sábado, setembro 04, 2010

Ciao!!!



Romance histórico à antiga: com história e que te envolve até o fim. Volta e meia reclamo de livro que tem 20% (ou menos) de trama e o restante de enrolation. Pois bem, este não é o caso. Trama full time, com reviravoltas que não te deixam desgrudar do livro...

Ilusão – Nicola Cornick – Rainhas do Romance Histórico 06
(Deceived – 2006 – HQN Books)
Personagens: princesa Isabella Standish Di Cassilis e Marcus John Ellis, conde de Stockhaven

A Princesa Isabella estava de volta, falida. Precisava se livrar das dívidas do finado marido para poder continuar a viver com a tranqüilidade que não teve nos últimos doze anos. Por isso, elaborou um plano arriscado – um casamento com um homem preso por dívidas. Só não imaginava que o seu primeiro amor seria o noivo a quem ela nunca mais veria de novo... Mas o destino não conspirava a favor de Isabella e seu marido estava de volta, perfeito, lindo, rico e reclamando a esposa, pouco disposto a fazer concessões para, desta vez, ter o que queria – vingança com um tempero de sedução!

Comentários:

- Isabella Standish foi vendida. Ou se você preferir, foi obrigada a abandonar o amor de sua vida, tão jovem e sem persepectivas quanto ela, para se casar e salvar a família de penúria, da falta de dinheiro e da desgraça social. Doze anos depois, ela estava viúva, igualmente falida e precisando pagar os credores do marido, que não valia um tostão furado... E o pior, ela tinha a fama de ser tão ou mais devassa que o falecido! E para completar, seu plano para escapar das dívidas se revelara a pior das armadilhas – porque ela estava presa ao homem que amou e que agora quer se vingar dela...

- Vingança é pouco para explicar o que Marcus sente por Isabella. Ele teve o orgulho ferido, foi abandonado e humilhado publicamente. E mesmo após um casamento que não teve nunca chance de ser feliz, ele sabe que precisa tirar Isabella de sua mente e de seu sangue. E apesar de ser sido avisado de que as vinganças nem sempre alcançavam seus objetivos plenos – ou os complicavam ainda mais, Marcus embarcou neste plano de infernizar a princesa e fazê-la se sentir como ele se sentiu ao ser preterido.

- Isabella não é uma heroína “por favor me salve”. Ela luta. Caso contrário não teria sobrevivido ao casamento e à perda da filha. Ela tem medo, angústias, incertezas, fantasmas e mesmo assim continua. Sabe que desperta a inveja e a ira da “sociedade” e mesmo assim se expõe. Tenta se preservar no casamento inconveniente e reage com inteligência, desenvoltura, charme e boa dose de provocação aos “castigos” que Marcus pensa estar impondo a ela - os comunicados publicados no jornal são hilariantes e eu confesso que ri muito – sim, a escorpiana maligna em mim AMOU – toda vez que ela o surpreendia e desmontava alguma opinião pré-concebida a respeito dela (como na cena do jantar com os políticos influentes). No início, ela comenta ao vê-lo em segundo plano, “Agora você sabe como uma mulher se sente” – e a identificação é imediata. Ele teve que sentir na pele o que é ser deixado de lado, ignorado, tratado como se não existisse, para entender como as mulheres se sentiam (e, por incrível que pareça, em muitos aspectos a situação não mudou).

- Agora quer saber o que interessa? Não contei boa parte da história. Ainda tem segredos do passado a serem desenterrados e, quando mais mexe, piora. Os irmãos de Isabella lidando com suas próprias fraquezas e mazelas. Um povoado carente de atenção. E é incrível como tudo se entrelaça de forma natural para fazer sentido no final da jornada. Personagens bem construídos (mesmo os coadjuvantes), várias pistas espalhadas pela trama – e os loucos por quebra-cabeça como eu se divertem tentando montar o mistério da história – e a variação de comédia, romance, drama com uma sensibilidade e destreza de fazer muitas outras colegas autoras morrerem de vergonha e quererem revisar o que andaram escrevendo. Portanto se você tem este livro em casa pode pegar para ler e descobrir os outros detalhes que eu preferi não contar aqui para não estragar a sua experiência, vai valer a pena.

Bacci!!!

Beta
Reações:

8 comentários :

  1. Adorei a resenha! Quero ler esse livro!

    ResponderExcluir
  2. Ai ai ai, preciso ler logo.

    Adoreiiii a resenha!!!!

    Bjsss Beta :)):

    Amanhã postarei a entrevista c o livrinho que vc me deu :)


    bjssss

    ResponderExcluir
  3. Comprei esse livrinho há um tempão e por alguma razão que desconheço empurrava ele prá baixo da pilha.

    A situação vai ser revertida já!!!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Faco das palavras da Natalia as minhas, preciso ler logo

    ResponderExcluir
  5. Ciao, Sora!

    Corre e garanta o seu, vale a pena. Eu volta e meia reclamo dos livros históricos sem história, e aqui não é o caso... XD

    Bacci!!!

    ResponderExcluir
  6. Ciao, Nat!

    Leia mesmo e coloca lá no Menina da Bahia, livro bom a gente tem que avisar ao máximo que puder!!!

    Bacci!!!

    ResponderExcluir
  7. Ciao Andrea!

    Pode "upar" o livro porque vale a pena! Deve levar mais tempo pra ler que um habitual, mas repito: vale a pena!

    Bacci!!!

    ResponderExcluir
  8. Ciao, Sheyla!

    Repito: corre e leia logo. Vale a pena!

    Bacci!!!

    ResponderExcluir