sábado, fevereiro 09, 2013

Ciao!!!


Comprei este livro em um dia de surto. Tinha ido ao sebo garimpar (sim, sim, sim, vai que há uma raridade lá só me esperando?) e peguei esse. Todos sabem a relação tapas-e-beijos que tenho com a autora. Então, posso alegar súbita insanidade para explicar por que escolhi este livro?

Marcas de Amor - Lynne Graham – Paixão 189 (Maridos Italianos)
(Virgin on her wedding night – 2010 – Mills & Boom Modern Romance)
Personagens: Caroline Hales e Valente Lorenzatto

Cinco anos antes, Caroline abandonou Valente no altar. Ela era filha de uma família de novos-ricos com comportamento esnobe e seus pais não a queriam ver casada com um imigrante italiano sem um tostão. Só que agora o jogo virou: a família Hales perdeu a empresa e está falida e Valente tem dinheiro suficiente para causar a ruína e a salvação... Depende de Caroline aceitar a proposta de se tornar amante dele e finalmente consentir na lua de mel que negou ao fugir do casamento.

Comentários:

- Ok, todos os elementos da Lynne Graham estão aqui: herói onipotente que quer se vingar de uma afronta sofrida; mocinha indefesa (e o pacote inclui ela, os pais idosos e os funcionários da empresa da família) à mercê do destino que ele pretende lhe impor. Caroline é filha adotiva do casal Hales, mas sempre teve o desejo de ser independente. Ao trabalhar na empresa de transporte da família, se encantou por um dos motoristas de caminhão. Eles começaram a namorar e, por ter certeza de que venceria na vida, Valente a pediu em casamento. Ela aceitou, mas não apareceu na igreja... E pouco depois, apareceu casada com o filho de amigos da família dela, um executivo jovem e “aceitável”.

- Valente nunca engoliu a desfeita e, cinco anos depois, chega a hora do acerto de contas. Apesar de ele dizer que não é do tipo vingativo (aham, tá...), se sentiu no direito de cobrar de todos que o fizeram sofrer. Assim, comprou a empresa e as propriedades tão logo os Hales faliram e deu um ultimato à Caroline: se tornar sua amante. No fundo, como vocês não vão precisar de muito tempo pra perceber, ele faz isso por que ficou orgulho ferido de ter sido abandonado e, pior, de outro ter sido o primeiro homem de Caroline. (Isso quer dizer amor ferido pra ele). E, embora Valente tenha certeza sobre tudo, não sabe muita coisa sobre Caroline: o quanto ela sofreu presa no casamento com um homem que não amava e que não a amava – e, pior, sem apoio nenhum – e, o mais grave, Valente nem sabia o motivo pelo qual ela não fora à igreja: ele apenas DEDUZIU. Ok, devo dizer que ele também não teve vida fácil – e lendo vocês vão entender o porquê – mas isso não o isenta deste e de outros erros.

- Gostei do livro: Caroline aceita a chantagem, mas do jeito dela; e quando tem que jogar na cara, joga mesmo. Valente seria legal se não tivesse sido tão covarde (volto a repetir: lendo vocês vão entender o motivo). E no fundo, eu me divirto vendo vingadores que se acham onipotentes quebrando a cara.

- Momento Linkitos. Quem já leu: Luna, do Emoções à Flor da Pele (de onde peguei a imagem da capa nacional); Luciana, do Amante do Deserto; Apaixonada por Romances; mas não sei por quê, senti que quem vai gostar deste livro é a Carla, do Doida y Romântica. Em Inglês: páginas no Fantastic Fiction da autora e do livro (de onde tirei as imagens das capas estrangeiras); no Goodreads; no Dear Author; e no site oficial da autora.

Bacci!!!

Beta
Reações:

5 comentários :

  1. Beta, infelizmente esse tipo de história não é tão incomum. Ou vai dizer que você não conhece a canção "Mensagem ("Quando o carteiro chegou/E seu nome gritou/ Com uma carta na mão"), onde, com medo do que a carta contém, a idiota da destinatária a queima sem ler? Sempre achei essa música irritante por isso, o modo como as pessoas nunca buscam uma explicação. E tenho de admitir, esse Valente foi um tremendo babaca, tive a impressão de que ele merecia ter sofrido mais.

    Renan.

    ResponderExcluir
  2. Ah, céus, um macho que julga que foi traído sem procurar por explicações: merece quebrar seu nariz arrebitado, sofrendo bastante pela sua estupidez !!!

    ResponderExcluir
  3. Renan

    Olha, você sabe como é a minha relação tapa-e-porrada com os mocinhos da Lynne Graham, então nem me surpreendi com a temática. Também acho que o babaca merecia ter sofrido mais, pra deixar de ser besta...

    Beta

    ResponderExcluir
  4. Sil

    "Ah, céus, um macho que julga que foi traído sem procurar por explicações: merece quebrar seu nariz arrebitado, sofrendo bastante pela sua estupidez !!!"
    Assino embaixo.

    Bacci!!!

    Beta

    ResponderExcluir
  5. Muito obrigada pela concordância ! ^^

    ResponderExcluir