domingo, novembro 04, 2012

Ciao!!!



E vamos ao segundo livro da série Perigo & Desejo. Já falei sobre o primeiro, Vidas em Jogo. E a protagonista aqui, Averil Heydon, apareceu lá, como coadjuvante.

Seduzida pelo Risco – Louisa Allen – Harlequin Historical 102 (Perigo & Desejo 2/2)
(Seduced by the scoundrel – 2011 – Mills & Boon Historical Romance)
Personagens: Averil Heydon e Luc d’Aunay

Averil estava vivendo um pesadelo: sobrevivente de um naufrágio, tinha parado em uma ilha, cercada de homens mal encarados e dispostos a tomar liberdades que não convinham a uma dama, ainda mais já prometida em casamento. No entanto, o capitão Luc d’Aunay a protegeu da tripulação deixando claro que eles eram amantes. Pelo menos, até ela puder ser libertada sem interferir nos negócios que o grupo tinha a resolver. Mas se ele estava achando que ela não lutaria, estava muito enganado...

Comentários:

- Quem viu a Averil, tímida, recatada e que ficava vermelha por qualquer coisa, percebe que, após situações extremas, a reação das pessoas pode ser imprevisível. Ela acordou no pior dos pesadelos de uma dama: cercada de homens dispostos a não tratá-la como uma dama de respeito. Para se proteger deles, teve que embarcar em uma mentira: era a amante do capitão. Preocupada por estar envolvida em algo ilícito, tentou fugir sem sucesso e por fim, acompanhou até o fim a missão que grupo deveria desempenhar.

- Pobrezinha da Averil. Merecia encontrar homens honrados, mas só topou com o pior da espécie. E não estou falando da tripulação. Primeiro foi o capitão Luc, que mesmo percebendo que ela era uma dama, sabendo que tinha sido vítima do naufrágio, a manteve com o grupo. E para piorar, ficava atiçando a pobre, deixando-a confusa sobre quem ela era, quais valores deveria manter e a fazendo até mesmo se esquecer do casamento acertado. Depois, finalmente na Inglaterra, teve a honra colocada em xeque, afinal de contas, ela passou DIAS sem uma dama de companhia em meio a diversos homens. Mesmo assim se recusou a mentir para o noivo prometido e enfrentou mais problemas. O noivo é outro que merecia um castigo à altura. Essa nobreza falida e metida me estressa, que gente nojenta. E pra piorar, o capitão aparece no mode “gente de nobreza/oficial da Marinha respeitável” e cria mais confusão, porque está convicto de que ela será rejeitada pelo noivo e não terá outra alternativa a não ser se tornar amante dele! Afinal de contas, já que ele era 50% Inglês e 50% Francês, e um pária em ambas as nações, sonha em voltar para a França, reassumir as propriedades que pertenciam à família e se casar com uma francesa de boa família. Entenderam por que eu queria dar kabongadas nele ao som de uma versão bate-estaca de Non je ne regrette rien?

- Como comecei a dizer e interrompi para xingar os homens da história, Averil não merecia. Era a boa filha, vendida em casamento em troca de dinheiro para a nobre e falida família do noivo e de prestígio para a própria família, cuja riqueza tinha origem no comércio. Estamos em 1808, a vida das mulheres não era nada fácil: qualquer deslize e tchau honra da moça (sim, a frase “segure suas cabritas porque meu bode está solto” pode ser um resumo cru e direto da situação). E ela tem que aturar essas malas masculinas egoístas e egocêntricas com uma dignidade ímpar. E nem me venham com arrependimentos meia-pataca. Por mim, ela acabava sozinha, viajando pelo mundo e mandando noivo prometido e o pretendente pretensioso catarem coquinho na Sibéria, pelados, no auge do inverno. Sim, este é um caso duplo de MORRE CONDENADO!.

- Parece que é uma sina desta série, até agora, as mocinhas são muito melhores que os mocinhos (estilo ABISMO SEM FIM de diferença entre eles). Mas a autora escreve muito bem, embora, mais para o fim, quando achei que o noivo seria uma ameaça, acabou transformado em foguete molhado (não estoura nunca!). Se bem que Averil já tinha sofrido demais, não merecia mais, né?

- Este é o segundo livro da série Perigo e Desejo. Mas, na verdade, possui três histórias (sendo que a terceira é a minha esperança de um mocinho decente)

1. Ravished by the rake – 2011 – Vidas em Jogo – lady Perdita Brooke e Alistair Lyndon
2. Seduced by the scoundrel – 2011 - Seduzida pelo Risco – Lady Averil Heydon e Luc d’Aunay
3. Married to a stranger – 2011 – não publicado no Brasil – Sophia Langley e Callum Chatterton (por favor, Harlequin, estou MORRENDO de curiosidade de saber o que aconteceu com Callum, que aparece e é um dos personagens mais legais do primeiro livro. Publica!!! Publica!!! Publica!!!)

- Linkitos: A Tonks falou sobre o livro (e a série) no Romances in Pink. Em Inglês, há reviews no Rakehell e no Cataromance. Tem informações no Goodreads; no Fantastic Fiction e no Fiction DB. Vale visitar o site oficial da autora, onde há a página dos livros dela (e uma específica sobre o livro)

Bacci!!!

Beta
Reações:

2 comentários :

  1. Nossa parece emocionante, mas fiquei com dó da mocinha no seu relato, nem sei se aguentaria ler hahahaha

    Beijos
    @LeitoraIncomum
    www.leitoraincomum.com

    ResponderExcluir
  2. Ah, judiação, tadinha: merecia uma sorte melhor em um naufrágio !!! Que homens malditos sem consideração !!!

    ResponderExcluir