sexta-feira, fevereiro 21, 2014

Ciao!!!! 


  
Casamento de conveniência entre um candidato carismático a senador e uma jornalista conhecida pelas opiniões afiadas que expressa em uma coluna... Parecia promissor. Parecia.

Vingança de Amor – Parris Afton Bonds – Fascinação 57
(Made for each other – 1981 - Silhouette)
Personagens: Julie Dever e Nicholas Raffer

Julie sofreu um acidente e ela e a amiga foram socorridas pelo senador Nicholas Raffer. Enquanto Pam se recuperava no hospital, Nicholas levou Julie para sua cabana de caça. A jornalista não queria se tornar a nova companhia do político, mas quando a situação se tornou conhecida, só restou a eles um casamento de conveniência. Só que Julie não estava segura de como terminaria essa história...

Comentários.

- Senhor, procuro um livo onde uma jornalista não seja uma pessoa confusa e um poço de falta de objetividade. Minha reclamação é que cansei de ler livros onde as jornalistas me fazem entrar em desespero com a imaturidade pessoal e profissional. E aqui, confesso, perdi as estribeiras com Julie várias vezes.

- É meio estranho, muito estranho, um político em ascensão, com projetos ambiciosos se candidatar para babá de uma vítima de acidente automobilístico. Os santos deles não batem e Julie me estressou ao agir como a protagonista de um romance histórico sequestrada pelo anti-herói. Ok, o livro foi escrito em 1981 e pelas demais publicações que já li deste período, apesar das mudanças comportamentais, nos livros, as protagonistas ainda precisam preservar a honra... E Julie me tirou do sério por não saber se queria o cinto de castidade ou comprar um ioiô. Nick também não é nenhum santo. O que custava ter falado a real motivação dele antes? Ao usar as consequências a seu favor, acabou piorando uma situação que já não era muito fácil...

- Aí temos as tradicionais confusões resultantes de casamento de conveniência: a convivência forçada, a necessidade de manter o segredo diante do restante do mundo e, óbvio, uma rival ofendida disposta a tudo para tirá-la do caminho. Uma atitude mais firme da protagonista, mesmo com a clavícula fraturada, teria clareado os caminhos dela. Mas enfim, para alguns tipos de livros, isso é pedir muito...

- Links: site da autora

Bacci!!!


Beta
Reações:

2 comentários :

  1. O que uma mulher com uma clavícula fraturada está fazendo longe de um hospital ou de um quarto de recuperação ? Onde houve como ser noiva com toda pompa toda quebradinha ? Onde tem vingança nesse enredo para justificar seu titulo ? Ora !

    ResponderExcluir
  2. O romance é bem florzinha, com seus mal entendidos, falta de diálogo e uma rival ardilosa envenenando o relacionamento do casal de mocinhos, mas em geral a estória foi bem legal!!

    ResponderExcluir