sábado, setembro 14, 2013

Ciao!! 



Moça traumatizada encontra grego perfeito... Amor à primeira vista, casamento rápido.
Está parecendo bom demais para ser verdade, né?

Noiva Comprada – Susan Stephens – Harlequin Jessica 2 Histórias 186 (Destinos Traçados)
(The greek’s bridal purchase – 2006 – Mills & Boon Modern Romance)
Personagens: Miranda Weston e Theo Savakis

Miranda viajou para a ilha grega de Kalmos porque precisava de um tempo distante de tudo e de todos para se recuperar física e psicologicamente. Tinha certeza de que nunca mais seria a mesma pessoa, a violinista famosa. Portanto precisava entender quem seria de agora em diante. Mas conheceu um grego bonito, que não a desprezou por causa do problema no braço e prometeu cuidar dela. Encantada, aceitou o casamento. Só então se deu conta de que não conhecia Theo de verdade...

Comentários:

- Temos um livro que, confesso, achei que teve um ritmo muito lento. Talvez porque tivesse que seguir o ritmo da protagonista que está em recuperação de um acidente de carro que tinha deixado como sequela o impedimento de Miranda continuar exercendo a profissão de violinista. Então a gente passa um bom tempo compartilhando do ponto de vista – e do sofrimento – dela. E é neste estado de espírito que ela encontra e conhece um grego lindo e charmoso e aparentemente encantado com ela.

- Só que a gente já sabe que tem uma obrigação por trás do encantamento. Theo precisa casar porque o avô queria que ele parecesse mais responsável... E, ao mesmo tempo, tinha uma noiva em mente unir fortunas e famílias (todo aquele bla bla bla que a gente já leu antes). Para escapar da esperteza do avô, o neto tratou de ser esperto também e assegurou uma noiva por conta própria. E Miranda, para o que Theo tinha em mente, era perfeita, afinal de contas, era mais alguém que ele teria que cuidar, com todas as condições para que ela se recuperasse e, o mais importante, não tinha sido imposta pelo avô.

- Miranda não desconfiou em nenhum momento... Talvez seja um mal que eu tenho, porque diz o ditado: “quando a esmola é muita, o santo desconfia” e até descobrir a verdade sobre o casamento leva um tempinho. E aí me vi em conflito sobre a reação dela, porque algo em mim queria um barraco digno de novela das nove, apesar de racionalmente entender que não tinha motivo. Afinal de contas, ela não casou amarrada e forçada. E encontrou nele uma válvula de escape de todos os problemas. Só que para um casamento vapt-vupt querer saber tudo sobre a personalidade do marido (e ele querer saber tudo sobre ela), só com o poder de leitura de pensamento. E mesmo assim, tenho dúvidas se conseguiria descobrir tudo...

- Resumindo:senti falta de alguma coisa mais explosiva aqui. Não me pergunte o quê. Não me ajustei ao compasso desta história.

A propósito, faz parte de um dueto: a outra história é The Italian’s Prince proposal – Emily Weston e príncipe Alessandro de Ferrara (a irmã gêmea de Miranda e o marido são citados aqui).


Bacci!!!


Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Casamento arranjado pelo avô para unir famílias e fortunas enquanto fazia-no ser mais responsável. Oh, idéia antiquada e errada !!! Mas foi uma indicação interessante.

    ResponderExcluir