domingo, dezembro 19, 2010

Pois é, está chegando o Natal e até eu, que tenho uma vocação para Grinch, não consegui resistir à capa deste livro. Aqui no Brasil, pelo que eu saiba, não há a tradição da obrigação de beijar se você estiver acompanhado debaixo de um mistletoe. Para nossos livros, é uma imagem bem bonita, não acham?





Em nome da felicidade – Tessa Radley – Desejo 136
(Millionaire under the mistletoe – 2009 – Silhouette Desire)
Personagens: Miranda Owen e Callum Ironstone

Havia algo pendente entre eles: a consciência de Callum e a amargura de Miranda. Tudo porque ele tinha descoberto e divulgado um desfalque feito pelo pai dela, o que causou o suicídio do homem e a amargura da filha. Anos mais tarde, Miranda já estava formada como chefe de cozinha e sonhava em abrir o próprio buffet, mas as atitudes inconseqüentes da mãe e, agora, do irmão, não a deixavam em paz. Por isso, foi necessário aceitar o convite para um trabalho para a empresa de Callum... o que levou à inacreditável descoberta de uma atração explosiva entre eles. E foi o ponto de partida para uma história de Natal com bastante tempero...

Comentários:

- Heroína traumatizada. Herói com peso na consciência. E o Natal para inspirar a reconciliação e uma tórrida paixão entre duas pessoas que, à primeira vista, não tinham motivos para se gostarem. O pai de Miranda tinha roubado dinheiro da empresa de Callum, que o denunciara publicamente. Sem agüentar a pressão e a vergonha, o homem se matou, deixando uma carta onde jurava inocência. Miranda, na época adolescente, o culpara pela morte. Anos depois, ela tentava se estabelecer como chefe de cozinha, mas Callum não conseguiu esquecer a acusação (mesmo com a certeza de que o homem havia roubado) e tentara de tudo para aplacar a consciência. Com uma mãe irresponsável e um irmão amável, embora inconseqüente, Miranda não queria, mas é obrigada a trabalhar para ele. E a partir daí, a vida de ambos irá mudar. Afinal de contas, a verdade precisa vir à tona, inclusive a atração entre eles – os dois são surpreendidos pela química entre eles (e a cena na cozinha é, digamos, bastante inspiradora). O clima natalino empurra ambos para resolverem toda a situação entre eles – o que inclui colocar um freio na família dela, participar da festa da família dele, fazê-la superar o trauma da morte do pai, esclarecer a verdade e ambos entenderem o que sentem um pelo outro... É uma leitura bastante recomendada, para quem quer uma história natalina, com neve, ceia familiar e mistletoe.

- Quero saber se fui a única a suspeitar que terá outra história a partir desta: acho que está rolando um clima entre Petra Harris e Fraser Ironstone. Fui no site da autora, mas ainda não há indicação de algo do gênero.

- E perguntar não ofende: existe mistletoe na Espanha, assim, tipo, perto do Santiago Bernabéu? *curiosa*

Bacci!!!

Beta
Reações:

Um comentário :

  1. Oi, Beta!

    Quando li a sinopse desse livro, pensei que era mais uma história de mocinha bobinha. Resolvi comprar assim mesmo, porque não tinha opções melhores na banca e eu estava sem nada para ler (e isso me dá um nervooosssoooo...).

    Mas a surpresa foi grata: nada de mocinha boboca e mocinho mandão. Esses dois tem personalidade!

    Livro interessante e boa leitura.

    Ah, também achei que rolou um clima com o outro casal, mas não tenho maiores notícias a respeito.

    Beijo!

    ResponderExcluir