domingo, dezembro 23, 2012

Ciao!!!



Neste mês, aproveitando o clima de Natal li os dois livros que selecionei para a Maratona de Banca. Hoje, o post é do livro reserva, que se revelou uma história divertida e descontraída.

Noite de Sedução – Carole Mortimer – Paixão 217 (Amantes Ingleses)
(His Christmas Virgin – 2010 – Mills & Boon Modern Romance)
Personagens: Mary McGuire e Jonas Buchanan

Jonas tinha um problema: um armazém no meio do caminho do seu projeto de reurbanização de uma área em Londres. Ele tentou negociar diretamente com a dona, que não queria vender de jeito nenhum. O local tinha um valor sentimental para Mac, que o usava como ateliê e não tinha preço. No entanto, atos de vandalismo a levam a crer que estão tentando expulsá-la e como Jonas é o principal interessado... nem o clima de Natal fará Mac deixar bem claro o que pensa sobre o assunto. Apesar de isso forçá-los a conviver além do previsto...

Comentários:

- Um homem “sem coração” e uma garota “puro sentimento” se encontram nesta história às vésperas do Natal. E não é que resulta em uma história charmosa? Jonas estava lá, naquela vidinha de milionário, estéril, sem compromissos afetivos (e detestando o sentimentalismo generalizado causado pelo Natal) e comprando armazéns para construir um megaempreendimento. No entanto, topou com uma garota que não queria vender. Após várias abordagens frustradas, ele decidiu negociar pessoalmente e foi a primeira surpresa: Mary não se parecia com nenhum tipo de garota que ele lidara antes. Ficou impressionado com a teimosia dela e resolveu se aproximar.

- Mary, “Mac” para os amigos, era uma artista plástica, vivia do jeito que bem entendia, preocupada com detalhes que tornavam a vida dela mais calorosa e feliz – coisas que Jonas dizia não se importar. E por um motivo puramente sentimental, não estava disposta a vender o armazém onde morava e trabalhava. Por mais que o comprador fosse um milionário lindo e gostoso. Mas, atos de vandalismo contra o local a fazem acreditar que Jonas vai usar todas as cartas possíveis na manga – legais e ilegais – para conseguir o que quer. Ele jura não ter nada a ver com o problema e se dispõe a ajudá-la a descobrir. Enquanto isso, ambos teriam que decidir entre controlar a atração ou ceder alegremente a ela, sem esperar por compromissos ou final feliz. Só que é Natal, ou seja, tudo pode acontecer...

- É a típica história fofa inspirada pelo clima natalino. Uma daquelas leituras ótimas para a sessão da tarde, talvez não fique marcada na sua vida, mas será uma boa diversão por algumas horas.

- Links: tem post sobre o livro no Apaixonadas por Romances. Em Inglês, há informações no Goodreads; The Romanorum; Fantastic Fiction e no site da Harlequin em inglês.

Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Clima natalino é um ponto muito forte em uma história, qualquer que seja, porque ele costuma ser condutor de enredo por si próprio. Um tema que eu adoro !!! ^^

    ResponderExcluir