sábado, fevereiro 12, 2011

Mexendo no baú na penúltima limpeza do armário (a última estará sempre por fazer), encontrei alguns livros que eu jurava que já estavam no Literatura de Mulherzinha. Serei obrigada a dizer a mesma lenga-lenga, mas aposto que o resumo dele está naquele famigerado back-up do primeiro computador aqui de casa. O troço é tão seguro, mas tão seguro que eu simplesmente não consigo abrir! (No mesmo arquivo está a minha teoria sobre a série Mortal – que eu escrevi para não esquecer... Sem comentários!) Já tem tantos anos e não consigo recuperar o que está lá. Ou seja, só resta descobrir o que era e refazer...
E já que lá na Europa e nos EUA segunda-feira é dia de São Valentim - o equivalente ao nosso dia dos namorados, esta é uma boa sugestão de leitura ^^

Não me mande flores – Kristin Gabriel – Sabrina 1064
(Send me no flowers – 1999 - Harlequin)
Personagens: Rachel Grant e Drew Lavery

Rachel era a terapeuta de um grupo de pessoas que teve o coração partido. E eles viviam na pior cidade dos Estados Unidos: Love, Michigan – e o Dia dos Namorados estava chegando! Para evitar o grande pesadelo de ser a minoria solteira na cidade do amor, Rachel lançou a idéia de um boicote – não é preciso ter uma cara-metade para ser feliz. O movimento ganhou adeptos e começou a causar desespero entre os comerciantes, que lucravam com a data. Por isso, o prefeito Drew Lavery entrou em ação, para tentar evitar mais problema... e tudo que conseguiu foi triplicar a confusão. E o embate entre o prefeito e a terapeuta tornaria ainda mais agitados os próximos dias em Love...

Comentários:

- Eu nem lembro quando li este livro pela primeira vez, mas sei explicar o motivo que me fez tê-lo até hoje: total identificação com a história do boicote. Quer coisa mais irritante – para um solteiro – que o dia dos namorados? Casais pra todo lado, corações na vitrine, propagandas em massa na televisão, descontos para casais e você que está sozinho que se exploda. Como o destino não colaborou comigo e a maioria dos famigerados 12 de junho, eu passei sozinha, instituí o autopresente. Já que a lógica é presentear quem você ama, então nada mais natural que me dar um presente – e tem que ser algo que eu goste e queira muito. E já me dei DVDs, CDs (a minha maravilhosa trilha sonora de Vem Dançar Comigo foi comprada na véspera de um dia dos namorados, ao lado de um amigo na mesma situação que levou um do Chico Buarque – se me lembro bem) e no ano passado aproveitei uma promoção daquelas perfeitas “DESCONTO + FRETE GRÁTIS” e comprei toda a série Brumas de Avalon por um preço de soltar fogos de artifício e também o Juliet, Nua e Crua, do Nick Hornby.

- No livro, o boicote ganha apoio cada vez maior e fica ousado, protestando contra comerciantes e em pontos turísticos da cidade. E à medida que a data se aproxima, os conflitos se acirram e a disputa entre prefeito e terapeuta ganha temperos hilariantes – um tenta boicotar o outro, superando nas táticas. Acrescente coadjuvantes bastante interessados no resultado da confusão: as irmãs de Rachel querem que ela se case para ser feliz; o grupo de terapia quer superar seus problemas e reencontrar a autoestima; o ex-noivo de Rachel ressurge achando que eles poderiam continuar de onde pararam; a mãe de Drew quer ter o que fazer após o divórcio, os comerciantes querem solução da novela sem prejuízo, a imprensa da cidade quer assunto para colocar nas manchetes dos jornais e nos programas de comportamento da TV.... E Drew quer Rachel e Rachel quer Drew, mas eles são confusos e convictos demais de suas posições para enxergar o ponto de vista um do outro.

- Moral da história: se vocês estiverem, como eu, em um dia de humor bobo, pega o livro e divirta-se! E claro estou pensando em organizar boicote na Itália ou no vestiário do Real Madrid...

Bacci!!!

Beta

ps.: Tem um filme recente (ano passado, eu acho) chamado Eu Odeio o Dia dos Namorados, com os mesmos atores que protagonizaram Casamento Grego que parte de ideia semelhante. Se você gosta do tema, vale conferir!!!
Reações:

5 comentários :

  1. Eu adorei esse livro, e ri um bocado tb, hehe. Ah, e já vi o filme que vc citou. Eu tenho em DVD aki.... deu até vontade de vê-lo de novo, rs...

    ResponderExcluir
  2. Muito bom seus comentarios sobre os livros parabens
    vou ler adoro o tema

    ResponderExcluir
  3. Beta, esse não é o livro que tem no inicio de cada capitulo uma frase? tipo: "não me mande flores, nem cartas sem fim, não é nada pessoal mas vc não serve pra mim"? eu lembro dessa frase até hj, e eu sei que era de um livro assim...é o mesmo?

    ResponderExcluir
  4. Oi Beta,
    Eu tenho esse livro!
    Achei vários trechos engraçados, por conta do boicote! kkk.
    É cada coisa!
    kkkk

    ResponderExcluir
  5. Eu assisti "Casamento Grego" e "Eu Odeio O Dia Dos Namorados" então digo: ambos valem para uma tarde de entretenimento despretencioso que consola e faz pensar sem aflição em sua (nossa) situação amorosa. ^^

    ResponderExcluir