sábado, novembro 13, 2010

Este livro já tinha chamado a minha atenção há algum tempo, quando apareceram resenhas sobre ele na internet. E confesso que havia me esquecido, mas finalmente nos cruzamos no sebo, onde havia um livro em excelente estado custando maravilhosos R$15! Preciso dizer que levei na hora??? E entre as idas e vindas com outros dois romances que estava lendo simultaneamente (dependendo do meu humor, que esteve bastante instável com acessos de gulodice depressiva nos últimos dias), além dos livros necessários para o famigerado projeto.
Mas como hoje é meu aniversário, nada melhor do que sonhar com romance à italiana!!!

Desculpe se te chamo de amor – Federico Moccia – Editora Planeta
(Scusa ma ti chiamo amore - 2007)
Personagens: Niki Cavalli e Alessandro Belli

Um acidente de trânsito colocou Niki no destino de Alex. Ele, publicitário, quase 37 anos, recém-abandonado sem explicações pela namorada. Ela, estudante, quase 18 anos, espevitada e sem preocupações. Niki decidiu que Alex precisava dela na vida dele e acabou conseguindo um cantinho na vida do estressado e confuso profissional. E eles vivem uma história que muda ambos – e seus amigos, conhecidos e parentes – para sempre. Como toda história de amor, terão vários problemas para serem resolvidos, a começar por convencer a todos os outros de que poderiam ser felizes e lidar com as conseqüências disso.

Comentários:

- Procuro uma taurina como a Niki e um geminiano como o Alex – em vários momentos, imaginei que eles estavam com as personalidades invertidas. Ela parecia mais madura – do jeito Niki de ser - que ele. O fato é que a história é muito boa, cheia de referências do mundo pop (canções, filmes, livros – sim, tive uma crise de ataque megafofura em um momento que ele cita a trilha sonora do filme Big Fish/Peixe Grande, de Tim Burton, um dos meus favoritos). O autor cria um universo repleto de personagens que se entrecruzam, onde a atitude de um repercute na vida do outro – dando a sensação de vidas são realmente interligadas (às vezes, a gente está tão estressada que se esquece disso na vida real).

- Isso me chamou a atenção: o fato de ser uma história de amor escrita por um homem, com tantos detalhes singelos e momentos fofos (Federico deve ser muito observador), alguns fetiches masculinos (claro, né, os protagonistas são um quase quarentão envolvido com uma colegial sapeca e serelepe), a amizade feminina vista por um homem (as Ondas – grupo formado por NIki, Erica, Olly e Diletta, apesar de tão diferentes, elas se complementam.), um homem de coração partido (o Alex fica de dar pena com o abandono da Elena). Também gostei de acompanhar o processo criativo de um comercial – tive um curso de verão sobre publicidade na faculdade, mas acho que ficaria louca se tivesse que ser obrigatoriamente criativa o tempo todo!

- E tudo acontece em meio a uma Roma que parece caótica e confusa (reflexo da vida dos personagens), com uma série de personagens que você não se iluda acreditando que são menores porque todos têm função na trama, até os que parecem deslocados da história principal.

- Comentários inúteis: toda vez que aparecia a menção ao “ursinho Totti” eu tinha crise de risos (bem, em uma, eu tive que me conter até chegar em casa). Jasmim também foi crueldade, porque é o meu perfume favorito (infelizmente nunca mais achei o da marca que eu usava).

- O autor tem site oficial vale visitar para descobrir mais sobre ele, que também dirigiu um filme inspirado no livro (o que era óbvio na leitura: tinha que virar filme) e que no Brasil ganhou o nome de Lição de Amor  (não consegui achar para ver). Ele já escreveu sete livros, sendo que outros dois são ligados ao Desculpa se te chamo amor: Cercasi Niki Disperatamente e Scusa ma ti voglio sposare - que será lançado neste mês Desculpa, quero me casar contigo. E em Português, tem mais um livro dele: Três Metros Acima do Céu, que você ler sobre ele no Nossos Romances. AH! Não deixa de ser curioso que o livro tem um leitor famoso - nada mais, nada menos que Íker Casillas!!!

Bacci!!!

Beta
Reações:

10 comentários :

  1. Como se não bastesse ser lindo e carinhoso, ela ainda tem que gostar de ler???

    Wowwwwwww, ele é perfeito d+++ pra ser real, rsrs

    Sorte da namorada jornalista, fato!

    p.s: no livro ela é loira, já no livro morena... vá entender rsrs

    ResponderExcluir
  2. Felicidades para você pelo seu aniversário, blogueira que me agrada, me diverte, me informa, me simpatiza, me traz novidades sobre livrinhos e risadas sobre muitos fatos, fictícios ou verdadeiros.

    Que você tenha muitos anos de vida, com muitas alegrias, amigos, companhias, namorados gostosos e românticos e um amor de verdade, com muito mais sorte que eu para colocar sua leitura em ordem.

    Um beijo bruxo de sorte promissora !

    ResponderExcluir
  3. Beta, só mais um motivo para você ver o filme (que vale a pena, já assisti!): quem faz o papel de Alex no filme é Raoul Bova, um dos maiores galãs italianos da nova geração - é o cara que tem um casinho com Diane Lane no filme "Sob o sol da Toscana.

    Renan.

    ResponderExcluir
  4. Feliz aniversário atrasado, muitas felicadades e que você consiga realizar pelo menos metade da sua lista de desejos!!!! Beijos

    ResponderExcluir
  5. Pois é, Nat, pois é... Mora alguém ali dentro, não é só um rostinho bonito.

    Também reparei na troca da cor do cabelo da Niki, mas sabe como é, filmes = licença poética.

    Quer outra curiosidade: a atriz que faz a Niki no filme é namorada de boleiro! A moça é namorada do Alberto Aquilani, ex-Roma e ex-Liverpool, atual Juventus... XD

    ResponderExcluir
  6. Sil, que os anjos digam amém às suas amáveis palavras. Muito obrigada!!! :)

    ResponderExcluir
  7. Renan, bem que eu já tinha visto o ator em algum lugar! Só que eu achei que era do Comer Rezar Amar. Estou muito curiosa para ver, mas não achei nas locadoras daqui. Continuo na caçada!

    ResponderExcluir
  8. Ili, obrigada pela lembrança! :)

    ResponderExcluir
  9. Ai que linda, fiquei morrendo de vontade de ler e assistir o filme!

    Feliz Aniversário (um pouquinho atrasado) rs...

    ResponderExcluir
  10. De nada, querida !

    Você merece !

    ResponderExcluir