domingo, dezembro 08, 2013

Ciao!!!





Oh, Deus, por que este livro não foi lançado antes? Por um mundo com mais histórias assim!
Tem tudo que eu gosto e mais um pouco, com um tempero caliente – sem ser vulgar – que não força a barra para agradar.

Ousadia – Tawny Weber – Flor da Pele 4
(Risqué Business – 2008 – Harlequin Blaze)
Personagens: Delaney Conner e Nick Angel

Delaney estava em um processo de autodescoberta como uma mulher com poder, inteligência e sex appeal – algo que parecia totalmente impossível em se tratando da apagada professora de Literatura da Universidade Rosewood. E o inesperado embate contra o autor Nick Angel, que não gostou da resenha dela, serve como um grande passo para Delaney se aceitar. Nick não gostava de emoções, achava que elas não tinham espaço nem em seus livros nem na sua vida. No entanto, Delaney colocou isso em xeque e ele propôs uma forma muito sexy e intensa de tirarem a dúvida...

Comentários:

- Mais um livro em que tive que brigar contra a falta de tempo e o cansaço na leitura. Ele merecia mais tempo de mim, mais do que as esperas no ponto de ônibus e aqueles momentos antes de dormir que pude oferecer. Foi o primeiro livro da autora e, se todos os outros forem assim, ela logo, logo entra na minha lista de favoritas/obrigatórias. Pegando o embate entre homem gostoso que sabe seduzir e prefere a luxúria e mulher patinho feio que precisa se descobrir como mais do que sempre pensou ser e defende a intimidade, escreveu uma história que nos pega pela humanidade.

- Vou detalhar: a autora sobre abordar a humanidade de entender o ponto de vista de Delaney e Nick sem necessariamente se identificar com eles (embora meu eu patinho feio teve vontade de abraçar Delaney e chamar de “AMIGA!” – há muita semelhança entre a personagem fictícia e a blogueira de carne e osso). A esperteza da autora de escrever uma história que tivesse a luxúria onde como caminho para a intimidade sem parecer vazia. E ainda o eterno duelo entre os que defendem “literatura de qualidade” x “o lixo da ficção popular”, sem contar os bastidores de uma pessoa que é da elite acadêmica, mas se destaca e também é feliz sendo resenhista de obras ainda vistas com preconceito por esta casta.

- Estou tentando dar mais detalhes da trama, porque esta é daquelas que, quanto menos você souber, melhor. O que me intriga é por que tivemos que esperar cinco anos para ler este livro. Tramas bem elaboradas, bem escritas, com esta qualidade de personagens e contextos deveriam ter prioridade. Que outras autoras sejam igualmente abençoadas para que nós, leitoras e blogueiras, fiquemos muito felizes nos nossos momentos de diversão.

- Links: Goodreads, site da autora (onde ela mostra o sapato que comprou para comemorar quando fechou o contrato de publicação deste livro e uma playlist das músicas que ouviu enquanto escrevia, que eu simplesmente AMEI).

Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Ora, patinhos feios parecem ser uma fonte inesgotável riquíssima de romances cativantes e interessantes para ter-se pela coleção e pela estante. Mas eu creio que sentirei muita raiva deste herói pelo romance afora pois não suporto preconceito !

    ResponderExcluir