sábado, abril 19, 2014

Ciao!!!






E dentro da meta envolvendo a Família De Burgh, onde estou refazendo os posts sobre os seis primeiros livros, chegou a hora do meu livro problemático da série. É, gente, nem tudo é perfeito como Dunstan e Geoffrey nesta família...

Coração de Guerreira Deborah Simmons – Clássicos Históricos Especial 70
(Robber Bride – 1999 – Harlequin)
Personagens: Bethia Burnel e Simon de Burgh

Para o de Burgh guerreiro, só uma mulher tão guerreira e independente quanto. Simon encontrou Bethia Burnel quando patrulhava as terras do irmão. Com o orgulho ferido, decidiu descobrir mais sobre os assaltantes e ficou chocado ao perceber que a bandoleira era uma herdeira cuja herança estava sendo roubada. A partir disso e da atração à primeira vista, Simon se junta na luta para recuperar Ansquith e determinar quem realmente manda nesse relacionamento.

Comentários:

- Ok, não existe perfeição e, no meu caso, significa que eu não conseguiria perfeição nem entre os the Burgh. Não vou com a cara do Simon. Já não ia antes e no livro dele, menos ainda. É um personagem machista, grosseiro, que acha que só porque é homem e é guerreiro, é superior às outras pessoas na face da terra. Em especial, às mulheres. E ao ser derrotado e capturado por uma, ficou indignado, ofendido e queria vingança – capturar a assaltante e mostrar quem manda na área – Ansquith faz parte da área de Baddersly, que Simon está cuidando para Dunstan desde o casamento do Lobo com Marion.

- Por sorte, Bethia faz o livro valer a pena. A herdeira não queria abrir mão de Ansquith para um parasita que chegou se passando por um nobre que não era, conseguiu convencer o pai a casá-la com ele. Como ela se recusou, para não morrer, teve que fugir. Junto com um grupo fiel, realizava ataques para forçar Brice a sair de dentro das muralhas. Por enquanto, não estava dando certo. Por isso, Simon representava uma chance muito boa de conseguir a vitória tão sonhada. Ele era um de Burgh (apesar de, no início, ela não ter acreditado nisso), tinha conexões e poder suficiente. Bastava querer.

- Se Dunstan decide que Marion é quem ele quer e Geoffrey briga por Elene contra tudo e contra todos, Simon quer vencer Bethia, quer “restaurar a ordem lógica da vida” (na cabeça oca dele): homem manda, mulher obedece. Homem vai para guerra e luta, mulher fica no castelo protegida cuidando da família. Ok, as exceções são os irmãos (especialmente Geoffrey), Simon reflete um pensamento vigente na época (e para algumas criaturas, adotado até hoje). Bethia é a exceção. Ela não vai se adaptar ao padrão que Simon ou qualquer outro homem queira impor. Por isso, torci mais por ela, que por ele, um idiota de grife.

- As leitoras mais detalhistas da série não vão me perdoar se eu não mencionar a cena mais famosa do livro: Simon escondido atrás da árvore. Em respeito a quem ainda não leu, não vou dar detalhes, mas dizer que só comprova a arrogância dele em enxergar o que aconteceu – e os motivos – como um sinal de fraqueza do grande Simon de Burgh, forçada por Bethia. Idiota. No entanto, peço que tenham atenção porque esta cena tem uma consequência interessante na reta final da história, que me fez ter mais orgulho de Bethia ainda. E lamentar que tenha sobrado pra ela o de Burgh bocó.

- Atenção: aqui vocês vão conhecer Florian, o abelhudo administrador de Baddersly, preocupado com a saúde de Simon, levantando hipóteses atrás de hipóteses para saber o que o estava tirando do sério. Além disso, o desfecho brinca com o pânico dos de Burgh solteiros diante da possibilidade de que mais um suba ao altar e indica o futuro de outro personagem...

- Série Família de Burgh:
1. O Lobo Domado – Taming the Wolf (1995) – Marion Warenne e Dunstan de Burgh
2. O Anel de Noivado – The de Burgh Bride (1998) – Elene Fitzhugh e Geoffrey de Burgh
3. Coração de Guerreira – Robber Bride (1999) – Bethia Burnel e Simon de Burgh
4. Uma visita inesperada – The Unexpected Guess (1999) – Joy Thorncombe e Fawke de Burgh, conde de Campion
5. Um Lorde para Amar – My Lord de Burgh (2000) – Brighid l’Estrange e Stephen de Burgh
6. A Noviça de Burgh – My Lady de Burgh (2001) – Sybil e Robin de Burgh
7. O Cavaleiro Negro  – The Dark Night (2009) – Sabina Sexton e Reynold de Burgh
8. O Último de Burgh – The Last de Burgh (2013) – Emily Montbard e Nicholas de Burgh

- Além disso, fica a dica para ler o site da autora; as avaliações no Goodreads; The Romance Reader; Fantastic Fiction autora e livro e os outros livros dela (e várias tietagens explícitas) no Literatura deMulherzinha.

Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Simon não é meu irmão preferido mas ele partilha um terceiro lugar honroso com todos seus irmãos, à exceção de Dunstan (segundo lugar) e Geoffrey (primeiro lugar). Fawke tem um lugar privilegiado além de qualquer podium nessa questão. Simon é arrogante, encrenqueiro, machista (principalmente machista), mas eu aprendi a ter um amorzinho por ele, que não deixava de ter seu charme, o que não negava seu sangue. Ele era arrogante, encrenqueiro, machista com Bethia a todo momento, mas pagava um preço alto por isso porque ela nunca fazia por menos, incinerando-o rapidamente, como naquela cena naquela taverna onde ela marcou um encontro com ele. Aquilo foi uma cachoeira de água congelante naquele orgulho masculino óbvio !!! Porém ele era cavalheiro, o que tem poder de atenuar qualquer machismo (que TODO homem tem - isto faz parte de seu DNA, mesmo para um homem moderno).

    Suas cenas envolvendo Bethia são memoráveis, em guerra ou em paz, tanto faz. Verdade: aquela cena em que Simon fica às voltas com aquela árvore, sem saber que está sendo observado por Bethia, ficou ótima como munição futura para ser retomada em outra ocasião magistralmente, pouco após meu momento preferido entre ambos, quando "ele sentiu-se derreter" (hihihi ... eu não contarei também !!! ... hihihi). Tudo o que eu não perdôo em Simon é sua forma de lidar com Elene, o que é uma constante para todos, menos Dunstan e Geoffrey. Tadinha de Elene !!! Mas isso faz Geoffrey rugir !!! ^^ Ou seria rosnar ? ... Bem, isso extrai um sorriso de mim toda vez !!! Portanto eu adoro como Fawke trata Elene em Campion. NINGUÉM mais além de Geoffrey fez o que Fawke fez por ela até esse momento !!! Ela merecia uma participação maior e melhor, mas Deborah Simmons parece amar Bethia muito mais.

    ResponderExcluir