domingo, outubro 20, 2013

Ciao!!!



A partir de hoje, o Literatura de Mulherzinha inicia a comemoração do Mês do Romance com uma semana inteira de posts de livros de séries da Harlequin. Abrindo a semana com uma história vinda da edição 200 do Jessica, que encerra a série Acosta (ainda incompleta) no Brasil. Achei curioso como ele traz um mote que geralmente eu não gosto, mas aqui, sei lá, funcionou. Não é a minha história favorita da série (ainda prefiro Nacho e Grace), mas é melhor que o livro da Lucia.

Paixão Dominadora – Susan Stephens – Harlequin Jessica 2 Histórias 200 (O poder e o amor)
(Taming the last Acosta – 2013 – Mills & Boon Modern Romance)
Personagens: Kruz Acosta e Romy Winner

Kruz e Romy finalmente cederam à atração que sentem um pelo outro. Assim, sem ponderar e discutir. O que era para ser algo sem compromisso, acaba se complicando e despertando sentimentos mais profundos. Talvez ambos ainda não estivessem dispostos a lidar com os próprios fantasmas, só que o tempo da possibilidade de escolhas tinha acabado.

Comentários:

- Moço ex-rebelde traumatizado pela experiência como militar e moça que tem traumas passados e quer apenas ser independente se pegam, se agarram e transformam atração em uma combustão espontânea digna de causar aquecimento global. Acontece o óbvio, não lidam bem com isso, mas vão achar um caminho. Fim. Ok, geralmente quando pego livro assim já fico estressada: ou porque falta alguma coisa no casal ou porque o ritmo da história é mais acelerado que volta de tomada de tempo na F1. No entanto, não sei se foi o meu estado de espírito para a leitura ou porque, sei lá a razão, aqui fez sentido.

- Nos livros anteriores, temos lapsos sobre Kruz – o Acosta Indomável Rebelde – e Romy, a talentosa fotojornalista que trabalha para uma revista de fofocas. Há até comentários de que os dois poderiam se dar muito bem... Que são confirmados logo no início deste livro, quando ambos se reencontram no casamento de Nacho e Grace e ele suspeita que ela estava tirando fotos sem autorização. O que era para ser uma averiguação, vira pegação nos pampas argentinos. Sim, o povo vai direto ao ponto – ao contrário de outros livros (inclusive desta série) – sem lenga-lenga e drama. Os dois se atraem, as condições foram favoráveis e eles não resistiram. Depois, se reencontram e continuam não resistindo – já que Grace (disposta a brincar de cupido) quer que Romy seja a fotógrafa oficial para os produtos de caridade Acosta (a ideia é fazer um calendário). Aí já viu, né? Às vezes, a proteção falha e ops, baby on board!

- Então vem o conflito: Romy pira com razão – a vida da moça não era fácil e um bebê só complicaria. Ainda mais com um pai como Kruz – como ela poderia contar a ele que estava grávida sendo que o relacionamento deles não era um relacionamento, um caso, era alguma coisa sem definição e compromisso. Onde achei que a autora pecou: Kruz tem motivo para querer manter distanciamento emocional de outros seres humanos, mas a autora só insinua. Uma pessoa desatenta lendo vai achar que ele está sofrendo de piti de milionário com fobia de compromisso. Aliás outros dois pontos passaram batidos pela autora: o destino da mãe de Romy e a solução do dilema pessoal de Kruz pareceu muito “hocus pocus”. Ah, polo que é bom, porque foi onde foi criada a fama dos homens da família, apenas em menções rápidas.  Ainda bem que ambos decidem se entender, mesmo não interagindo, se comunicando, tirando conclusões sobre o que o outro quer e tomando decisões a partir disso. Como disse, tem tudo para eu reclamar, mas não sei por que, aqui funcionou. A leitura fluiu rapidamente e sem o drama enfrentando pelo ex-Rebelde sem causa e pela garota que queria ser independente e feliz.  

- Era para ser o último livro da série Os Acostas, que tem informações numa página especial feita pela autora, onde podemos ver as capas originais, trechos e informações de bastidores.

The Acostas – The Band of Brothers

Prequel: The Untamed Argentinian
 - Amor Puro Sangue – Nero Caracas e Bella Wheeler
1. TheShameless life of Ruiz Acosta 
– (não tem edição brasileira – PELAMOR DE DEUS, AGORA MAIS QUE NUNCA!!! HARLEQUIN BRASIL, LANÇA ESSE LIVRO!!!) - Ruiz Acosta e Holly Valiant
2. The Argentinian’s Solace  
Ilha de Encantos - Diego Acosta e Maxie Parrish
3. A taste ofthe untamed
 – 
Sabor de Rebeldia - Nacho Acosta e Grace Lundström
4. The man ofher wayward past  O homem do seu passado - Lucia Acosta e Luke Foster
5. Taming the last Acosta Paixão Dominadora – Kruz Acosta e Romy Winner

Nesta semana, a autora anunciou nas redes sociais (facebook e twitter) o lançamento em dezembro em E-BOOK de mais um romance relacionado aos Acostas e aos jogadores de polo: Christmas with a polo player  conta a história de Gabe Ortoya (O PRIMO BRASILEIRO DA FAMÍLIA ACOSTA) e Lucy Lavender, com a promessa de mostrar como os Acostas estão agora, devidamente casadinhos (no Brasil, apenas o Ruiz continua solteiro - SÓ LEMBRANDO!)


Bacci!!!

Beta
Reações:

2 comentários :

  1. Com certeza a história do Nacho e da Grace foi a melhor de todas (mas a gente ainda não teve o prazer de ler a do Ruiz, né?).

    Mas essa é bastante interessante, isso fora os conflitos que a autora resolveu do nada e a gente ficou sem saber os detalhes. O da Lúcia é realmente o mais fraco da série.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Tudo muito interessante, sem seduzir ...

    ResponderExcluir