terça-feira, julho 24, 2012

Ciao!!!

Na contagem regressiva para o começo dos Jogos Olímpicos de Londres, algumas lembranças de outros torneios.
A primeira é clássica - eu tinha 2 anos, não lembro se vi quando aconteceu, mas é uma das primeiras imagens a que associo às Olimpíadas... Prova de que não precisamos de tecnologia 3D pra fazer coisas inesquecíveis :D


Muito fofo, né? *.*

Bacci!!!

Beta
Reações:

4 comentários :

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Beta, vi o link do seu blog e vim conferir. Tb tenho essa remota lembranca do Ursinho, algo meio apagado na infancia, mas que realmente marcou.

    Abraco.

    ResponderExcluir
  3. Ele era Misha, um ursinho símbolo olímpico. O que eu não esqueci foi vê-lo chorando, derramando uma lágrima, quando aquelas olimpíadas terminaram. ^^ Sobre minhas ressalvas de indicação de romance: eu fiz indicação de "Feitiço Branco", de Bronwynn Willians, quando perguntaram a todos sobre um romance em que um índio fosse protagonista. Bridget e sua mãe foram acusadas de serem bruxas, quando eram curandeiras e parteiras em verdade, sendo mergulhadas em toda espécie de horror por conta dessa acusação. Uma série de maldades lança Bridget ao mar, embarcada em um navio em direção ao Mundo Novo para ser esposa de um colono, mas ela cai ao mar em uma tempestade. Kinnahawk encontra-a, ajudando-a de longe como era possível, sem mostrar-se, pois estava furioso pela brincadeira de seus deuses que haviam enviado uma mulher branca para ele quando ele pedira-lhes por uma esposa. Ele não entendia porque uma marca de fogo, que era seu símbolo, fôra posta pela testa de Bridget, uma desonra.

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca esqueci o ursinho Misha chorando. Acho que foi a primeira vez na vida que me emocionei com algo na TV...

    ResponderExcluir