sábado, novembro 12, 2011

Ciao!!!


Este post tem duas “culpadas”: a @sweet_lemon, que fez uma resenha daquelas que atiça a curiosidade de qualquer pessoa e a Andrea, que me mandou o livro com recomendação para ler logo XD Para não me alongar, por enquanto, posso dizer que você nunca leu um livro como esse, escrito pela Diana Palmer!

Romance Impossível – Diana Palmer – Coleção Primeiros Sucessos 16
(Eye of the Tiger – 1986 – Silhouette Desire)
Personagens: Eleanor Whitman e Keegan Taber

Era um duelo de caça e caçador: depois de voltar a morar na fazenda em Lexington, com o pai, viu-se como o principal alvo da atenção do filho do patrão, Keegan Taber. Anos antes, ela tinha revelado seus sentimentos por ele, para se descobrir usada e rechaçada. Agora, não queria saber se cometer o mesmo erro. Claro que Keegan não pretendia facilitar a vida, ficando o tempo todo por perto, cercando, caçando, disposto a aproveitar qualquer fraqueza dela. E Eleanor está disposta a tudo para evitar Keegan: até mesmo se apoiar em Wade, um possível amigo e candidato a pretendente. Neste duelo de vontade, quem levará a melhor?

Comentários:

- Era o ano de 1986. Um lindo dia, Diana acordou com uma estranha inspiração: escrever uma história sobre uma mocinha desprezada que ainda amava o seu “carrasco sentimental”. Mas com algo inovador: o carrasco sofreria, desta vez.
Então surgiu a história de desencontros de Keegan e Eleanor.

- 25 anos depois, este livro é lançado no Brasil – neste meio tempo, não faltaram histórias de Diana Palmer que nos divertiram, nos frustraram e nos irritaram (exatamente nesta gradação de reações). Se eu imaginasse que há algumas que se salvam nos primórdios já teria iniciado uma campanha desesperada por elas. E acho que não faltariam pessoas me apoiando nesta empreitada...

- Por isso, queridas e queridos, neste livro, Keegan come o pão que dona Diana amassou (e se ele sonhar com a vida mansa que outros protagonistas tiveram, vai procurar Procon, ONG que defende minorias, etc e similares, tenha certeza!). A história começa, para nós, já nas conseqüências de algo que aconteceu antes: a tentativa frustrada de Keegan de usar Eleanor para fazer ciúmes em Lorraine, que escapou ao controle dele e mudou a vida de todos para sempre. Lorraine acabou rejeitada, Eleanor correu para a faculdade e Keegan ficou sozinho. Quatro anos depois, Keegan era visita constante (e indesejada por ela) na casa do pai de Eleanor, que era carpinteiro da família Taber e estava se recuperando de um acidente. E não hesitava em cercá-la de todas as formas possíveis. O mais legal (para nós) é que Eleanor o rejeita de todas as formas possíveis: desde o debochado “odeio sardas” até o “você me usou uma vez e não tenho intenção de que isso se repita”.  E não é por vingança - é por autopreservação, uma diferença tão gritante que até ele percebe!!!

- Claro que temos as ameaças. Maureen O'Clancy quer os cavalos da fazenda dos Taber e o próprio Keegan de bônus e não se faz de rogada em deixar isso BEM claro. E a ameaça aos projetos de reconquista do mocinho insensível-trapalhão: ele se chama Wade Granger, é podre de rico, de uma família tradicional (a forma como Eleanor lida com a mãe e a irmã dele é genial) e está realmente interessado na companhia dela. Claro que o relacionamento que ele queria que fosse para um lado, evolui para o outro... E só contribui para Keegan engolir a seco o pão amassado por tia Diana... (e eu amaaaaaaando, claro!)

- Desta forma, a música tema de “Romance Impossível” seria “Você não vale nada, mas eu gosto de você. Tudo que eu queria era saber por que...” XD Ou se preferirem, a epopéia de um mocinho que achava que estava no controle e sabia tudo em reconquistar a garota, agora mulher, que ele magoara cruelmente anos antes. Para azar dele, ela tem memória e, mesmo sabendo que ninguém se compara a ele, não está disposta a arriscar ser magoada de novo. Só isso já vale você sair correndo atrás deste livro para vingar em Keegan tudo o que penou com outros protagonistas da Diana Palmer! E Harlequin, se no acervo tiver outras assim, pode publicar que a gente gosta muito!!!

- Ah, a história se passa em Lexington, Kentucky, em seus momentos de Jacobsville... O que me leva ao comentário desnecessário da resenha: a cidade de Lexington desperta memórias musicais boybandísticas em mais alguém aí?

- Links: Dona Diana tem site oficial e o Fantastic Fiction pode ajudar a entender aquele ninho de mafagarfos que ela chama de bibliografia...

Bacci!!!

Beta
Reações:

14 comentários :

  1. Vc sabe que eu me apaixonei perdidamente pelo Wade, trocaria o mocinho por ele fácil, mas nossa guru Suelen já disse que não tem livro dele, então é torcer p/ Tia Diana escrever um.

    ResponderExcluir
  2. Beta, se eu não me engano esse livro já foi publicado antes em Português. Um abraço!

    Renan

    ResponderExcluir
  3. Não falei prá ler logo???!!!!

    Mal pude acreditar no que estava lendo depois de uma overdose de mocinhos cavalgaduras ogros (aliás, só uma tendência masoquista explica a minha insistência com a tia Diana...).

    Amei a mocinha, que de boboca não tinha nada e amei o Wade. Aliás, acho que trocaria o mocinho por ele na boa, apesar de que acho que o mocinho sofreu bastante e mereceu o perdão final. Não ficou nada forçado, mas gostaria muito que o Wade tivesse o livro próprio.

    Mas como disse num post na AR, do Orkut, de repente é melhor assim, pois a tia Diana tem uma estranha tendência a transformar excelentes coadjuvantes em cavalgaduras obtusas nos seus prórpios livros.

    Então, deixa a gente com a ilusão do Wade!!!!

    Povo, vale a pena e muito e, Beta, se você está a fim de mocinhos legais, leia Febre de Paixão, que eu já te mandei. O Rourke Kilpatrick é tudo, tirando o charuto fedorento, mas prepare-se: a mocinha é uma imbecil de carteirinha, digna de uma surra de vara!

    Mas nada se compara a esse livro: prá mim, é perfeito!!!! Só faltou um amor pro Wade também...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. OLá Beta, Tudo bem?
    Bom, encontrei seu blog hoje, meio que por acaso, pesquisando livros de banca, e gostei demais.
    e... ah, eu adoro Diana Palmer, e é muito bom que os livros dela finalmente estão sendo publicados novamente, aqueles mais antigões, que não encontramos, ou só encontramos a valores absurdos pelos sites de compras da vida.
    Esse livro Roamce impossivel, já li numa edição de coleciondor, com 4 histórias, e quando vi que saiu, fiquei doida para ter essa edição também.
    Gostei muito do Wade, mas não o trocaria por Keegan, ah, não mesmo! rs O trecho que mais gostei foi quando Keegan fica doente e tentasduzir Eleanor no hospital... Mesmo doente ele é o cara! hihihihihih
    Já me acostumei aos mocinhos da diana Palmer, porisso a adoror tanto, mas que tem alguns que dá vontadede tacar o livro longe,, ahh, sim, com certeza tem! hihihiih
    Parabéns pelo lindo blog!
    Abraços, Malice

    ResponderExcluir
  5. Olha, Beta, tem certeza que esse livro é da DP? Se for, será que a Harlequin daqui não fez uma daquelas coisas de colocar um tradutor meio 'altinho' pra dar um jeito no livro? Sei não, isso vindo de tia Diana Palmer me parece muito, muito suspeito. Deve ser que foi um ET ou um ghost writer escrevendo no lugar dela, vc não acha? lol

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Mais uma boa história de DP. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  9. Viuxe! vou ter que comprar. Esse livro ainda está na banca?

    ResponderExcluir
  10. Zeus, talvez eu termine cedendo à Diana Palmer dessa vez finalmente, principalmente por escrever uma história em que uma mocinha humilhada injustamente faz seu algoz sofrer horrorosamente pelo que fez, inclusive tendo um rival ... ^^

    ResponderExcluir
  11. Gente,

    Só tenho a dizer que meu "Eu" escorpiano ficou muito satisfeito. kkkkk E ela ainda tirou umas "casquinhas" do Wade sem culpa! kkkkk

    Lidy,

    Não sei, não, ou foi Ghost Writer ou ela tomou chá de cogumelo... Mas que foi bom, foi! kkkk

    Beijos e aproveitem!

    ResponderExcluir
  12. Meu eu escorpiano (de ascendente escorpiano mesmo !) está fervilhando de curiosidade por essa aventura de romance, mesmo que escrita por ELA !!! ^^

    ResponderExcluir
  13. Culpada!:D Esse DP é tudo di bão e fora dos padrões 'Palmerianos', né?

    Bjos!
    Thaís
    @sweet_lemmon

    ResponderExcluir
  14. Preciso achar esse livro desesperadamente!
    lançando a campanha "Quem achar no sebo por favor compre pra mim que eu pago" kkkk

    É sério!

    Amei sua resenha!

    ResponderExcluir