora escreveu nesta ordem: Romance da Rosa, a prequel A Feiticeira (que conta a história dos tios de Alexa e Michel, Sofie e Hugues *na tradução brasileira chamado de Alain, não me pergunte o motivo da troca de nomes*) e Insensatez, cujo protagonista, Roland (Ruarke/Roarke), é o escudeiro de Armand em O Romance da Rosa.

- Linkitos: Em Inglês, duas opções no site oficial da autora – aqui e aqui. Outras fontes são Fiction DB; no Goodreads tem página da autora e do livro; outros posts sobre livros da autora no LdM.

Bacci!!!


Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Mais uma leitura a programar, pois eu tenho essa trilogia em meu poder atualmente, assim que eu conseguir desembaraçar-me finalmente daquele encosto que eu resolvi ler, enganada por uma sinopse muito mal-feita, que pôs açúcar em minha sopa de arroz !!!

    ResponderExcluir