domingo, maio 15, 2011

Imagem retirada do site Capas de Romances

Imagem retirada do site Baile Através do Tempo
Lá estava Beta no sebo, procurando livros para preparar o sorteio sobre noivas. Queria livros que eu já tivesse lido, mas topei com uma autora que eu já conhecia e tinha gostado do que li dela. Então, trouxe um inédito para colocar na lista. Ah, que sorteio sobre noivas? Não acredito que ainda não viram - é esse aqui!!!

O vestido encantado – Karen Toller Whittenburg – Momentos Íntimos Extra 08
(Million-Dollar Bride – 1996 – Silhouette)
Personagens: Allan Courtland e Eliza Richardson

Eliza experimentou o vestido de noiva porque não conseguia compreender os motivos que o tornavam tão valioso. Agora dizer que ela estava muito encrencada era pouco. Em questão de horas, ela tinha passado de vendedora de uma loja de noivas, à ladra e sequestradora, não necessariamente nesta ordem e ainda por cima podendo virar vítima de um ladrão! A vida de Allan estava definida: ele iria se casar. Só deu uma paradinha emergencial e sua vida se tornou um caos. E cada vez mais, ao invés de querer fugir, ele se sentia impelido a continuar... com a aquela garota doida e imprevisível que virara seu mundo pelo avesso.

Comentários:

- Esse livro me lembra aqueles filmes tipo “o dia começou normal, até que...” então acontece algo e, daí pra frente, as coisas escapam totalmente do controle e só pioram. Sério. Mesmo quando você pensa: “nada mais vai acontecer de ruim”, voilá, algo inesperado complica ainda mais a situação.

- Tudo isso porque a mocinha, Eliza, ignorou o conselho que qualquer criança ouve: “a curiosidade matou o gato” e não mexa onde não tem autorização. Ela trabalhava em uma loja de vestidos de noiva e estava ardendo de curiosidade de ver o que tinha de especial um vestido que a loja havia conseguido para uma herdeira que se casaria em breve.

- À primeira vista, não era nada de mais: era um vestido como outro qualquer, exceto que era antigo e estava muito bem conservado. Mas não justificava o valor extraordinário: um milhão de dólares. Vocês pensam que isso matou a curiosidade de Eliza? Nananinanão. Ela inventou de vesti-lo para ver se realmente compensava a fortuna. E eis a mágica. O vestido era lindo.

- E foi aí que começaram os problemas: primeiro, apesar da loja fechada, ela viu e foi vista por um homem que se aproximou da entrada. Segundo, que ela tentou tirar o vestido e não conseguiu! Terceiro, que ela seria flagrada pela dona da loja em instantes se não fizesse algo! Quarto, que ela simplesmente saiu correndo pela porta dos fundos e entrou numa limousine onde estava o noivo... de outro casamento! Quinto, que ela conseguiu se enroscar nele e nada os separava.

- Allan, herdeiro de família ilustre, achou que estava tudo certo na sua vida: a caminho da igreja, para se casar com outra herdeira de família ilustre, parou na loja de noivas para trocar a gravata, teve o carro invadido por uma moça vestida de noiva que não falava coisa com coisa e nem conseguia explicar o que estava acontecendo... E depois disso, nada mais foi como antes.

- Este é o resumo dos dois primeiros capítulos do livro. Posso garantir que os próximos doze vão te levar como companhia nas aventuras e desventuras de Eliza e Allan causadas pelo vestido de um milhão de dólares, onde eles vão aprender a se odiar, se aturar, se apoiar, se proteger, se ajudar e quem sabe... se amar. Mas vão ser as horas mais insanas da vida deles.

- Por isso comparei o livro com um filme: toda a ação acontece num espaço de dois dias – é tudo muito rápido quase um “24” ao quadrado, onde, Jack Bauer não teria a menor chance. Combater terroristas é fichinha perto dos problemas trazidos pelo vestido – e pela mistura de inocência, curiosidade e impetuosidade de Eliza: Allan é arrastado por ela para cada coisa, que é de dar pena. Eu já li outros livros desta autora e acho simpático e agradável o estilo dela – para quem não tem tempo de acreditar em magia, é uma excelente pausa para relaxar.

- Pelo que pesquisei, a autora não tem site oficial. Informações sobre ela no eHarlequin, Romance Wiki  e a lista de livrose séries está no FictionDB (todos em Ingês). Ah, sobre série, este livro é o pontapé inicial de uma série - The Magic Wedding Dress, de 1996 (um deles - o livro #3, Two-Penny Wedding foi lançado em português com o nome Vestido Mágico - mudaram os nomes dos personagens tsc tsc tsc...- , mas não tenho certeza se o outro livro foi traduzido).

Bacci!!!

Beta
Reações:

4 comentários :

  1. Hahaha adorei, o livro parece ser bem divertido ^^ Situações inesperadas sempre rendem boas risadas (ou não >.<) ^^

    ResponderExcluir
  2. A resenha ficou maravilhosa e o livro parece muito interessante. Gosto de me divertir de vez em quando ao ler um livro...rsrs...


    Tem selinho para você no meu blog: http://lunadelua.blogspot.com/2011/05/ganhei-mais-selinhos-maravilhosos.html


    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi Beta!
    O Vestido Encantado é ótimo!
    Ri a bessa, quando fiquei sabendo que era série, corro atrás do outro, mas o Vestigo Mágico 9 que na verdade é uma saia mágica) não gostei muito!
    Com certeza o Vestido Encantado é bemmmm melhor!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Onde será que vendem essas roupas com poltergeist ? ^^

    ResponderExcluir