terça-feira, junho 25, 2013

Ciao!!!


Gente lesada dá nisso. Podia jurar que já tinha feito este post. Só espero a compreensão de vocês porque passei por semanas onde cada dia valeu o triplo. Mas quem visita o Literatura de Mulherzinha não fica sem essas dicas. Afinal de conta, grandes chances de o seu próximo desejo de consumo esteja aqui... 


Gélido, de Tess Gerritsen
Quando a médica-legista Maura Isles reencontra um antigo amigo de faculdade durante um congresso, parte em uma viagem com ele e seu grupo. Porém, um acidente com o carro em meio a uma nevasca os leva a o inóspito vilarejo de Kingdom Come, onde algo terrível parece ter ocorrido. Enquanto isso, a detetive Jane Rizzoli recebe a notícia do desaparecimento da amiga e decide investigar seu destino. Assim, enquanto tenta descobrir o que houve com Maura, embrenha-se em uma trama envolvendo uma misteriosa seita e segredos do passado.



Pecados na Casa dos Borgia, de Sarah Bower
Em nome dos interesses do pai, um proeminente banqueiro que quer garantir à filha um casamentopróspero, a judia Esther Sarfati se converte ao cristianismo para servir como dama de companhia de Lucrezia Borgia, filha ilegítima do papa Alexandre VI. Ela logo é seduzida pelo irmão de sua senhora, o temido Cesare Borgia, e sua inocência dá lugar à paixão cega e doentia. Determinada a conquistá-lo, ela se deixará envolver por um turbilhão de intrigas e luxúria, por uma rede de conspirações e mentiras, que a levará a uma terrível revelação. Só então ela finalmente perceberá que aqueles que entram para a Casados Borgia seguem por um caminho sem volta.



Amigos, amantes e outras indiscrições de Fiona Neill
Amigos há mais de duas décadas Jonathan, Sam, Laura e Janet dividem conquistas e tristezas... e até algo mais. O primeiro é um conceituado chef que está a um passo de ganhar fama internacional. Para que tudo dê certo só falta uma coisa: desenvolver seus dotes culinários. O casal Sam e Laura anda em crise. Frustrado com a carreira de roteirista, o sonho dele é largar o emprego, mas sua mulher está obcecada coma ideia de ter o terceiro filho. Já a workaholic Janet não consegue conciliar sua vida profissional com a sua mais recente atividade: ser mãe. A convite de uma revista, Jonathan reúne o grupo para passar alguns dias em uma ilha. Mas o que ele não desconfia é que amigos de longa data e um grande segredo do passado são a receita para uma semana explosiva.

Fama, de Tilly Bagshawe
Linda, rica e famosa, a atriz Sabrina Leon tem um temperamento explosivo que pode lhe custar sua carreira. Já o aclamado diretor e produtor Dorian Rasmirez, um gênio criativo que insiste em financiar seus próprios projetos, está à beira da falência. E o ator Viorel Hudson tenta se consagrar como mais do que um rostinho bonito. Juntos, os três estão envolvidos no novo projeto de Rasmirez, um remake do clássico O Morro dos Ventos Uivantes. Seria este o filme que salvaria suas carreiras? Em Fama, Tilly Bagshawe retrata o envolvente mundo de glamour, intrigas e disputa por poder de Hollywood.


As memórias perdidas de Jane Austen, de Syrie James
Um dos maiores nomes da literatura inglesa, Jane Austen escreveu clássicos como Orgulho e preconceito. Embora seus livros tenham interessantes histórias de amor, a vida amorosa da autora nunca foi considerada notável. Esse foi o ponto de partida para Syrie James, estudiosa de Austen, criar uma versão romanceada sobre a vida da aclamada escritora. E se memórias escritas pela própria Austen fossem descobertas, revelando um grande caso de amor? Escrito em um estilo próximo ao da própria escritora britânica, As memórias perdidas de Jane Austen é um livro notável, irresistível para qualquer um que ame Jane Austen – ou grandes romances.


MÍDIA E POLÍTICA NA AMÉRICA LATINA: GLOBALIZAÇÃO, DEMOCRACIA E IDENTIDADE, de Carolina Matos
Em Mídia e política na América Latina Carolina Matos discute a regulação da mídia, privada e pública, nos países da América Latina. Através de sólido aparato teórico e de uma análise comparativa entre dois principais casos, Brasil e Grã-Bretanha, a autora revela que as aspirações para uma mídia pública eficaz ainda possuem força, sendo a melhor alternativa para se alcançar um ambiente de mídia mais democrático e saudável na América Latina.

E para os fãs de Ferreira Gullar:


Muitas vozes, de Ferreira Gullar
Um livro lançado em 1999, após doze anos sem publicar, Muitas vozes é mais reflexivo, onde temas como a vida, a morte e as memórias de infância estão presentes de forma mais amena e madura.
Apresentação: Ivo Barroso
Orelhas: Marcos Pasche (nova)


Poema sujo, de Ferreira Gullar
Escrito quando o autor se encontrava no exílio, Poema sujo (1976), por sua força e pelo que representa, se tornou o mais estudado e conhecido poema de Ferreira Gullar. Um verdadeiro manifesto que transcende o tempo, os limites, e surpreende e emociona a cada nova leitura.
Apresentação: Alcides Villaça
Orelhas: Marco Lucchesi (nova)

Dentro da noite veloz, de Ferreira Gullar
Dentro da noite veloz traz um Gullar preocupado com a necessidade de mudanças radicais no país. Sem ser panfletário, o poeta vence a traiçoeira vertente da poesia com matiz político-social e apresenta uma poesia que, tratando das questões sociais e políticas, mantém a qualidade literária.
Apresentação: Ivan Junqueira
Orelhas: Augusto Massi (nova)


Em parte alguma, de Ferreira Gullar
Com Em parte alguma, lançado onze anos após a publicação de Muitas vozes, e vencedor do prêmio Jabuti 2011, Ferreira Gullar dá prosseguimento à reflexão poética sobre a existência, difere dos livros anteriores ao desenvolver novos temas e, sobretudo, pelas questões que suscita na realização do poema.
Apresentação: Alfredo Bosi
Orelhas: Antônio Carlos Secchin

*** Pra quem gosta de Gabriel García Márquez, olha só:


Crônica de uma morte anunciada, de Gabriel García Márquez
A morte de Santiago Nasar está anunciada desde a primeira linha da história. Toda a comunidade sabe do iminente assassinato movido por vingança, mas nada nem ninguém o salva de seu trágico fim. Com brilhantismo, Gabriel García Márquez monta um quebra-cabeça com a superposição de versões do último dia do jovem do ponto de vista de diversas testemunhas, utilizando o rigor jornalístico nesta construção,que lhe era tão caro.


Doze contos peregrinos, Gabriel García Márquez
Uma das mais importantes coletâneas da literatura mundial, Doze contos peregrinos são histórias de latino-americanos na Europa, peregrinos que não deixam de sonhar com a terra natal. O mestre do realismo fantástico Gabriel García Márquez usa como pano de fundo Barcelona, Genebra, Roma e Paris para retratar a solidão através de histórias brilhantes de amor, poder e morte. Do homem que luta pela canonização de sua filha durante cinco papados à prostituta que decide acertar todos os detalhes de seu funeral, todos os contos são dotados da sensibilidade e do humor que são as marcas do grande mestre.

Aqui é só um deguste. Para outras informações, vale visitar o facebook e o site da editora, além de segui-los no Twitter!!!

Bacci!!!

Beta


Reações:

Um comentário :