sábado, abril 05, 2014

Ciao!!!



Ah, como os históricos estão ditando o rumo do ano no Literatura de Mulherzinha, se preparem porque eles vão aparecer em diferentes momentos deste Abril Imperdível. 
E começando com ... 
Era uma vez uma trilogia, que virou quarteto e que, enfim, é quinteto. 
Entendeu? Sim, esta é a minha vida...
E o pior, fiquei com a sensação de que o livro “pagou o pato” pela fama alheia...

O Escolhido – Hannah Howell – Lua de Papel
(If He's Dangerous - 2012)
Personagens: Lorelei Sundun e Argus Wherlocke

Havia um homem despido no roseiral da casa de Lorelei. Ele disse que precisava de ajuda e desapareceu levando o xale italiano dela. Apesar de ser uma situação surreal, Lorelai mandou as cartas para os parentes dele e resolveu salvá-lo, com ajuda dos primos. Só que isso colocou todo mundo em perigo, porque Angus não sabia quem ordenou que ele fosse capturado e surrado. Mas tinha certeza de que, seja lá quem fosse, não desistiria fácil...

Comentários:

- Sabe quando uma série tem vários fatores para dar certo e mesmo assim há a sensação de que falta alguma coisa? É o caso deste trabalho da Hannah Howell. Os incríveis dons dos integrantes da família Wherlocke renderiam ação e drama suficiente nos livros. O problema é que a história fica muito repetitiva e dá a impressão de que não anda.

- Angus encontrou uma mulher tão corajosa e destemida quanto os próprios parentes. Lorelai não hesitou em fazer mais do que ele pediu. Aliás, ela não hesitou ao vê-lo quando não deveria ser capaz disso. Enquanto ele permanece na casa dela, se recuperando, surge uma atração e ele se torna incapaz de manter as mãos e a boca longe dela. Mesmo sabendo que não teria coragem de pedi-la em casamento, afinal de contas, os dons dos Wherlocke tinham seu lado de maldição quando confrontados com pessoas que o temem ou que não acreditavam até vê-los em prática. Ok, Lorelei não é uma vítima indefesa: gosta do que ele a faz sentir e quer mais, mesmo sabendo que pode ser a desgraça social dela.

- Só que falta sutileza à autora em vários momentos para explorar a atração entre seus protagonistas. Em nenhum momento é segredo. Aliás, todo mundo percebe e comenta várias vezes, tirando a graça da situação. Por mais fabuloso que Angus seja, tanta indecisão fica meio chatinho vinda de um homem adulto (embora lady Olympia Wherlocke sabiamente diz que “o homem fica adolescente até os 30 anos e retorna à adolescência após os 50”). Fora que ainda encontramos vários momentos de “preciso gastar página, então vou escrever isso aqui e isso ali”, ao invés de ir direto ao ponto. Sem contar que ainda fiquei meio desconfiada das motivações dos vilões (era impossível o que eles pretendiam), apesar de que cobiça e ganância servem como justificativa para os atos deles.

- Não é que eu não tenha gostado do livro. Não é o melhor da série (A Sensitiva é o meu favorito), mas também não é irritantemente lento como A Intuitiva. Os coadjuvantes roubam a cena várias vezes. Adorei a interação entre a família do duque de Sundunmoor e os Wherlocke. Sem contar o mordomo Max. Ah eu com um desses na minha vida!

Série Família Wherlocke — Hannah Howell

1. A Vidente (If He's Wicked) — Chloe Wherlocke & Julian Kenwood
2. A Sensitiva (If He's Sinful) — Penelope Wherlocke & Ashton Radmoor
3. A Intuitiva (If He's Wild) — Althea Vaughn Channing & Hartley Greville
4.  O Escolhido (If He's Dangerous) — Argus Wherlocke & Lorelei Sundun
5. If he’s tempted – Lady Olympia Wherlock & lorde Brant Mallan, duque de Fieldgate


Bacci!!!

Beta
Reações:

3 comentários :

  1. Eu li todos, na época comprei o escolhido primeiro e só depois descobri que era uma série. Eu gostei deles, são engraçadinhos, mas também tive a sensação que faltava algo...o escolhido me incomodou um pouco, pois algumas coisas ficaram no ar...mas dava para ler e até reler. Nem sabia que tinha um da Olympia...fiquei com vontade de ler.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não li nenhum deles, Betinha. Até acho que tenho o primeiro aqui, mas ainda não li... Talvez transfira ele para o topo da pilha

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho seus quatro primeiros volumes, que serão lidos quando eu tiver seu quinteto completo. Mas todos que comentam sobre essa série são unânimes em dizer que ficou faltando mais tempero nesse molho. Como, com um homem nu pelo roseiral ?!

    ResponderExcluir