domingo, agosto 19, 2012

Ciao!!!





Pois bem, mais um mês e cá estou eu batendo ponto na Maratona de Banca. O tema do mês parecia moleza: CONTEMPORÂNEO. Histórias que se passam atualmente. Pois é, mas a fartura confunde. Quando publiquei minha lista para este ano, contei que esse não foi a minha primeira escolha. Hora de saber se valeu a pena...

Mar de revelações – Marion Lennox – Harlequin Special 54 (A noiva mais linda do mundo!)
(Cinderella: Hired by the Prince – 2010 – Mills & Boon Romance)
Personagens: Gianetta “Jenny” Bertin e Ramón Cavellero

Jenny estava entediada no emprego, mas não tinha coragem de romper o que a prendia. Até que recebe um empurrãozinho de uma amiga e vai parar como empregada no iate de um milionário, depois de ser convencida por um empregado. Afinal de contas, ela tinha saudade da vida no mar e poderia ser marinheira e cozinheira durante um ano. Muito melhor do que a atual opção dela. Ramón não teve coragem de contar que era o dono do barco, porque gostou da história de Jenny. No entanto, ele também estava em um momento crucial da vida e talvez ter alguém por perto o ajudasse...

Comentários:

- Era meio óbvio que eu leria o livro. Adoro histórias de príncipes e princesas – deve ser um resquício da minha educação made in Disney. A roupa dela na capa é linda (apesar de eu NUNCA, mas NUNCA MESMO, subir naquele salto) e ele tem um pezinho na Espanha. Tá explicado porque o livro subiu na pilha e entrou na lista da Maratona de Banca.

- É um livro que não vai mudar a sua vida. Mas tem história de sessão da tarde, a empregada que não sabia quem era o seu “chefe” de verdade, mas não o culpem: nem ele sabia. Ele pensava ser apenas um milionário, por esforço e mérito próprio, até que recebeu a notícia de que havia herdado o trono de Cepheus. O pai e a tia dele, filhos mais novos do rei mala, tinham sido expulsos do reino! O pai dele acabara morto. Portanto, Ramón cresceu sem um laço mais permanente com o local de suas origens. Não fazia questão do trono, mas seria a melhor opção diante da outra: um parente que achava que ele deveria ser o próximo rei.

- Então é um livro sessão da tarde, com um príncipe que se recusa a ser príncipe, mas talvez não tenha alternativa. Claro que teremos a esperada crise de “será que estou à altura dele”? E muita gente disposta a dar palpite sobre o que seria melhor para ela. E como que, pelo poder, há quem seja capaz de descartar o bom senso e até mesmo outras pessoas... Ou seja, não será fácil haver um happy end. Afinal de contas, tudo se resume a escolhas que precisamos fazer mesmo quando não seria o caminho que tomaríamos por livre e espontânea vontade. Enfim, vale a leitura. Nem que seja no intervalo entre dois livros que você ame/irrite profundamente.

- Linkitos: Além do site oficial da autora, os outros que encontrei são em Inglês - Goodreads, Mills & Boon e a página do livro no Fantastic Fiction.

Bacci!!!

Beta

ps.: A doida aqui já fez a resenha do livro reserva deste mês Notas de Sedução. Foi publicada em maio! Detalhe: eu me esqueci de que o havia escolhido como livro reserva!!!
Reações:

2 comentários :

  1. Oh, eu nunca subiria naquele salto também !!! Mas adorei aquela terceira capa: eu adoro homem de joelhos, pedindo uma mulher em casamento !!! ^^

    ResponderExcluir
  2. Eu continuo adorando um homem de joelhos pedindo uma mulher em casamento !!! ^^ Tem hábitos e preferências que não mudam mesmo !!! ^^ Isto é tão cavalheiro e tão romântico !!! ^^

    ResponderExcluir