sábado, junho 19, 2010

Confesso que o susto foi grande quando vi um nome masculino como autor de um livro mulherzinha. A curiosidade foi na mesma proporção, por isso, o livro veio na compra do dia no sebo. E fuçando aqui e ali, não é que o autor é português? Pronto, era pergunta demais na cabeça e uma leitura quase que obrigatória.

O Reencontro – Tiago Rebelo – Sabrina 1490 (Romances Preciosos)
(Encontro em Jerusalém – 2004 – Editorial Presença, Lisboa, Portugal)
Personagens: Francisca e Afonso Henriques

Quinze anos de história não são um tempo qualquer. E o tempo não havia amenizado o amor nem a dor que uniam Francisca a Afonso. Os dois jornalistas portugueses se conheceram em Jerusalém durante a cobertura da Guerra do Golfo, em 1991, ele trabalhando para um jornal e ela, como freelancer. A parceria surgida por acaso rendeu elogios, uma primeira página fenomenal e a expulsão de Israel, por descumpri-mento de uma norma que o governo implantou para a imprensa. Quatro anos depois, já apaixonados, eles voltaram ao país para cobrir as tensões entre judeus e palestinos, quando aconteceu algo definitivo para o relacionamento deles, que os obrigou a tomarem caminhos separados. Onze anos mais tarde, mais velhos, mais experientes e com diferentes experiências de vida, Francisca e Afonso se reencontram. Será que con-seguiriam finalmente superar as diferenças para viver o amor que sempre houve entre eles...

Comentários:

- Eu sempre reclamo de livro sem história. Não posso reclamar deste: o que não falta é contexto. E no meu caso como leitora, lembro dos dois momentos históricos: a Guerra do Golfo, em 1991 e a tensão em Israel que culminou no assassinato do primeiro-ministro Yitzah Rabin, em 1995. E não são mencionados brevemente – na verdade, o contexto histórico é fundamental porque é o palco que apresenta, o que une e o que separa o casal protagonista.

- A rotina do jornalismo aparece aqui: a busca pela notícia que ninguém mais tem que, no caso do jornalismo de guerra, pode realmente te colocar em risco. As conseqüências por conseguir informações que podem trazer repercussões além da imaginadas inicialmente (como o motivo que os levou a serem expulsos de Israel). E as escolhas que você faz pela vida profissional que podem comprometer a sua vida pessoal - o que leva ao motivo que causa o rompimento entre Afonso e Francisca. Ele não entende por que ela se colocou em risco por uma foto e acabou destruindo algo que era importante para ambos. A culpa que ela sentia somada à acusação que ele deixou escapar não permitia que ambos superassem o sofrimento para enxergar outras possibilidades.

- Se você gosta de livro com história dramática, onde os protagonistas realmente se amam, mas precisam superar uma série de dificuldades, obstáculos e sofrimentos para ficarem juntos, então esse é especial para você. A história é bem escrita, com cuidado e respeito aos fatos históricos, com problemas que seriam emfrentados por gente-como-a-gente e onde tudo se resume à escolha que você faz na sua vida e à sua capacidade de adaptação quando as coisas não são como você querem. E que não costuma adiantar fugir, porque você só irá viver mesmo quando resolver os fantasmas do passado – muitos criados pela incapacidade de lidar com a dor, com a imperfeição, com a escolha dos outros que refletem em você. Apesar de todos saberem que eu prefiro histórias alegres, esta é uma que eu recomendo porque ela faz sentido. Coelhos não saem de cartolas mágicas – e na vida real é assim, ninguém tem varinha de condão para resolver os problemas...

Bacci!!!

Beta
Reações:

4 comentários :

  1. Oi, Roberta!!
    São histórias assim que marcam e nós não esquecemos. Vou ver se acho no sebo. Queria te indicar uma escritora nova a Heidi Rice, o livro "charme fatal"- harlequin modern sexy edição 31, já havia çlido um antes dela e não tinha gostado comprei este com um´pé atrás, mas após reler a sinopse decidi levar, vou colocar um pedaço da sinopse para você ler.
    "Uma proposta indecente ... e irrecusável!
    o magnata Connor Brody acaba de flagar uma intrusa em sua propriedade... usando lingerie de cetim! O encontro inesperado e ardente com Dayse Dean, sua vizinha, o deixa ansioso por mais..."
    Além do mais o mocinho é irlandês e eu tenho uma queda pelo charme dos irlandeses....

    ResponderExcluir
  2. Ili

    Pois é, confesso que me surpreendeu, afinal, tinha um certo preconceito e dúvida: será que um homem pode escrever tão bem este estilo? Ele criou uma história forte e complexa. Pode procurar que vai te permitir boa reflexões.
    E vou procurar esse que você indicou!

    Bacci!!!

    Beta

    ResponderExcluir
  3. É, surpreendente esse seu achado.

    Vou ver se consigo encontrar em e-book, pois sebo, já sabe, né? Minha rinite inconveniente não permite, sob pena de infecção nas vias aéreas que só corticóide resolve...

    Beijos,

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada dele, mas em Portugal esse é um autor de "livraria". Fiquei muito admirada de ter sido publicado no Brasil algo dele inserido na categoria "mulherzinha".


    Carla

    ResponderExcluir